terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

A história da Josi

Bom dia, queridas e queridos!
.
Hoje tenho mais uma história de cura pra vocês! É a história da Josi que, como muitas de nós, sofreu muito tempo com o vaginismo e só descobriu e tratou depois do casamento. Vamos ver como tudo aconteceu na vida dela:
.
"Oiii, tenho 27 anos, sou casada há 2 anos, mas namorei meu marido 8 anos. Depois de dois anos de namoro, iniciamos nossa vida sexual, falha lógico, pois nunca conseguimos penetração. Achávamos super estranho, não sabíamos o que era, porque só comigo que era assim, pq eu era tão diferente das outras mulheres, me achava inferior, discrente, triste!! Mas mesmo assim continuamos o namoro, acho até que ele me traía, pois precisava de sexo, mas continuamos entre idas e vindas. Eu sem saber pq era assim, o que era aquilo, chorava, queria sumir, até em morrer eu cheguei a pensar, era horrível aquela sensação, não gosto nem de lembrar!
.
Ficamos desse jeito anos e anos, chegamos a ficar 1 ano separados, tentei com outro parceiro e nada adiantou. Pensei em por um fim e não ter mais ninguém, mas acabamos voltando, eu e meu marido nos casamos, foi tudo lindo, mas na noite de núpcias nada, como sempre!!! Pensávamos que era peso na consciência pq não éramos casados, rs rs, mas mesmo depois do casamento nada mudou.
.
Pronto, decidi procurar ajuda, logo, fui à ginecologista e ela descobriu depois de testes (sei lá) que eu tinha vaginismo. Ahhh, meu Deus, o que é isto?? Ninguém nunca tinha ouvido falar nisso, mas continuei com ela e nada aconteceu. Foi aí que ela me encaminhou para psicóloga, aí sim em dezembro de 2009, iniciei o tratamento, ai que benção de Deus! Fui persistente, sessões semanais e eu lá firme e forte. Tinha semanas que não queria ir, desanimada, desiludida... desmarcava e depois me arrependia. Mas na maioria das vezes eu estava lá. . Fiz tudo que ela me orientou, ela falou que eu começasse a conhecer o corpo do marido, acariciando-o através de massagens, ele só de cueca e eu de calcinha e sutiã, fizemos várias vezes no começo. Depois ela pediu que tomássemos banho juntos por algumas vezes. Fizemos também várias técnicas de relaxamento juntos e várias vezes fiz sozinha, foi muito importante e essencial para a dessenssibilização. Eu fazia tudo possível, toda semana, sem nem pensar em tentar penetrar.
.
Depois de tudo isso, comecei a introduzir o dedo, mas sempre junto com os outros exercícios de relaxamento. Depois de meses, fui para dois dedos, depois três, ai que tortura! E ao mesmo tempo, que vitória a cada melhora! Depois comprei um pênis de material sintético e fui indo devagar e sempre. Às vezes entrava só um pouquinho e eu chorava de raiva, mas foi entrando cada vez mais e mais.
.
Por incentivo da psicóloga, conheci blogs de mulheres com vaginismo e isso me ajudou mais ainda, amei o da Dani, foi o que mais me incentivou, peguei várias dicas dela, a dica da ''portinha'' eu fiz!
.
Fui melhorando a cada dia, me sentindo até mais bonita. O meu pênis de borracha me ajudou muito também. Em cada sessão era uma vitória! Daí em setembro, mais ou menos, consegui o pênis de mentira todinho, fiquei super feliz pois estava perto da cura total!!!
.
Durante a terapia sempre falamos dos meus bloqueios, mas não ficou claro se a psicóloga afinal descobriu o porquê do vaginismo na minha vida, ela não me falou, só disse que eu sentia nojo, medo e desconforto no sexo. Inclusive eu não conseguia fazer sexo oral no meu marido.
.
Fui praticando, praticando, não com meu marido, pois não podia ainda. Quando foi no final de novembro, ela disse que eu podia tentar com meu marido só a pontinha. Mas no dia 9 de dezembro eu consegui tudo! Fiz sexo oral nele com camisinha, depois ele penetrou todoooooo o pênis dele em mim! Eu chorei nesse dia de alegria, pois não acreditava! Foi o dia mais emocionante da minha vida!!! . Espero ajudar vcs muito, pois vcs tbm irão conseguir!!! .
Bjss
.
Josi"
.
É isso aí, gente! Mais uma história pra mostrar pra cada uma de vcs que pensa em desistir, que pensa que não é capaz, que existe sim chance de se curar e de ter uma vida sexual plena!
.
Não desistam!
.
Bjs a todos!

