quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Quem manda aqui?



Desculpem o palavrão, mas esta aqui é pra vocês nunca esquecerem de quem manda na vida de vocês e quem é capaz de mudar tudo e superar todos os problemas, ok?

Bjs

140 comentários:

maria das dores disse...

Parabéns pela iniciativa.Eu também superei o vaginismo e o sofrimento de passar por isso é tão grande que também sinto essa vontade de ajudar outras mulheres, compartilhando a minha experiência !


Anônimo disse...

Eu estou com o vaginismo. E estou com mt força supera-lo. tds os sabados eh quase certo q eu tento. e nesse eu quero dar esse presente pro meu namorado. Sei que vai ser mt difícil mas vou lutar conta mim. eu sei que consigo. Torcem por mim!

Samanta Daiane disse...

Oi eu tbe´m tenho vaginismo, estou namorando oito anos e nunca conseguir ter penetração do pnis, sempre fiqueii fustrada com tudo isso procureii ajuda estou fazendo tramento nos hospital das clinica e ja fui dois dia, a doutar falou q vai me ajudar se eu tiver forças de vontade isso só depende do q eu quero tenho certeza q vou consegir.

Anônimo disse...

Oi, Dani. Aumenta o contador para 21! rsrsrsrs
Seu blog foi instrumento de Deus na minha vida!!! Beijos!

Ro disse...

Olá,Dani.

Quero te agradecer pela iniciativa e coragem p/ criar este blog q me ajudou a conseguir a cura do vaginismo. Nunca havia comentado aqui antes pq estava muito deprimida, muita coisa dando errado na minha vida mas graças a Deus, ao teu blog e o apoio do meu namorado, se tem uma coisa boa q posso tirar dessa doença,foi ter certeza do amor do meu namorado q ficou ao meu lado, me dando força p/ a cura. Hoje vivo feliz!

Anônimo disse...

Olá!Tenho 33anos e sou virgem, não consigo relacionar-me com nenhum homem acho que tenho vaginismo, fui ao ginecologista e ele disse-me que não tinha nada,mas a penetração é impossivel,fiquei muito frustrada durante uns anos, tinha desistido, apesar de ter algumas propostas aliciantes .Sinto-me envergonhada por ter este problema, sinto-me menos mulher que as outras, penso que não tenho nada para oferecer, estou cansada, sei que é um discuros derrotista, mas não consigo controlar estes pensamentos. Existe um tratamento? Obrigado pelo teu blog.

Daniela Barros disse...

Oi, Maria das Dores!
Então me mande um e-mail contando sua história e eu publico aqui!
Bjs

Oi, anônima!
É claro que a gente vai torcer por vc! Mas vaginismo não é assim num clique, só decidir que vai resolver que resolve e pronto! Muitas vezes a gente precisa de ajuda pra superar... Se vc não conseguir sozinha, procure ajuda, não adie, vale a pena!
Bjs

Oi, Samanta!
Que legal que vc procurou ajuda! Ainda mais no hospital das Clínicas que tem ajudado tantas mulheres que conhecemos por aqui... Concordo com a doutora, se vc pegar firme no tratamento, logo logo vc supera isso! Boa sorte aí!
Bjs

Oi, anônima de 30/11!
Aumento o contador se vc me mandar um e-mail contando sua história, que tal? rs
Bjs

Oi, Ro!
Que maravilha que de alguma forma eu te ajudei a superar este problema! Parabéns pela cura! Se puder, me mande um email contando como foi a luta para que a gente possa dividir com outras mulheres por aqui...

Oi, anônima de 07/12!
É um discurso derrotista, mas completamente comum entre as mulheres como nós, vc não está só! Tem tratamento sim. Vc pode procurar terapia especializada (sexólogo ou terapeuta sexual) ou então uma fisioterapeuta uroginecológica que irá tratar direto onde está o problema e com exercícios te ajudar. Tem mulheres que fazem os dois tratamentos ao mesmo tempo e assim conseguem superar o problema... mas cada caso é um caso... Procure ajuda, vale a pena!
Bjs

Amor perfeito disse...

Querida, feliz pelo puxão de orelha. Ainda continuo sem cura, por minha culpa mesmo. Tem coisa nova lá no meu blog. Beijos e saudades

Suelanea disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Vaginismo tem fim sim!!!

ME CUREIIIIIIIIII!!!!!!

Muita felicidade!!! Boa sorte as que estão tentando ainda! TENHA FÉ, FORÇA E CONFIANÇA EM DEUS! Não desistam! ;)

beijos, RE

Anônimo disse...

PS: Meu tratamento foi com sexóloga e o prazo era em média de 6 meses, me curei com quase 4 meses! Gente, INSISTAM! O lance é não desistir e sempre fazer os exercícios com alargadores! Tudo depende de FORÇA DE VONTADE! Estou mto feliz!!!! Beijão, RE

Anônimo disse...

Oi meninas!
Alguém de vocês comprou o kit do site vaginismus.com? Gostaria de saber se o kit é bom?!

Bjs...

Anônimo disse...

Olá, Daniela! Gostaria de te agradecer imensamente por ter criado este site para que pudéssemos ver que não estamos sozinhas. Eu sofria desse problema há muito tempo, poderia gastar vários caracteres descrevendo-o e a agonia de passar por ele, mas só estaria repetindo as tantas histórias que já li por aqui. Mas em 2012, finalmente, eu me curei! É claro que ainda tenho resquícios do problema e sempre fico com medo da dita cuja retroceder, mas as várias "primeiras vezes" foram tão significantes pra mim que eu realmente me considero curada. A primeira vez que "entrou tudo", o primeiro exame ginecológico completo e por aí vai.
A coisa mais importante que aprendi na minha luta é que não existe receita de bolo, pois cada pessoa é única. A cura depende da origem do problema. No meu caso, eu comecei achando que era puramente psicológico. Depois de alguns anos de terapia eu já tinha melhorado um pouquinho, aí comecei a fazer os exercícios com os dilatadores e melhorei um pouquinho mais. Mas sentia falta de algo mais permanente, pois parecia que a musculatura tinha uma espécie de memória, parecia que ela voltava ao que era antes. Aí tentei a fisioterapia uroginecológica e foi isso, NO MEU CASO, que mais deu resultado. Logo na primeira sessão eu já vi uma grande melhora. Fui melhorando a cada sessão e já dá pra arriscar posições novas...
Mas, repetindo, isso foi o que mais funcionou PARA MIM, isso depois de alguns anos de terapia. Mas resumindo esse blá blá blá todo: Muito obrigada, Daniela, pois foi aqui que li alguma coisa sobre fisioterapia uroginecológica e resolvi tentar. Eu já tinha lido sobre isso antes, mas na época não era muito acessível e na minha cabeça eu imaginava que o tratamento devia ser esquisito.
Enfim, a todas as meninas que sofrem desse mal: ouçam o seu corpo e tentem descobrir qual a origem do problema, o que parece dar mais resultado e acreditem: VAGINISMO TEM CURA! O dia de vocês vai chegar, tenho certeza! Beijos e abraços a todas vocês e um feliz 2013!!!

Anônimo disse...

Olá, anônima do dia 26 de dezembro! Eu estou em tratamento e comprei o kit de dilatadores da vaginismus.com. Na verdade eu queria comprar o kit d silicone que a Dani postou aqui no blog, mas não consegui envio para o meu endereço e só consegui comprar o do vaginismus.com. Ele não é de silicone, é feito de um plástico duro, mas tem a ponta arredondada, o que facilita a penetração.Ainda vem com um livro e um dvd explicativo. Eu recomendo!

Anônimo disse...

Depois de 1 ano e 2 meses eu consegui superar o VAGINISMO!Estou muito feliz!
Vcs me ajudaram muito!!
Bjãooooo

Anônimo disse...

eu sou casada a 1 ano e 1 mez e axo ki tenho vaginismo alguem pode me ajudar de alguma forma?
tenho 18 ano e nao sei o que faser estou muito angustiada por favor me ajudem!

Anônimo disse...

Boa noite meninas ( em sua maioria ) Sou homem me chamo Walace e tenho uma namorada q tem vaginismo, descobrimos a meses e só agora começamos a tratar, pois foi dificil achar aqui no RJ uma clinica com profissional pra tratar disso. bom temos pouca evolução ainda mas to esperançoso .. pra quem foi do RJ é só procurar esse site http://www.augustomendes.com.br/
ligue e marque com o Doutor Augusto .. ele é maravilhoso e sabe tudo sobree vaginismo, esta ajudando bastante. bom é isso, resolvi colocar aqui a dica pois demorei muito pra encontrar esse sexologo e isso atrasou o tratamento,, entao quem for do Rj tem esse opção. .NÃO DESISTAM MENINAS FORÇA DE VONTADE ACIMA DE TUDO..ABÇS

Anônimo disse...

Olá,estou com um grande problema no meu relacionamento,antes de falar por aqui gostaria de falar por privado,me mande um email.Urgente se possivel!

wellington18@rocketmail.com

Anônimo disse...

Olá Walace!! Que bom deixar seu post aqui!! O caminho é esse mesmo! Procurar tratamento! Tb sofri muitooo tempo e fui curada em 4 meses de tratamento! Hj sou casada e muito feliz! Vale a muito a pena!!!

Anônimo disse...

Olá. Pois é estamos na luta ,tivemos boas evoluçoess em menos de um mes, mas ainda falta bastante.. por mim ta tudo bem, so tenho medo da indisciplina dela, pois como vcs saber doi muito mesmo q seja a dor psicologica, e ninguem gosta de sentir dor, logo ela nao se anima muito pros exercicios q o terapeuta passa, ae complica, mas eu insisto e vamos ver no q da..
abçs

Anônimo disse...

ola eu tbe´m tenho vaginismo, estou namorando a 1 ano e e nao conseguo ter penetração do pnis, sempre fiqueii fustrada com tudo isso. estou desesperada. e estou com medo de um dia vir a terminar com a relação. por favor peço ajuda.

Anônimo disse...

Oi, meninas

Sou casada a 43 anos, e sempre tivemos uma vida sexual maravilhosa, mas a quase 2 anos que eu não consigo mais ser penetrada, minha vagina parece que endureceu, e se insisto a dor é tão forte que eu desisto.
Sei que o problema é psicológico, pois eu sinto vontade de transar, fico excitad e lubrificada, mas na hora H não consigo relaxar pr conta da dor.
Sei que dois fatores foram decisivos para eu desencadear o Vaginismo, a falta de carinho e atenção dele, e o fato de eu começar a roncar e ele me fazer sair do nosso quarto.
Já tentei alguns exercícios com aquelas bolinhas, com alargadores vaginais e com pênis de silicone, mas sempre saio machucada depois dos exercícios, pois a pele racha e eu fico alguns dias sentindo dores.
Meu ginecologista me receitou uma pomada, mas tive de interromper o tratamento prque ela estava prejudicando minha circulação, apareceram várias varizes ...é fogo, né?
Mas hoje, lendo os depoimentos aqu no blog eu fiquei mais otimista, quem sabe ainda tenho chance de cura.
Beijos
Myriam

Flor de Liz disse...

Meninas procurem a ajuda de uma fisioterapeuta especialista em ginecologia. Fiz psicoterapia muito anos e não adiantou muito! Depois que comecei os exercícios com acompanhamento da minha fisioterapeuta, em menos de 10 sessões tive alta. Sou casada e hoje estou muito feliz. Vaginismo tem fim sim! Sofri por mais de 5 anos, me arrependo apenas de não ter buscado por uma fisioterapeuta a mais tempo. Pra quem mora no Rio de Janeiro... Procurem pela Dra Fernanda Pacheco, ela é ótima! ( fernanda@clinicaurofisio.com.br ) Se vc não mora no Rio procure na internet uma fisioterapeuta especialista em ginecologia.

Anônimo disse...

Depois que a cura acontece voces conseguem transar normalmente? Em varias posicoes e sem gel lubrificante? Eu vou comecar o tratamento em pouco tempo, e queria saber isso.

Anônimo disse...

Gente o vaginismo tem fim Sim!!! È so ter paciência e força de vontade. Não se desespere que isso eh pior..
Eu ja tive e hj eu faço sexo em todas as posições.. Vocês me ajudaram muito!!! beijão a todas!!!!!

Anônimo disse...

Há 5 anos que sofro de Vaginismo, descobri recentemente do que se tratava especificamente.. Já não sentia qualquer tipo de esperança, mas ao ver este blog e ler exatamente aquilo que eu passo todos os dias, pessoas que conseguiram passar voltou novamente aquele sorriso e aquela esperança ! Obrigada Mesmo, espero mesmo que consiga ultrapassar e possa depois contar a minha história como um sucesso :) Beijinhooos

Anônimo disse...

Ola meninas,meu nome é Luciana, tenho 31 anos, sou casada a 2 anos e meio, e venho tratando com Psicologa, mas parece que nada muda em mim, tenho vontade de largar tudo e desaparecer, mais lá no fundo peço forças a Deus para me ajudar, gostaria de saber de alguém que já se curou, o que eu posso fazer para mudar essa situação, meu maior sonho é ser mãe....mas como vou realizar esse sonho se nem penetração eu consigo. por favor me ajudem de alguma forma, me digam o que fizeram para se curar, onde foram?
Tem horas que eu acho que nunca vou me curar, mas se Deus permitir, eu serei mais uma ex vaginica, e vou contar a minha vitória. :(

Anônimo disse...

Luciana procura uma fisioterapeuta especialista em uroginecologia. Comigo deu super certo fazer os exercícios com ajuda de uma profissional, eu fiquei mais tranquila e estou conseguindo!

Anônimo disse...

Luciana, compreendo em muito a sua dor. Passei por isso por quase 1 ano. Fui a ginecologistas que se assustaram com o que estava acontecendo comigo e disseram que era normal. Pôxa, não era! Busquei informação, principalmente na internet, fiz os exercícios com dedos, exploração da região vaginal, muuuuuuita conversa com o maridão e sua ajuda para tentar superar o problema. Chorei muito, pedi muito a Deus, mas foi tudo muito devagar, um pequeno avanço por mês. Infelizmente, na minha cidade não há bons profissionais na área. Oro pela sua vitória também! Força e coragem.

Anônimo disse...

OLA...é a primeira vez que escrevo em um blog, não tenho muito o hábito de utilizar este meio de comunicação. Mas, gostaria de dizer que estou encantada com os depoimentos que li aqui. Eles me tocaram imensamente, pois pude perceber que não sou a unica que sofre com este trauma.
Tenho ate vergonha de expor aqui a minha história, pois tenho 30 anos, sou casada ha 02 anos e estou neste relacionamento ha 08 anos, SEM PENETRAÇÃO!!! tambem por questões religiosas deixei minha sexualidade de lado e nunca tive coragem de contar pra ninguem o que eu sofria... Daí uma semana antes de me casar, decidi procurar uma ginecologista e falar o que eu sentia, foi então que pela primeira vez ouvi a palavra "vaginismo" e contei ao meu futuro marido e pra minha irmã e somente para uma amiga que confio.
Por incentivo deles, principalmente do meu marido, comecei um tratamento com uma sexóloga. Mas, desisti de tentar depois das tres primeiras consultas. Eu sei que estou errada, talvez sendo muito egoista, mas é muito dificil pra mim, falar sobre este assunto e o pior era a tentativa da médica com a penetração do dedo, etc. É muito constrangedor, não sei se pra vocês não é, mas, eu me sinto invadida, com vergonha, medo, sei la.
Mas, a questão agora é que meu marido, depois de muito me cobrar por uma solução, agora parece ja estar cansado de tudo isso, e estamos passando por péssimo momento. Eu sei que ele tem toda razão, faz muito tempo que ele espera pacientemente e ele diz que eu acomodei porque pra mim não é tão importante. Eu me sinto deprimida, uma mulher incapaz! Li alguns depoimentos que falam da penetração de alguns objetos, vou tentar. Será que devo me masturbar? ou apenas tentar introduzir?
Agradeço, a este blog, a todos que se expõe com suas histórias e a partir de hoje irei acompanhar! Obrigada! Elen

disse...

Meninas, tem dias que eu entro em desespero, estou enlouquecida para ser mãe, e infelizmente ainda não deu, a aflição que sinto é muito forte, de pensar em fazer os exercícios eu já começo a chorar.Tem horas que dá vontade de sumir.....Beijos Lú

Anônimo disse...

hoje foi uma surpresa para mim descubri que existem pessoas com a mesma hitorias que a minha.eu sou casada a 6 anos eu não tenho a penetração, eu tento de tudo com meu marido mais nada adinta mais doi muito eu nunca fui pedir ajuda a ginecologista eu tenho medo e vergonha o que fala. eu quero tanto engravidar também, todas as minhas amigas que casou depois que euja tem filho meu marido que um filho eu não sei com fazer nem como pedir ajudar ninguem sabe dessa minha situação me ajudem

Anônimo disse...

por favor me indique um medico foi eu q esqrevi em cima eu quero i mais qual eu vou primeiro ginecologista,fisiteorapeuta pisigologo,vou deixa meu mail para alguem me indicar lu_futia@hotmail.com me fale me ajudem por favor

Anônimo disse...

Oi meninas,eu tive o vaginismo por 8 anos, e tudo que vocês comentam ou falam eu já passei, mas graças a Deus hoje me sinto completamente curada, fiz tratamento com fisioterapeuta e o que eu não acreditava mais aconteceu, hoje estou muito feliz e curada.. Tenho certeza que todas vão sair dessa, basta vocês mesmas acreditarem em si própria e irem atrás. Se precisarem de alguma orientação que eu possa ajudar segue meu email dayannemel@outlook.com

Anônimo disse...

bom dia, mnha mediCa ginecologista, sexologa disse que tnho vaginismo, agora aprofundando os estudos sobre tnho msmo, ja fiz 10 sessao de terapia estou desanimando parece que nao esta tendo melhora. Agora piorou essa ultima ela quiz colocar um cotonete em mim, quase pirei. Mas caramba era so um COTONETE. fkei feliz por achar esse blog estava mto triste. EU TNHO 22 ANOS CASADA FAZ 1ANO E 6MESES, EU CASEI VIRGEM, E ACREDITO QUE ATE HJ NAO HOUVE NENHUMA PENETRAÇAO ATE O FIM, BJUS PARA TODAS EU E TODAS QUE SOFREM ISSO VAMOSS VENCER!!!

Anônimo disse...

Oi Lu do dia 11 de Maio. Eu acredito que primeiro seja psicóloga ou sexóloga. Tenho visto nos cometários e eu mesma já passei por isso de a ginecologista não saber o que é vaginismo e falar que "você não consegue por que não relaxa ou tem frescura". Procure uma profissional psicóloga ou sexóloga em sua cidade, de preferência que entenda de vaginismo, e ela vai ajudar no que fazer. Um abraço

Anônimo disse...

obg sou eu a lu eu vou procurar eu tou muito deseperada eu não tenho mais alegria quero ser curada

Anônimo disse...

Meninas, ainda nao estou curada do vaginismo nao, mas acredito que o caminho e vc começar a conhecer a sua vulva ou vagina, as poucos pegue um espelho e comece a olhar, pesquise a net uma vagina com os nomes e de nomes a cada parte da vulva, ou seja grande labios, pequenos labios, clitores, ureta, abertura vaginal a ja ia esquecer omonte de venus. Depois comece a tocar e ver a sensaçoes, isso tem que ser aos poucos, dia apos dia. QUANDO JA ESTIVER CONFIANTE compre vasilina que é para lubrificar o dedo e VAMOS TENTAR INTRODUZIR NA VAGINA, bom meninas estou nessa parte ainda nao consegui, mas cada dia que passa estou mais confiante, e qlqr dia pode acontecer de eu introduzir esse dedo. NoSSA NAO ESTOU VENDO A HORA DESSE DIA CHEGAR, olha e nao pode ficar ansiosa viu, parece que eu estou, mas calma, temos todo o tempo pela frente se nao for hj, pode ser amanha, BJUSS meninas e vou ficando ak, para tentar introduzir esse meu dedinho. ass:NANDA

Anônimo disse...

meninas É A Nanda eu eskeci de falar que é bom tbem fazer o exercicio de contraçao e relaxamento (exercicio de Kegel), e pesquisa meninas tudo que fala de vaginismo, foi assim que fiquei mas confiante achei q eu era a unica pessoa qndo achei esse blog, nossa ja foi uma grande passo. VAMOS SIM SAIR DESSA JUNTAS.....um pouco da minha historia postei ak no dia 29maio2013. HJ ESTOU MUITO MAIS FELIZ!!!