234 comentários:

«Mais antigas   ‹Antigas   1 – 200 de 234   Recentes›   Mais recentes»
Tenho fé disse...

Ahhh essa é a minha história!!!Que emocionante quando leio novamente nossa!!!E agora descobri que logo na primeira penetração,eu fiquei grávida,estamos muito felizes!!!Bjss

Anônimo disse...

Aiii estou lendo esse post com lágrimas nos olhos!! que feliz fico por vc Josi!! eu me sinto tão desanimada as vezes....já tenho quase 3 anos de casada e até agora nada!! queria tanto poder engravidar esse ano, mas como se não consigo um ato sexual completo? isso por vezes me deixa mto infeliz! decidi marcar uma consulta com outra ginecologista (já deve ser a sétima q vou) em outra cidade, vamos ver se volto de lá mais otimista....comprei tb alguns penis de borracha pra ir treinando, de várias expessuras, o mais fino já consegui colocar quase todo (deve ter uns 3 cm de largura), mas as vezes me bate um desânimo tão, mas tão grande!! que dá vontade mesmo de jogar tudo pro alto e entrar para um convento!!rsrsrsrs
Espero que logo eu possa estar postando aki minha história e fazendo parte desse contador de curas!
Abraços a todas!
Aline

Anônimo disse...

Meu comentário vai de encontro com o da Aline... estamos no mesmo barco querida... 3 anos de casada... louca pra engravidar e ao msm tempo sabendo q sem a cura é praticamente impossível!!!!! Choro, choro, choro!!!! Faço terapia há 5 meses, mas os exercícios naum consigo fazer de jeito nenhum!!!
Denise

Tenho fé disse...

Oiii Aline e Denise,acalmen-se vcs tbm irão conseguir com fé em Deus,e as duas graças de uma vez como eu consegui!!!Ahhh como é gratificante,maravilhosa a sensação que graças a Deus estou passando agora!!!Aline é melhor com a psicologa viu!!!Denise seja mais persistente ta!!!Rezo por vcs e espero que dê tudo certo pra vcs!!!Força não desistam nunca!!!Bjs

Anônimo disse...

Meninas! Também estou rezando por vocês!!!
Logo vocês vão conseguir... persistencia, paciencia... e muita fé!!!
Beijo Grande
Carol!
haaaa e Josi!!! Parabéns viu!!! Me emocionei com sua história, também me vi sentido tudo isso que você descreveu!!!! Felicidades!!!!

Anônimo disse...

Meninas obrigada pelo apoio!! e peço sim q rezem por mim!! preciso mesmo!! as vezes penso que preciso mesmo de um milagre...rsrsrs
Então "Tenho fé", eu até já tentei a terapia, já tomei até remédios para "ajudar no tratamento". Mas infelizmente aqui na minha cidade não temos um profissional se quer, que seja especializado em sexualidade...nem psicologos nem ginecologistas nem terapeutas. É realmente uma grande dificuldade e isso acaba por me desmotivar ainda mais... :( por isso estou tentando essa médica em outra cidade, pra ver se ela me oferece alguma alternativa, uma luz no fim do túnel...rsrs
Denise, vc tem msn? pra gente poder conversar???
Bjos a todas! e obrigada pela força!
Aline

Anônimo disse...

p.s: na mensagem acima, qdo escrevi "terapeutas" quis dizer na realidade FISIOTERAPEUTAS.
Aline

disse...