Anônimo disse...

oi meninas eu marcai medico amanhã fisio especializada em uroginecologista D Fernada Pacheco eu tou muito nervosa como falar . eu vi aqui no blog sobre ela vou lar tentar minha cura.ta sendo muito dificil p mim pq niguem sabe desse meu problema meu marido vai com migo eu conversei com ele muito depois que eu li esse blog mostrei p ele eu nunca conversa com ele sobre isso eu sofria calada mais agora eu não aguento mais quero minha cura.torse por mim amigas sou lu matos

Anônimo disse...

Lu matos é a Nanda, me passa seu email para nos irmos nos falando temos o mesmo problema que se Deus nos permitir ele vai dar força para nos superar isso, consegui achar uma fisioterapeuta na minha cidade vizinha, fui na 1 sessao e apartir da outra vamos começar a fazer exercicios juntos...

Anônimo disse...

oi nanda meu email lu_futia@hotmail.com eu preciso muito conversa com alguem nesse momento eu preciso de uma amiga. me ajuda que eu te ajudo bjos lu matos

Anônimo disse...

eu tambem passo por esse problema,mas meu esposo é um homem muito paciente.eu tenho minha filha com ele,mas eu passo por esse problema(vaginismo)faz 3anos.eu tambem preciso de ajuda mas nao tenho condicoes no memento de consultar um especialista.mas eu estou consultando com piscologa e em nome de jesus eu vou vencer.todas nos vamos vencer mas temos q ter fé acreditar e se esforça.bjs

Maiane disse...

Meninas também sai dessa quem quizer ajuda, pode contar comigo, pois sei como é difícil passar por isso, e sem ter ninguém para ajudar, meu nome é maiane meu e-mail é maianepessanha@gmail.com Vaginismo tem cura simmmm..

Anônimo disse...

Meu caso e quase inacreditavel eu sou casada ha 5 anos nunca consegui ter uma relacao sexual com meu marido, mas nessas tentativas acabei engravidadando, agora imagine ums virgrm gravida! Ninguem da minha familia sabe do meu problema.meu parto foi normal eu nunca tinha imaginado que eu pudesse engravidar porque eu nunca consegui mesmo nem que meu marido introduzisse nem um pouquinho em mim.sofro muito com isso.so nao e pior porque meu marido e maravilhoso.ja tentei buscar ajuda mas moro num lugar desfavoravel tenho pouca condicao.moro no interior da bahia e por aqui nao tem especialistas.meu sonho e poder ter uma vida normal e finalmente consumar meu casamento dar essa alegria ao meu marido que me ama tanto.nao sei o que fazer .mas quando encontrei voces me deixou esperancosa e alegre.nao estou so .e so quem passa por isso sabe o quanto e dificil.desejo que consigamos vecer como algumas consequiram.obrigada por compartilharem esse assunto, e a primeira vez que falo sobre isso, bjus

Anônimo disse...

é a Nanda que posta, UAU vc conseguiu engravidar, parabens.....esse é meu maior medo nao consegui engravidar, pois meu marido ja qr ter filho mais eu enrolo digo que sou nova tnho 22 anos e faz pouco tempo que casamos, mas eu tnho vontade de engravidar sim....mas como eu nao deixo ele me introduzir....hj assisti um filme porno, sei la para ir me desinibindo, mas sei la isso foi mto forte, estranho....mas tnho confiança que um dia vou fazer igual o do filme...rsrsr.....MAS O QUE EU ACHO É QUE DPOIS QUE FALAR O QUE SENTIMOS....ESTE BLOG FOI UMA BOA OPÇAO PARA MIM....BJUSSS QUE DEUS O ABENÇOE, E QUE SANTA RITA INTERCEDA POR NOS TODAS....

Anônimo disse...

nossa eu fuquei surpresa com o caso 29 de julho não sabia que poderia engravidar.nossa vc ja teve seu bebe. lu matos

Fernanda Pacheco disse...

Olá meninas... Recebo em meu consultório tantas leitoras desse blog, que fiquei curiosa e resolvi espiar. Parabéns pela iniciativa de vcs! É super importante que vcs conversem e saibam que vaginismo infelizmente é algo bastante comum, porém existe tratamento especializado. Acabo de publicar on line algumas informações e exercícios que podem ajuda-las bastante:

http://vaginismoefisioterapia.blogspot.com.br/

Sei que é difícil começar esse tratamento sozinha, até mesmo pela falta de informação... Para as meninas que desejam ajuda da FISIOTERAPIA UROGINECOLÓGICA deixo aqui os meus contatos.

Um abraço e boa sorte a todas!!!

Dra Fernanda Pacheco

CLÍNICA UROFISIO : (21) 2262-5335 / (21) 3553-7287
Av Almirante Barroso, 63, sl 317, centro. Rio de Janeiro

fernanda@clinicaurofisio.com.br
(21) 9560-9080 - meu celular

Anônimo disse...

Pois e meu filho tem dois anos,e foi parto normal,nem eu acredito ainda.mesmo depois disso nao consegui ter relacoes com meu marido.confesso que eu fiquei confiante pois depois de levar tantos toques e ter um bebe de 3 quilos,pensei que a coisa ia andar mas nao consegui.mas meu marido nao desiste de mim pq eu vou desistir?bjus lu matos

Anônimo disse...

Pois e foi uma surpresa para mim e meu esposo,o medico que fez meu parto nem soube que era o parto de uma virgem.confesso que tive medo do parto mas foi tranquilo embora doeu muito mas foi um bom parto.mesmo assim nao superei o vaginismo.mas estou confiante nanda.bjus

Thalita disse...

Olá,
Meu nome é Thalita, sou fisioterapeuta no Hospital das Clinicas de São Paulo, e estou começando um projeto de tratamento para mulheres com vaginismo. As interessadas podem entrar em contato pelo e-mail:
thalita-fisio@hotmail.com

Obrigada!

Anônimo disse...

Olá, conheci este blog hoje. Namorei por 5 anos e estou casada há dois anos e meio. Também sou virgem e já fiz váriassssss tentativas de transar com o meu marido e nada. Numa dessas tentativas, eu engravidei. Meu filho tá com 1 ano e 2 meses e agora é que eu procurei uma sexóloga e vou ver uma fisioterapeuta especializada. Infelizmente, o vaginismo, que sei lá pq eu tenho, desgastou meu casamento e agora o meu marido não tem paciência para esperar tratamento algum, diz que hoje gosta de mim como um amigo. Enfim, peço que torçam por mim mesmo assim e digo que procurem ajuda antes que um problema maior aconteça na vida de vocês, no casamento de vocês. Merecemos ser felizes, eu irei em busca da minha felicidade e não desanimarei. Abs.

Vencendo o Vaginismo. disse...

Meninas não desistam nunca, a cura depende de vocês, um grande beijo.

Anônimo disse...

meninas entram no blog na Dr Fernanda Pacheco
http://vaginismoefisioterapia.blogspot.com.br/
vcs vão amar....

Anônimo disse...

Oi meninas, boa noite! Espero que alguém veja minha mensagem e me responda.. me da uma tristeza qdo eu entro aqui e tem poucas mensagens atualizadas. Eu mesma me desanimo muito para escrever... começo e me da vontade de apagar, mas vou postar, pois deve ter mais gte sentindo falta de uma conversa, assim como eu.
Tem alguma de vcs que me indica uma sexóloga em Campinas? Obrigada, beijos

Vencendo o Vaginismo. disse...

Oi Anônima do dia 4 de agosto, já tinha visto sua mensagem a muito tempo mais como não deixou um e-mail li e hoje que tive tempo de postar aqui algumas coisas que sei sobre tratamento em São e em campinas segue abaixo:

*Dr. Priscila C. Junqueira-Psicologa e sexologa
sei que ela atende pela Unimed de campinas, acho que para você será mais fácil achar o telefone pois eu não conseguir achar,pois não tenho o número da unimed de campinas.

* Ambulatório de Sexualidade
Rua Embaú, 66, Vila Clementino.
Fone: 5549-6174.
O tratamento é GRATUITO!!

*Fisioterapeuta do Projeto Afrodite
Mais informações, direto comigo: benditasmulheres@yahoo.com.br"

*Instituto de sexualidade de Campinas
Telefone ( 19) 3396-8434
http://www.centrodevida.com.br/terceira-idade/sexualidade_feminina.html

Qualquer coisa so me enviar um e-mail, maianepessanha@gmail.com e é isso mesmo busque a cura pois ela só depende de você bjinhos



Anônimo disse...

Olá a todas!

Vou abreviar e contar rapidamente a minha história:

Tenho vinte e sete anos e namoro desde os 16 com o mesmo rapaz. Alguns meses depois de namorarmos decidimos tentar a nossa primeira vez e não resultou, nem a segunda, nem a terceira, .... durante DEZ ANOS! Usávamos vaselina, geis lubrificantes, etc, e nada ... Eu sentia-me diferente de todas as mulheres e revoltada por não conseguir ter uma relação sexual com o meu namorado. Para o satisfazer fazia sexo oral, mas não passava disso. Nestes dez anos de namoro muitas vezes ele me acusava de eu não me esforçar e chamava-me medricas, o que não era o caso.
Nunca tive coragem de contar isto a ninguém, sentia vergonha de mim própria e por ser diferente das outras mulheres. Revoltava-me porque eu não era daquelas que queria fazer sexo com todos os homens, eu só queria poder ter e dar prazer ao meu namorado!
Este ano tive uma consulta numa ginecologista pela primeira vez (já tinha ido a várias mas nunca mais voltava, achava que nenhuma me resolvia o problema)... assim que ela me perguntou o que me levava lá eu desatei em pranto a contar a minha situação. Ela foi muito querida e apenas me disse que só dependia de mim e da minha coragem ... Ela contou-me de uma paciente que tinha vaginismo e que com ajuda de terapia psicologica se curou e que até teve gemeos de parto natural recentemente.
Desde esse dia não me senti a única "estranha" no mundo. A pouco e pouco fui explorando o meu corpo, punha um espelho pequeno no chão e via a minha vagina, dia após dia.
No dia 10 de agosto deste ano tive, naturalmente, a minha primeira penetração. As lágrimas cairam-me de alegria. Nas vezes seguintes ainda pedia ao meu namorado para primeiro introduzir os dedos antes do pénis, agora já entra cada vez com mais naturalidade. Sinto-me muito feliz e queria partilhar esta mensagem de esperança a todas as mulheres que passam o mesmo problema que eu passei.
No vosso caso não sei o que vos dá força, a mim é a força de Deus, tenho mesmo muita fé e isso ajuda-me a superar várias adversidades.
Foram dez anos muito muito dolorosos, por isso não se sintam sós e acreditem que vão superar.
Se alguém precisar de alguma dica eu estarei cá para ajudar.

Ps. Antes de me "curar" vinha a este blog ver os comentários de outras mulheres, nunca escrevi o meu caso, mas ao ler não me sentia a única com este problema.

Um beijinho e coragem!

Anônimo disse...

Gente, só tenho uma palavra para dizer no momento: amei!!!!!!!!!!!!!!!

Amei vocês, amei o blog, amei tudo...

Estou vendo pela primeira vez e estou chorando de alegria, de felicidade por ter descoberto todas vocês... Eu estava sozinha, ninguém entendi o meu problema, nem os inúmeros médicos que eu fui relatar o meu problema... nada, nenhuma dica, nenhuma solução... um médico ainda teve a audácia de dizer que eu não gostava do meu namorado, olha que absurdo e que tamanha falta de conhecimento....

Bom, por hoje é só, pois estou muito emocionada, mas vou voltar sempre aqui e conversar mais com vocês...

Beijos a todas,
Carol.

Anônimo disse...

Carol, é um absurdo msmo, para mim tbem foi mto importante achar esse blog, agora por email tnho pessoas com a msma dificuldade de mim, estou na luta pelo tratamento, mas ainda nao consegui resultado, mas estou anciosa, para resolver esta questaozinha!! um forte ABRAÇO e força... bjokas NANDA*

Anônimo disse...

Gente pelo amor de deus preciso de ajuda meu vaginismo eh bem diferente do de vcs eu ja nao sei oq fazer. N tnhu dinheiro para pagar o tratamento. Se é coisa da minha cabeça posso curar. Certo? Deixem o email de vcs aq ou o face ou o whats pq eu volto aq p add preciso de no mínimo um apoio.. seila ;/ obg...

Anônimo disse...

Meninas tive alta!!!!!!!! Finalmente pude concretizar o meu matrimônio!
Graças às dicas de vcs aqui no blog, consegui achar a Dra Fernanda Pacheco... Eu nem imaginava que existia fisioterapia pra isso. E qdo a doutora me falou que eram necessárias poucas sessões, eu realmente não acreditei... Pq não fui alertada que existia tratamento há 5 anos atrás qdo relatei o meu caso para a primeira ginecologista??? Fiz só 14 sessões de fisioterapia. Acreditem!!!! Não sinto mais dor, ardor ou incômodo! Daqui a pouco quero engravidar! A doutora falou que posso ter parto normal inclusive, mas não sei se terei coragem! Força meninas!!! E muito obrigada pela ajuda!!! Vcs salvaram a minha vida conjugal ! PRa que não tem fisioterapeuta uroginecológica ainda, aqui vai a minha dica: www.clinicaurofisio.com.br (21)2262-5335 E o celular da Dra Fernanda é 9560-9080 . Ela me autorizou a dar o celular! Bjo gente ... Muito muito obrigada! Boa sorte pra vcs! (Camila)

Catharinne disse...

eu tenho 18 anos, vou fazer 19.. eu nao tenho como pagar o tratamento, tenho um namoro a distância que já passou por altos perrengues nesses anos e me sinto perdida, sozinha, e altamente derrotada. Sei que não sou casada nem nada, mas como uma boa escorpiana que namora um bom escorpião, e como a distancia complica tudo.. e bom, vcs se lembram do furor da idade.. é tão complicado. Eu trabalho como vendedora e tenho bolsa na faculdade, mas nao tenho como fazer os tratamentos, ainda mais sem saber qual vai ser direto o mais eficaz pra mim. Me sinto perdida Meninas. Preciso de ajuda. Identificar meu problema foi tão dificil quanto pensar na possibilidade de cura dele nao existir por longos anos..
se puderem me ajudar, algo em casa.. algo simples.. entrem em contato. por favor.

Anônimo disse...

ola meninas quanto tempo.e lu matos saudades eu tou na minha luta mais tou vencendo. tou na 11 sessão te fisio minha medica me ajuda muito Dr Fernanda Pacheco nossa ela e um anjo de Deus. as vesez da vontade de parar mais eu tenho um alvo quero vencer essa barreira. hj ta sendo importante p mim eu foi tentar ter relaçao com meu marido e consegui mais ta ardendo mais minha medica falou q e normal eu não vejo a hora que para de arde para eu sentir melhor e ter prazer com meu marido.meninas me ajude eu tou na reta final mais tenho muito medo ainda.de fazer sexo mais eu quero tanto ter uma boa relação.

Anônimo disse...

Olá meninas...bom tenho 22 anos, namoro 3 anos e há mais de 2 anos tentei a minha primeira relação, senti mta dor só de encostar o pênis, ele forçava o pênis ia pra baixo e nada ... pensei q fosse normal mas até hj nao consegui fico mto frustrada, choro.. nao tenho nem mais animo de tentar. Resolvi procurar uma ginecologista há uns 3 meses .. contei da minha duvida de ter ou nao vaginismo, ela então disse q ia tentar inserir o dedinho dela pra ver oq eu sentia, ela colocou com mto lubrificante eu não senti nada, senti apenas incomodo e dor qdo ela mexia no hímen.. então ela disse q eu nao tenho o vaginismo, mas disse pra eu ir colocando o dedo, 2 dedos etc (se eu nao tenho vaginismo, nao deveria precisar disso nao é?)... faço terapia há uns 2 anos tb mas devido outros motivos, mas já toquei nesse assunto várias vezes pois isso só piora as outras coisas...ela dizia no começo q tinha q relaxar q nao tinha q ir na expectativa, nao programar nada etc, hoje em dia diz q devo ter um pseudo vaginismo disse pra ir colocando o dedo tb etc... disse pra eu procurar outro ginecologista... mas moro num fim de mundo duvido q irá ter algum especialista.. estou muito insatisfeita com a minha vida, me sinto uma incapaz, fico mto angustiada.. aí semana passada passei por uma situação horrivel, super constrangedora pra mim tudo por ainda ser virgem e nao poder realizar os exames ginecologicos, decidi que preciso fazer algo...então domingo decidi tentar inserir meu dedo como a ginecologista e a psicologa falaram... eu tinha AGONIA só de pensar em colocar meu dedo.. nao sei explicar ... se fosse outro objeto nao teria agonia, mas meu dedo eu tinha muito (ainda tenho um pouco).Enfim mesmo assim tentei e consegui o dedo médio super de boa... mas só coloquei e tirei umas 3 vezes... fiz o mesmo ontem e hoje só q agora fico "explorando" lá dentro um pouco não sinto nenhuma dor ou incomodo lá dentro porém sinto uma dor bem desconfortavel, na entrada da vagina mesma dor das vezes que tentei penetração... acredito que seja por causa do hímen e tb qdo passado o dedo sinto um calombo na parte superior na entrada, eu aperto mas ele nao dói, mas sinto a entrada mto estreita! quiz colocar dois dedos ontem nao conseguii, hoje nem tentei...enfim gostaria de saber se esse "calombo" na entrada é normal? sou muito incucada com as coisas logo penso em ser algum problema "físico"... estou pensando em comprar os dilatadores ou as velas como li em alguns comentarios... mas 3 dias com o dedo e sentindo o mesmo desconforto me deixam desestimulada, penso que nunca irei conseguir...

Anônimo disse...

Que bom encontrar o blog! Estou casada há 5 anos e não consigo ter relação com penetração. Consigo fazer todo tipo de exame ginecológico e fico excitada quando o meu marido penetra os dedos. Só não consigo mesmo com o pênis. Também não sei mais o que fazer. Será que vocês podem passar algum contato de algum fisioterapeuta que trabalhe em Fortaleza?

Anônimo disse...

OI entao eu estou perdida já passei em duas ginecologista as primeira disse pra eu tomar uma anestesia e tentar uma cirurigia pq eu ainda tinha himen, a outra disse pra eu tentar exercicios com o dedo até ir dilantando ai perguntei se poderia ser vaginismo ela minha olhou e disse que poderia ser mais sem mais explicacoes parecia que ela nao entendia do que se tratava tb. Devo procurar um terceiro médico??to perdida mesmo.

Anônimo disse...

caso 21 de outubro vai na fisioterapeuta ginecologia. vc e de onde ? me fala que eu vou te ajudar. bjo0o0os vc vai conseguir assim como venci vc vai tbm

Anônimo disse...

oi meninas eu venci o vaginismo. eu sou a Lu matos acreditem eu fiz 15 sessão mais tou curada..sou casada a 6 anos agora consegui tbm concretizar meu casamento e foi maravilhoso não doeu nada confia e vcs msm vcs tbm pode . ler minhas historias ai vcs vão ver o quanto eu sofri mais ei venci pq eu percisti na minha cura...

Vaginismo - Rumo à Cura! disse...

Lu Matos, parabéns pela cura.
O importante é não desistir jamais!
Felicidade 1000 p vcs.
Beijos.

Anônimo disse...

Minha historia começa assim.comecei a namorar com 16 anos, meu namorado que hj e meu marido sempre foi muito paciente com migo ele era carinhoso. eu fiquei namorando 3 anos com ele e não tivemos nenhuma tentativa de relação pq eu e ele eramos evangelicos e minha criação foi muito rigorosa, eu apredi ter medo de sexo,casei com 18 anos ai que começou minha tristeza no dia da minha lua de mel passei o pior momento da minha vida,não conseguimos nada pq doia muito ai eu fiquei com medo fomos para casa eu pensei que ia conseguir tempo foi passando ja tenho 6 anos de casada mais nada acontecia eu sofri muito mesmo tinha medo de ir no ginecologista e falar o que eu tinha. porque nen eu mesma sabia oque eu tinha. um dia eu pesquisando na internet foi procurar alguma coisa sobre isso ai achei um blog,foi ai que eu vi oque eu realmente tinha, nossa eu fiquei surpresa que tinha varias mulheres com esse problema.nesse blog descobri a Dr Fernanda resolvi ter atitude e marca minha consulta fui com meu marido que todo tempo esteve au meu lado com paciencia, carinho e amor foi ai que eu descobri que eu tinha uma esperança, eu cheguei la de primeira ela ja sabia oque eu tinha nem precisei falar muito.ai começou minhas sessão a 1 sessão não foi facil fiquei com vergonha,medo mais sai de la confiante eu não cheguei em casa e fiquei treinando muito fui muito percistente e consegui em casa penetra o numero 1 inteiro fiquei bem feliz, mais na 3 sessão tive vontade de desisti fiquei desanimada achando que eu não ia conseguir mais a Dr Fernanda me ajudou muito ela foi minha amiga me dando animo ela conversava com migo falava que eu ia conseguir isso me ajudava muito.não foi facil fazer essas sessão foi dificl mais eu tive que querer ser curada eu persitir na minha cura fiz 15 sesões de fisio. cada sessão era uma conquista as vezes guando eu pensava em dessiti eu vi que eu tava vencendo o vaginismo.nossa guando eu comecei ter relação com meu marido foi tão maravilhoso eu me senti completa valeu a pena fazer todos os exercicios e casa e cada sessão valeu. hoje eu me cinto mais realizada eu estou curada eu estou muito feliz agora estou tentando outro sonho espero que aconteça logo ... meu bebezinho .... minha cura tbm dependeu da D fernanda Pacheco,vou deixa o email dela www.clinicaurofisio.com.br (21)2262-5335 E o celular da Dra Fernanda é 9560-9080 ass Lu

Anônimo disse...

Para Catharinne

amiga, compre os dilatadores vaginais, acho que é a melhor forma de conseguir a cura...
eu comprei desses, o preço é mais acessível e são ótimos

http://www.toysexshop.com.br/catalog/product/view/id/5176?utm_source=shopmania&utm_medium=cpc&utm_campaign=direct_link

Anônimo disse...

querida anonima 1 De Outubro De 2013 21:28
como assim ja conseguiu colocar os dedos vc está super no caminho nao desanima.....nunca vc é vencedora.... o pior sou eu.... faz 10 meses estou procurando introduzir algo em mim ja comprei vibrador e nada nao consigo.. me trava...........eu tnho a sua idade tbem mas sou casada, e nao consigo fazer completamente com meu marido ate hj.... mais for;a vamos conseguir.... Nanda*

lezinha disse...

oi meninas... bom eu me casei com um homem maravilhoso em abril de 2004 ou seja vai fazer dez anos... e ja sofri muito com esse problema que até então pra mim era desconhecido... nunca consegui ter uma penetraçao pois quando ele queria penetrar mais nossa doia muito... apesar de fazer exames ginicologicos constantemente sempre sentia muita dor...e nunca consegui engravidar achava que tinha algum problema... fiz varios exames e tudo deram normal... mais hj defitivamente descobri meu problema é que como eu não tinha penetração direitos os espermas não conseguia chegar no lugar... nossa sofro muito com isso...mais estou decidida ir atras da minha cura... amo meu esposo quero ser feliz com ele quero ter filhos e definidamente com esse problema é impossivel...

Anônimo disse...

Oiiiiiii que bom encontrar esse blog hj. Hoje de manhã fui na Ginecologista, na verdade foi retorno, fique muito empolgada com ela na primeira consulta, mas hoje... Que decepção, levei os exames e queria uma solução pro meu problema, mas não tive, mais uma vez ouvi "isso é normal". Acho que tenho vaginismo, não tem outra explicação, quase 2 anos de casamento, e nada, só dor, pro meu desespero, não consegui fazer o exame transvaginal,

Anônimo disse...

O papanicolau doeu horrores, nem um O.B. Eu consigo por, é desesperador. Mas acho que tenho alguma esperança. Desculpe dividir deu problema na net

Anônimo disse...

que isso...estamos ak para isso ouvir o problema dos outros............eu tnho tbem...........so nao estou curada............estou um pouco desanimada....sei o que tnho que fazer mais estou desmotivada.... faz 1 ano que estou tentando e nada de introduzir algo em mim...... o exame papanicolau corro disso....a ginecol disse que tnho que fazer mais ate agora eu nao fiz nenhum.....estou triste **NANDA**

Vaginismo - Rumo à Cura! disse...

Olá, Guerreiras.
Estou fazendo tratamento com a psico, fisio e os dilatadores, tenho um blog e lá relato as etapas do meu tratamento. Deem uma passadinha lá, vamos trocar experiências, juntas somos mais fortes.
Abraços.

http://vaginismorumoacura.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Nem acredito que encontrei este blog. Bom, vocês devem imaginar o quanto de lágrimas que estão vertendo dos olhos. Não tinha nenhum problema em manter relações sexuais até "aparecer" o HPV. Me senti culpada, errada, enfim, coisas de quem não entendia o que era a doença. Entretanto, após isso nunca mais consegui ter relações normalmente com meu namorado. Isso faz um ano. Fui em diversas ginecos, pensando sempre que a dor era devido à candidíase ou puramente psicológico. Hoje conversando com uma médica ela me disse que eu deveria ter vaginismo e me prometeu procurar auxílio com colegas dela para me indicar alguém. Quando entrei neste blog, senti uma esperança que tomou conta do meu coração. Incrível ler tantos depoimentos em que eu me identifico e torço para que todas encontremos a cura. Hoje acho que finalmente encontrei a causa das minhas dores e não vejo a hora de encontrar a solução! Boa sorte a todas nós! Vamos conseguir!

Anônimo disse...

Meninas, a cura existe!
Sofri por muitos anos com isso e milagrosamente consegui! E na primeira vez com todas as posições. Vcs devem perguntar como assim? Primeiro lugar me conhecendo melhor e segundo botando na cabeça que o corpo é nosso e nós é que devemos mandar nele e não o contrário. É difícil isso? Sim e MUITO!! Mas não é impossível, meninas o corpo foi programado para sair um bebê, então o resto tb precisa acontecer!
Não doeu absolutamente NADA, o incômodo é muito pequeno. Não existe isso de "rasgar ou machucar", como eu pensava e muitas aqui devem achar.. Não gente, não doi! Persistam, façam exercícios em casa e aos poucos td vai dando certo! Bjo, LETICIA

Anônimo disse...

Boa noite, pessoal. Para quem está interessada em usar absorvente interno, vcs sabiam que existem uns com aplicador de plástico? É mais tranquilo de colocar, nunca consegui com outros, mas com aplicador de plástico foi relativamente tranquilo. Como ele é liso, vai mais fácil! Relaxei, me concentrei e fui devagar. Achei um bom começo para a cura. Comprem um tamanho pequeno e com aplicador de plástico, pq tentei com um outro material e não deu certo. Beijos!

Anônimo disse...

ola minhas amigas eu de novo a Lu matos. com uma super novidade eu tou gravidaaaaa que benção. descobri dia 15 de dezembro nossa meu marido ta muito feliz. tem 3 meses que eu recebi minha cura do vaginismo e recebi essa vitoria valeu a pena depois de 6 anos de casada eu tou curada agredeço a Deus em primeiro lugar Depois minha medica D Fernanda Pacheco e meu marido que sempre esteve ao meu lado

Clarisse disse...

Olá, meninas! Também sinto dores durante o sexo,então resolvi criar um blog também para compartilhar com vcs um pouco da minha história. Confere aí: http://sexoedor.wordpress.com/

Clarisse Correia disse...

Olá, meninas! Criei um blog, no site blogger, para nos comunicarmos melhor e juntas vencermos essa fase! Dá uma olhadinha aqui: http://superandoadispareunia.blogspot.com.br/

Mariana em busca da cura disse...

Oi Lu Matos!
Parabéns!
Espero poder contar uma noticia boa dessas em breve tbm.

Anônimo disse...

a dani não escreve
mais??????

Anônimo disse...

Estou sofrendo com esse problema, não sei se vem de um trauma sofrido na infancia. tem afetado minha vida pessoal, tenho vontade de fazer amor com meu parceiro, mas sempre que tentamos ele não consegui me penetrar e sempre diz que eu não estou relaxada e fecho a entrada da vagina. vou seguir as dicas que tenho lido na net de mulheres que tambem sofrem com isso fazer os exercicios se não surtir efeito pretendo procurar um ginecologista pois não aguento mais essa angustia de saber se sou normal. me sinto muito mal quando tentamos e não conseguimos me sinto frustrada mesmo ele sendo compreensivo e dizendo que não tem problema. Ler seu blog me trouxe animo pra lutar muito obrigada de verdade.

Anônimo disse...

Olá!!!

Sou casado a três anos, e mesmo durante o namoro minha companheira já demonstrava sinais do que depois descobrimos ser vaginismo, na época nem buscamos ajuda, efeito de nossa inexperiência, todavia, com o tempo caimos na real, vimos que não era normal tal situação, eu e ela buscamos ajuda de um médico ginecologista, o mesmo disse que seria necessário uma cirurgia, ela fez na clínica do mesmo, foi cara, no entanto estavamos esperançosos em ter uma vida "normal", mais a frustração foi imensa, pois tal cirurgia não surtiu efeito algum, quando eu começei a ler sobre o vaginismo entrei em uma profunda tristeza ao lado da minha esposa, pois descobrimos que o médico traiu nossa confiança, indicou uma cirurgia para algo cujo único tratamento é o psicológico/fisioterapia. Desde essa situação minha esposa perdeu a coragem de procurar tratamento, ela diz que vai conseguir sozinha, eu sei que não tem como ela se curar assim, então procurei ler o máximo sobre essa "doença", encontrei ótimas clínicas com profissionais experiente e capazes, no entanto ela desconversa, chora e briga toda vez que falo no assunto, isso já vai fazer um ano, não sei mais o que fazer, tem momentos que fico "subindo pelas paredes", tem períodos que em um mês tentamos apenas duas vezes, aliado a essa situação tenho que lidar com as investidas de outras mulheres, e me envergonho de admitir que já cai algumas vezes, mais não fui até o fim, sendo apenas beijos com algumas preliminares, quero ter uma ida normal é com minha esposa, mais na situação atual... o que me vem na cabeça é que não conseguiremos... isso me deixa ainda mais suscetível as tentações... mesmo eu não querendo, sonho em ser pai e assim essa situação se torna cada vez mais pesada. Sei que o peso maior está sobre os ombros de minha mulher, mais ultimamente me sinto carregando ele e esse problema, tendo em vista que ela não demonstra querer se tratar. O que faço? Por favor me aconselhem para que eu possa convencer minha esposa a "nos" tratarmos.
obs: sei que talvez eu passe por um egoísta, por favor não me julguem... dói tanto amar e não ter uma vida normal com quem se ama... e o fato dela não querer se tratar piora a situação.

Princesa disse...

Olé anônimo do dia 02/05, nossa como é importante ouvir o que o homem sente em relação ao vaginismo, eu sofro muito sabendo que o meu esposo passa exatamente por essas situações que você relatou, gostaria de indicar para que você leia os blogs do Marcelo, assim como você, ele é marido de uma vagínica, e embora não esteja mais na ativa com os blogs todo o conteúdo é muito interessante, ou seja, você vai ler o ponto de vista de um homem sobre um universo e uma dor que normalmente só é compartilhada por mulheres. Quanto a sua esposa, sugiro que peça para ela ler as histórias de vaginismo neste e em outros blogs muito bons que encontramos na internet. Os blogs do Marcelo: Cartas de um marido vaginista e Botão de Rosa

Anônimo disse...

Ola meninas sou uma ex vaginica e gosto de ajudar mulheres com a cura. Caso queira conversar maystany@hotmail.com, bjs

Vaginismo - Rumo à Cura! Melissa disse...

Penso que antes de tudo, neste momento sua esposa está precisando de ajuda psicológica, além da frustração que é ser vagínica, ela passou por outra que foi o fato de ter alimentado falsas esperanças quanto à realização da cirurgia. É normal que ela esteja tão desacreditada e pense em desistir. Algumas sessões de terapia fará com que as esperanças se renovem.
A cura é possível. Parabéns por não desistir da sua esposa.
Abraços. Melissa.

Anônimo disse...

Olá anônimo.
Sou casada há 7 anos. E somente esse ano eu tomei 'coragem' de aceitar o vaginismo. Tbém brigava, chorava, discutia. Achava q não tinha jeito q eu era diferente e pronto.
Estou curada e consegui a cura em casa mesmo e sozinha. Comecei com vários exercícios e dedicação durante a semana e aos finais de semana tentávamos o sexo. Eu sabia e não ia conseguir mas não me frustava. Foquei no meu maior objetivo. Minha cura.
Comecei no carnaval e hj eu estou curada. foram exatos 3 meses. Lendo vários artigos todos os dias e fazendo meus exercícios regularmente. Não comprei kit algum. Comecei pelo exercício do espelhinho, cotonete, dedo, depois comprei um plug bem fininho e daí eu fui aumentando até conseguir meu objetivo. Ainda tem algumas posições q sinto medo ou dificuldade mas o carinho e a compreensão do meu esposo tem sido fundamentais.
Não desista da cura. Mostre pra ela q ela pode. Cada etapa vencida é a vitória e posso garantir q a cura é a melhor sensação do mundo..
Bjos Aline Ex vagínica.

Anônimo disse...

Olá pessoal,

Como me curei de um vaginismo que durou mais de 8 anos acho importante compartilhar aqui minha cura, logo eu, que muitas vezes achei que seria impossível.

Bem pessoal, tenho um companheiro há 9 anos, sempre fui muito liberal e comecei a namorar depois dos 20, quando decidi que já estava no tempo de começar minha vida sexual me "deparei" com esse problema que a princípio me deixou aterrorizada. Pensei no começo que tinha alguma anomalia, algo "fechando" meu canal vaginal, mas obviamente tudo decorrente da frustração. Fui à 3 ginecologistas diferentes e todos afirmavam ser vaginismo, pois eu era normal. Mas todos os ginecos me tratavam logo dizendo que tinham pacientes que foram curadas, isso me aliviava bastante. Através da internet, desses blogs mesmo, descobri várias outras pessoas com o mesmo problema, algumas como eu, passaram anos para se curarem, mas no meu caso a situação era mais complexa, sou de uma cidade do interior sem especialistas (psicólogos e fisioterapeutas) tratando desse problema, me desesperei, algumas vezes eu tentava com meu parceiro mas não conseguia. Todo o tempo nunca deixei penetrar nem um dedo senão morreria de dor. Sempre estive com o mesmo parceiro, meu melhor amigo, grande amor e parceiro pro que der e vier, bastante paciente, e isso me ajudou muito e garanto a vocês que chegou um momento em que tive tanta pena da tristeza que ele sentia por eu não me curar que decidi superar esse problema. Sempre estive "cega" pensando só em mim nessa relação, se doía eu desistia e ele que se "fodesse", acredito até que o meu vaginismo está relacionado à minha mania de autoridade e fazer tudo que apenas me agrada. Pois bem, depois de 8 anos sem conseguir nada de penetração e após refletir muito, me desligar totalmente que eu tinha esse problema, parei até de entrar em blogs que tratavam do assunto, decidi ENFRENTAR o problema, sabia que a dor que iria sentir seria suportável, pior que, sempre senti a dor mas achava insuportável, mas mentalmente decidi que iria tentar sem desistir, então fui em frente, pedi para ele comprar a camisinha mais cara, uma da skyn(sensação de usar nada) e exagerar no lubrificante, com isso deixei a penetração ocorrer apesar da imensa dor, ficava bem machucada a região, dias depois tentei novamente, a dor persistia, as semanas se passavam e nós não desistíamos, depois de mais de 1 mês tentando conseguimos a penetração, que me fazia sentir dor em tudo dentro de mim, até vontade extrema de mijar sempre. Essa dor interna durou muito, mais de meses, mas foi aliviando, e ainda sinto raramente, mas com o tempo fomos aprimorando as posições e com uma boa conversa foi dando tudo certo, também lembrava que toda vez que houvesse a penetração eu tentasse fortalecer a musculatura da vagina e percebi que eu estava conseguindo, isso ajudou pra caramba. Para sentir prazer de verdade e conseguir meu primeiro orgasmo durou 6 meses e comecei a entender que tudo precisava de uma adaptação, que a dor ia passando, cada penetração era um terror, a dor "lá dentro" era suportável. Hoje sei que meu corpo foi se adaptando e a dor sumindo, e hoje, com meus 32 anos tenho um mega motivo para ser mais feliz, também compartilho com Deus essa conquista, pois rezei muito nos últimos meses, pedia muito minha cura.

Todos podem se curar, não desistam, sei que desisti muitas vezes, mas uma hora você vai enfrentar esse problema, trincar os dentes de tanta dor e depois, pode até durar, mas magicamente a dor some e você descobre que é igual às outras mulheres. Boa sorte garotas!!!

Anônimo disse...

Olá meu nome é Rosilda e também tive esse problema não da forma mais grave, mas tive e é muito ruim, por não ter como frequentar um profissional recorri a Deus e acreditem eu melhorei, confiem seus problemas e enfermidades a Deus, basta ter fé pois ele tudo pode.

Anônimo disse...

Olá eu também tive esse problema não da forma mais grave, mas tive e é muito ruim, por não ter como frequentar um profissional recorri a Deus e acreditem eu melhorei, confiem seus problemas e enfermidades a Deus, basta ter fé pois ele tudo pode.

Anônimo disse...

É muito bom saber que não sou a ET que sempre achei... chorei várias vezes lendo estes depoimentos e quero muito voltar aqui pra contar da minha cura. Tenho 33 anos e virgem... morro de vergonha, ninguem sabe, pros parceiros que ja tive inventava mil e uma desculpas, e nunca consigo levar uma relaçao a frente, talvez pelo medo da relaçao sexual. Tentar já tentei muito, o dedo entrou algumas vezes com uma certa dificuldade, comprei um vibrador mas é muito grosso e não consigo fazer nada. Como não consigo falar disso com ninguem pois me sinto anormal to aqui pra dividir com pessoas iguais a mim que vou começar hoje com os exercicios propostos pela doutora Fernanda que tantas de vcs indicam, ja estou no site comprando os dilatadores que uma colega indicou acima, não aguento mais me sentir tão diminuida, obrigada a todas que falaram sobre esse assunto e pretendo tambem poder ajudar mulheres que sofrem como eu num futuro bem proximo!

Dra. Lívia Alonso disse...

Olá queridas,

Sou fisioterapeuta especialista em vaginismo, assistam meu vídeo no youtube, tem algumas dicas e esclarecimentos. Posso ajudá-las.

Boa sorte à todas! Um bj
Dra. Lívia Alonso.

https://www.youtube.com/watch?v=5iQJZePp0ek

Anônimo disse...

Boa tarde queridas. Acho que agora os profissionais estão nos ajudando. Recomendo um site de uma fisioterapeuta que trata o vaginismo e pode nos ajudar on line. www.superandovaginismo.com.br

Anônimo disse...

bom sou a Nanda que vem postando sempre..... ainda nao estou curada... mas tbem naO desanimo da cura...............Cura VEM EM MIM!!!! estou feliz por Lu Matos, Maiane, Thais por me ajudarei e por sairem dessa..... Lu e lindo o seu bebe... q Deus ABENCOE... suas guerreiras!!!!

Anônimo disse...

Você tbm e muito guerreira amiga vc pode tbm .vc vai conseguir sim eu creio na sua cura. obg amiga Lu

Anônimo disse...

oi gente me sinto mais aliviada em saber que eu não sou a unica q passa por isso, pra mim é muito dificil principalmente pq tenho 17 anos e me casei a pouco tempo eu nao sei mais o que fazer eu perdi as esperanças e estou perdendo meu marido e isso é o q mais me dói :/ se alguem puder me ajudar manda o whatsApp to precisando conversa com alguem que me entenda obrigado

Manuela disse...

Gente
A dona do Blog não escreve mais não?
Mandei e-mail para ela e nada
Será que aconteceu algo???

Anônimo disse...

Ola eu e minha noiva ainda não tivemos relação e ela me confidenciou que em um outro relacionamento foi horrível teve pouquíssimas relações com muita dificuldade. O que eu poderia sugerir para ela pois casar para se frustrar eu nao acho legal, ja sou experiente. Mas não quero ficar com aquela sensação de frustração depois do casamento pois eu amo e antes que eu julgue ou torne para ela um terror o sexo queria poder ajudá-la e participar deste processo mesmo que de longe por favor me ajude. Eu acho que ela tem vaginismo sim

Manuela disse...

Olá anônima. Eu comprei o livro. Chegou no tempo que eles estipulam. O livro é muito bom. Estou na parte em que ensina a pressionar e relaxar o músculo PC.
Compre. Eu recomendo.

Anônimo disse...

Manuela que livro que comprou?!? Nanda*

Anônimo disse...

Am Juliana M, estou 42 anos de idade, eu e meu marido se casou com cada
outros 15 anos atrás e por um bom 14 anos não tive qualquer problema, nem mesmo
aborto, até junho do ano passado {2014} i engravidou com a ajuda de um
grande lançador de magias conhecido como Dr. Uzoya quem eu contactado através do meu bom
amigo que sentir a dor de ver o meu caso para ser um duro.
Antes dessa época, o médico disse que eu não posso mais dar à luz, que i
subiram ao palco de pus mono e, além disso, que a sessão de cesariana
que eu passei durante a fase inicial do meu casamento danificou minha
ventre, então eu estava desesperada e irresponsável sobre a notícia do médico, então eu estava
só living` esperando a morte chegar.
Quando meu amigo bom me deu os detalhes deste grande lançador de magias, i
em contato com ele imediatamente e ele me deu uma solução rápida para os meus problemas.
ele me ajudou a restaurar o meu útero, ele me ajudou com uma criança, sou assim
feliz compartilhando este testemunho de meus.
Agora estou feliz com o meu marido, meus pais, amigos e família, e na maioria das
tudo estou feliz de ver meu amado filho {KELLY JUNIOR M}. após este
grande lançador de magias tem feito isso por mim, eu lhe perguntar o que eu vou agora usar a
pagá-lo de volta para esta grande coisa que ele tem feito por mim, então ele me disse:
que seus deuses não é um deuses do dinheiro ou o preço, que herdou este poder
de seus antepassados, apenas para ajudar as pessoas. a partir de agora em diante, eu vou sempre
Desejo-lhe a viver por muito tempo. estavam neste planeta terra encontram-se alguém que
vai ajudá-lo muito, sem qualquer preço.
De acordo com meu amigo bom, dr.Uzoya me ajudou em seu conhecimento para
torná-lo inteligente e mais inteligente, e ele me ajudou a restaurar a minha
ventre e me ajudar a ter um filho, para que ele também pode ajudá-lo em todos os problemas
você está enfrentando.

por isso contacte-lo agora em druzoyaspiritualtemple@gmail.com

Manuela disse...

Oi. O livro do site vaginismus.com
Comprei só o livro.

tommy john disse...

Grande graças a dr ojas para trazer meu ex de volta e também por me abençoar com um filho, a maioria dos agradecimentos especialmente grandes para fazer com que os 20 milhões de dólares contrato possível para mim, você pode contatá-lo como templeofanswer@outlook.com se precisar de ajuda ou chamá-lo +2348148648318, muito obrigado senhor pelo que fez por mim e minha família, não pára de dizer o mundo até eu morrer.

Anônimo disse...

Dani, acabei de te enviar um e-mail com as minhas novidades do meu tratamento e contando um pouquinho do que aconteceu comigo no ultimo ano... passei por muitas coisas, mas estou indo rumo a um tratamento novo nos Estados Unidos. Minha mensagem é: não desistam de procurar a cura meninas!!! Estamos juntas nessa batalha!!!!!!!!!

Anônimo disse...

anonimo 24fevereiro...... ja faz 3anos que procuro minha cura mais ainda nao desisti..... estou participando de um grupo no wattsap que esta sendo mto bom para mim todas meninas tem ou ja tiveram vaginismo trocamos varias experiencias!!! caso queira entrar deixa seu numero!! bjim e sorte no seu tratamento ,,,,,, *NANDA

Marylene Siebra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Ooiii meninas,
Puxa! Não imaginava q tanta gente sofria desse mesmo problema! Pensava q estava só! Q poucas mulheres tinham isso, mas pelo visto eh bem mais comum do q eu podia imaginar!
Eu sou casada a 3 anos e sinto mts dores na penetração. Pensei q com o tempo e a prática sexual, essas dores fossem sumir, mas não sumiram. Não consigo ir a ginecologista tb, pois não consigo deixa-la me examinar. Acho q eu tenho vaginismo pelo q já li sobre isso.
Gostaria de alguma indicação em Salvador-Ba para poder me tratar. Alguém teria um especialista para indicar?
Obrigada!
E parabéns pela iniciativa da blogueira! Com certeza esta ajudando e incentivando mts mulheres a procurar ajuda e superar esse problema.

Marylene Siebra disse...

Vaginismo tem cura sim!
No meu consultório é a disfunção feminina mais solicitada para tratamento.
É importante que o profissional tenha conhecimento da sexologia e da fisioterapia. O tratamento para ser bem sucedido precisa de ambas as áres.
Elas precisam interagir. Isoladas não visualizo bons resultados.
marylenesiebra.blogspot.com.br

Marylene Siebra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Curada!!!! Quem diria que hoje eu voltaria aqui para dizer que estou curada!!! Fiz 10 sessões de fisioterapia com a fisio que vc me indicaram... A dra Fernanda Pacheco é uma amor de pessoa e uma grande profissional. Ela explica tudo como se fosse algo muito fácil e ao mesmo tempo compreende todos os nossos dramas. Na primeira sessão eu senti logo que estava no lugar certo e que dessa vez eu ia me curar de verdade!!! Consigo penetração sem nenhuma dor, já fiz exame de preventivo e ultrassom transvaginal... Tudo muito tranquilo! Quem diria!!! To mto feliz! Agora vou tentar engravidar! Em breve darei meu depoimento no blog dela, aguardem!!!! Pra quem mora no Rio de Janeiro... Eu recomendo a dra Fernanda! Ela atende na clínica urofisio no centro do RIO. Ela me autorizou a divulgar o whatsapp dela gente!!! (21)99560-9080
Boa sorte pra vcs!!!

Kelly disse...

Meninas!
Esse é um dos instrumentos que podem ser usados
http://www.desejooculto.com.br/produto/3736/peridell_massageador_terapeutico_pink

Pamela Durell disse...

Meu nome é Pamela Durell, eu nunca pensei que eu vou sorrir de novo, meu marido me deixou com duas crianças por outra mulher, todo o esforço para trazê-lo de volta falhou eu pensei que eu não vou vê-lo novamente, não até que eu conheci uma senhora chamada Emilly que me contou sobre um lançador de magias chamado Dr.OMOFUMA email omofumaspiritualtemple@gmail.com, Ela me deu seu endereço de email e número de celular e entrei em contato com ele e ele me garantiu que dentro de 48 horas o meu marido vai voltar para mim, Em menos de 48 horas meu marido voltou e começou a implorar por perdão dizendo que é o trabalho dos diabos, então eu ainda estou surpresa até agora sobre esse milagre, se você precisar de alguma ajuda dele você pode contatá-lo através de: email omofumaspiritualtemple@gmail.com. Caro Dr. meu Deus irá abençoá-lo para o bom trabalho que tem vindo a fazer na vida de muitas pessoas, eu nunca vou esquecer você.

(1) Se você quer que seu ex-costas.
(2) se você sempre tem pesadelos.
(3) Você quer ser promovido em seu escritório.
(4) Você quer mulheres / homens a correr atrás de você.
(5) Se você quiser uma criança.
(6) CASE TRIBUNAL E SEGURANÇA DO TRABALHO Magias:
(7) Você quer que seu marido / esposa para ser
para sempre teu.
(8) Se você precisar de ajuda financeira.
(9) Você foi enganado e que você deseja recuperar você perdeu dinheiro de volta.
(10) você precisa de um feitiço para parar o divórcio?
(11) você esteve doente ou dis-capazes e você precisa de cura?
(12) Hsv cura
entre em contato com seu e-mail agora ....

Email: omofumaspiritualtemple@gmail.com
ESTE HOMEM É GRANDE agradecimentos para o que você tem feito por me.i CONTINUARÁ tosquiar este testemunho AO PÚBLICO NA INTERNET.

Sonhadora.com disse...

Ola meninas nos fizemos um grupo no watsap p poder conhecer e compartilhamos experiencias se auguem quiser participar e só me add no wats q eu adciono 3173035969 (Gabriela) bjs

Lilia Ferreira disse...

Oi. Enviei um email esrou com esse problema. Gostria de sua ajuda por favor. Meu whatsap eh 11958055206

Lilia Ferreira disse...

Me add por favor. 11958055206

Manuela disse...

Posso te add para conversarmos?

Lilia Ferreira disse...

Pode sim. Fico aguardando voce.

Lilia Ferreira disse...

Pode sim. Fico aguardando voce.

Anônimo disse...

Sempre confortador saber da luta de tantas, das dores e das superações. Sei do meu vaginismo desde os meus 30 anos, antes disso a ginecologista dizia que a dor que eu sentia passaria com o tempo. Tenho 41 hj. Fiz terapia, Mexemos em coisas de família. Meu marido ficou mal com isso. Eu fiquei mal. Tudo regrediu. Tive depressão. Criei um trauma e desisti. Não consegui mais ir À ginecologista. Não vejo motivos para lutar tanto, aos 41 anos, para continuar. Não terei filhos. Sexo virou sinônimo de algo que é pra quem tem sorte de ter sido normal. Não me interessa mais. Pra que ter tanto trabalho, mexer em lá no fundo do psicológico? Eu e meu marido estamos bem. Somos muito amigos, nos divertimos, nos beijamos, abraçamos, compartilhamos uma vida boa. Triste, mas estou nesse momento. Admiro quem conseguiu. Adoro ler os posts!
Bjs

Marylene Siebra disse...

Vaginismo, a bola da vez!
Quem disse que não tem cura?
Tem sim!
Graças a Deus as mulheres estão mais conscientes e a procura de soluções.
No meu consultório é a disfunção sexual feminina mais solicitada no momento.
É importante que o profissional tenha conhecimento não só em fisioterapia mais muita experiência em sexologia e outras áreas do saber.
Cuidado com propagandas enganosas da Internet. Nem tudo que reluz é ouro!
Vejo profissionais com titulações que não existem.
Procurem antes informações sobre o profissional que vc escolher.
Onde se formou, se existem mesmo essas especialidades que dizem ter entre outras coisas.
Acessem:
marylenesiebra.blogspot.com.br
marylenesiebra@gmail.com
Estou com as postagens do blog atrasadas mas logo que possível deixarei em dia!
O IG mais presente.
Fortaleza -CE

Marylene Siebra disse...

Vaginismo, a bola da vez!
Quem disse que não tem cura?
Tem sim!
Graças a Deus as mulheres estão mais conscientes e a procura de soluções.
No meu consultório é a disfunção sexual feminina mais solicitada no momento.
É importante que o profissional tenha conhecimento não só em fisioterapia mais muita experiência em sexologia e outras áreas do saber.
Cuidado com propagandas enganosas da Internet. Nem tudo que reluz é ouro!
Vejo profissionais com titulações que não existem.
Procurem antes informações sobre o profissional que vc escolher.
Onde se formou, se existem mesmo essas especialidades que dizem ter entre outras coisas.
Acessem:
www.marylenesiebra.blogspot.com.br
marylenesiebra@gmail.com
Estou com as postagens do blog atrasadas mas logo que possível deixarei em dia!
O IG mais presente.
Fortaleza -CE

Ana Nery disse...

Parabéns a cada uma de vocês, comecei a pesquisar sobre sexualidade, pompoarismo e outras coisitas e acabei descobrindo esse blog e admirei muito a luta de cada uma....

Continuem um passo a cada dia.....

Ana Nery disse...

Parabéns a cada uma de vocês, comecei a pesquisar sobre sexualidade, pompoarismo e outras coisitas e acabei descobrindo esse blog e admirei muito a luta de cada uma....

Continuem um passo a cada dia.....

Anônimo disse...

Meninas, estou curada. Me curei fazendo exercícios em casa com os dilatadores. Devo muito as dicas desse blog e ao blog vaginismo rumo a cura. A Melissa dona do blog é um amor e me ajudou demais através deste post http://vaginismorumoacura.blogspot.com.br/2014/07/exercicios-com-os-dilatadores-vaginais.html. A vantagem do blog da Melissa é que ele ainda está ativo e ela responde a todos os comentários e e-mails. Mandei um e-mail p ela e ela foi super atenciosa comigo e passamos a nos falar pelo whatsapp.
Está curada é bom demais. Se alguém quiser conversar, responda este comentário, volto para pegar o e-mail ou whats de vcs.

Sex shop online - Republica Sex disse...

Ola Pessoal no sex shop Republica Sex (www.republicasex.com.br) você pode ter a possibilidade de receber em sua casa produtos bons com segurança e discrição em sua casa, tem lubrificantes que ajuda muito no ato diminuindo bem o desconforto e até a dor, também tem excitantes com sensação térmica ( aquecimento ) que proporciona mais dilatação e cosmético com vaso dilatador que ajuda a dilatar a vulva diminuindo o atrito, em sex shop hoje em dia tem vários produtos que pode te ajudar bem, perca a vergonha ou visite um sex shop online você pode ter boas experiencias e até resolver o seu problema de desconforto ou dor abraços a todos Denise www.republicasex.com.br

Sex shop online - Republica Sex disse...

Logico que sempre devemos procurar um médico, porem alguns produtos de sex shop pode ajudar a diminuir o desconforto e proporcionar mais Prazer

Sex shop online - Republica Sex disse...

Logico que sempre devemos procurar um médico, porem alguns produtos de sex shop pode ajudar a diminuir o desconforto e proporcionar mais Prazer

Sex shop online - Republica Sex disse...

Ola Pessoal no sex shop Republica Sex (www.republicasex.com.br) você pode ter a possibilidade de receber em sua casa produtos bons com segurança e discrição em sua casa, tem lubrificantes que ajuda muito no ato diminuindo bem o desconforto e até a dor, também tem excitantes com sensação térmica ( aquecimento ) que proporciona mais dilatação e cosmético com vaso dilatador que ajuda a dilatar a vulva diminuindo o atrito, em sex shop hoje em dia tem vários produtos que pode te ajudar bem, perca a vergonha ou visite um sex shop online você pode ter boas experiencias e até resolver o seu problema de desconforto ou dor abraços a todos Denise www.republicasex.com.br

Anônimo disse...

Meninas, boa noite!
Preciso da ajuda de vocês.. Posso não estar procurando certo, mas ainda não achei, em SP, nenhuma clinica de fisioterapia para este tratamento =/ Podem me indicar?

Anônimo disse...

Tem essa em São Paulo. o endereço é Avenida Paulista, 1471. Conjunto 1402. Ao lado da estação Trianon MAsp do metrô. Atendo às segundas, quintas, sextas e sábados de manhã e a maioria dos dias a noite (horários mais concorridos), dependendo da disponibilidade de horários. O atendimento pra vaginismo costuma ser 1 vez por semana.

Anônimo disse...

Gente, moro perto de Mogi das cruzes em São Paulo. Gostaria de achar outras clínicas para saber qual será melhor para mim aqui em São Paulo. Por favor fisioterapeuta para vaginismo em São Paulo. Por favor gente. Me ajuda

Anônimo disse...

Existe o grupo no whats? Também sofro disso é queria conversar com outras meninas que passam por isso. 8587410422

Anônimo disse...

Meninas, boa noite!
Espero que você que tenha vindo atrás de uma solução encontre conforto em meu comentário e também saiba que não é a única. Eu sonhava com o dia em que viria aqui contar que eu me curei. Esse momento chegou! Graças a Deus. Foram exercícios em casa com os dilatadores e também sessões com sexóloga para conversar sobre sexualidade, tirar algumas ideias da cabeça que me atrapalhavam muito... E ainda por cima consegui isso sendo solteira.
Minha história com o vaginismo é a seguinte: namorei por muitos anos, mas quando eu estava em tratamento com sexóloga e já fazendo exercícios com os dilatadores ele desistiu. O relacionamento estava muito desgastado, muitas tentativas frustradas, muitas questões para se resolver no próprio namoro, que não era muito saudável.
Desanimei com o término, deixei de ir na sexóloga e fui para uma psicóloga tratar outras questões, sem deixar de lado o vaginismo. Tudo o que eu tinha conversado com a sexóloga tinha sido maravilhoso para acalmar a minha mente, ajudar a mudar crenças, me ver como uma pessoa normal. Achei muito bom poder falar abertamente, inclusive sobre coisas ruins que eu pensava sobre sexo e ela me ajudou a ver tudo com outros olhos.
Depois, com a psicóloga, o assunto sexo as vezes surgia, enquanto eu continuava de vez em quando fazendo os exercícios com os dilatadores. Gente, eles são essenciais. Eu lembro que eu não gostava da ideia de ter que fazer isso, mas depois você vê que é a melhor coisa que você pode fazer por você. São muito necessários porque é o momento só seu. É a hora de conhecer seu corpo, ver que com carinho e cuidado, aos poucos, você consegue introduzir até chegar no momento de colocar o maior. E aí você vê que tem poder sobre seu corpo. Isso leva tempo, claro, mas ajuda muito!
Um ano e meio depois do término do meu namoro, após exercícios e terapia, conheci um moço que nem sabia do problema. Saí com ele algumas vezes e fui me sentindo muito envolvida. O fato de ter feito os exercícios e a terapia me deixou mais tranquila na hora, para eu conseguir me deixar levar. Sem saber do vaginismo ele soube me envolver tão bem que ocorreu tudo naturalmente.
Foi uma longa estrada. Façam os exercícios, procurem ajuda psicológica. Hoje venci outra barreira. Fiz exame transvaginal. Gente, não é nada ruim. Não dói. É muito, muito mais tranquilo do que dizem. Acreditem em mim.
Invista em você, procure ajuda por você. Com ou sem namorado/marido. Para quando sua hora chegar, você estar pronta. Um abraço grande a todas.

Vou deixar aqui o contato da sexóloga que eu passei. Região de Campinas/SP (Vinhedo). Ela também atende pelo Skype.
Carmen Jansen - www.carmenjanssen.com.br / contato@carmenjanssen.com.br / (19) 3826-1785

Os dilatadores que usei, comprei pela Internet. A loja é super discreta. Eles vêm em uma caixinha de papelão sem nada de sexshop escrito. Parece uma correspondência qualquer.
Acredito que esteja em torno de R$70 o kit. http://www.absoloo.com.br/dilatadores-vaginais-absoloo.html#

A forma de fazer os exercícios, achei aqui no blog mesmo: http://vaginismotemfim.blogspot.com.br/2010/06/como-devo-fazer-os-exercicios-com-os.html

Manuela disse...

Adooorei!!!

Anônimo disse...

Vc pagou quanto no livro ???? Quero comprar também

Marylene Siebra disse...

Vaginismo, a bola da vez!
Quem disse que não tem cura?
Tem sim!
Graças a Deus as mulheres estão mais conscientes e a procura de soluções.
No meu consultório é a disfunção sexual feminina mais solicitada no momento.
É importante que o profissional tenha conhecimento não só em fisioterapia mais muita experiência em sexologia e outras áreas do saber.
Cuidado com propagandas enganosas da Internet. Nem tudo que reluz é ouro!
Vejo profissionais com titulações que não existem.
Procurem antes informações sobre o profissional que vc escolher.
Onde se formou, se existem mesmo essas especialidades que dizem ter entre outras coisas.
Acessem:
www.marylenesiebra.blogspot.com.br
marylenesiebra@gmail.com
Estou com as postagens do blog atrasadas mas logo que possível deixarei em dia!
O IG mais presente.
Fortaleza -CE

Postar um comentário

Que bom que vc decidiu compartilhar sua luta comigo! Vamos vencer, tenho certeza!
Agora eu aprendi, então, depois de comentar, pode voltar aqui que vai ter uma respostinha minha, tá?
Bjs