Queria saber uma coisa da Josi, se ela poder me responder ficaria muito Grata.
Vc teve a penetração ok!
Mas conseguiu fazer os movimentos sem sentir uma door? Seu marido teve orgasmo?
Pq eu já consigo a penetração toda, mas quando chega a hora de fazer os "movimetos" doi muitoo, como minha vagina não estivesse acotumada. E acaba que não ha sexo, só penetração. Não acontece orgasmo nele nem em mim.

Alguém poder me responder!!!

Tenho fé disse...

Oiii Fé,claro que respondo sim!!!Olha conseguimos penetração completa e na maioria das vezes orgasmos,tanto eu quanto ele,mas até penetrar todo o pênis ainda sinto dores,então ´sempre bem demorado pq até que eu relaxe,pq ainda fico um pouco travada,mas devagar agente consegue,quanto aos movimentos e posições,ainda não fazemos tantas,pq tenho q me acostumar um pouco mais,ainda mais agoraq estou gravida!!!Bjss

disse...

Ah Josi, que coisa boa que está grávida.
Pois é, mas a minha fisio disse que as primeiras vezes sempre iria sentir dor. E se demorar muito a fazer vai ser sentir um pouco de dor. Mas nada que não consiga. Mas acho bem complicado tem orgasmo sentindo dor, principalmente ele. Pois sentindo dor não consigo fazer movimentos, fico duraa.

Anônimo disse...

Fé...
No começo também tinha dor, mesmo conseguindo penetração.
Consegui perder e deixar ele fazer os movimentos atraves desse exercicio que a fisioterapeita me passava: Eu lubrificava o dedo com aquela pomadinha e procurava no interior da vagina os nodulos que estavam durinhos e massageava eles, claro que tudo isso bem devagar, era uma luta para colocar o dedo e depois ir apertando e massagenado, isso foi fazendo eu perder o medo da dor, que a minha era bem psicologica.
Tenta fazer isso.
Depois que você conseguir a penetração pedi para ele fazer os movimentos bem devagar....
Fiz isso um bom tempo, até ir perdendo o medo da dor.
Hoje consigo ter relações completas com meu marido. Só algumas posições que ainda nao me sinto muito confortavel, sinto uma cólica.
Já percebi também que quando estou muito exitada é tudo muito mais facil. Quando tenho uma preocupação, mesmo pequena minhas pernas ainda tendem a travar!
Espero que tenha te ajudado
qualquer coisa pode me enviar um email que vamos conversando
berninikc@gmail.com
Beijos
Carol

Mabel disse...

Isso me anima muito! Sou casada há 4 anos e estou nesse barco tb. Comprei tb um pênis de borracha, que é fininho, mas consigo penetrá-lo todo. Isso depois de muuuuuitas tentativas. Após isso, o meu marido conseguiu penetrar a cabecinha do pênis dele, acho que perdi a virgindade. Doeu um pouco, sangrou e agora existe um "buraquinho" na minha vagina. rsrs... Marquei médico, mas só para o dia 14/03 e estou ansiosíssima prá falar com ele sobre essas coisas. E o meu marido conseguiu isso no dia em que eu estava fértil. Estou com os sintomas de TPM, mas dizem que podem ser confudidos com os de gravidez. Agora é só esperar.

Tenho fé disse...

Nossa que legal Mabel vc esta quase conseguindo então hein!!!Se estiver gravida ficara feliz??
Fé realmente,ela tem razão quando ficamos muito tempo,dói mesmo e travo ainda demora mais até conseguirmos,mas com paciência e tempo dá certo,estou nessa ainda!!!Mas ainda iremos ter uma relação normal,com fé em Deus!!!Bjs

Anônimo disse...

Oii meninas!! fico tão feliz qdo leio os relatos de cura ou evolução do tratamento de vcs!!mas confesso que fico um pouquinho desapontada por não conseguir o mesmo (imagino que vcs tb já se sentiram assim um dia). Terça feira que vem irei numa médica nova e de fato essa questão do romper do hímem é uma coisa q me intriga!!eu tenho impressão que o meu ainda não se rompeu! será q ele é complacente? consigo introduzir o penis de borracha todo, já consegui introduzir 3 dedos meus (sem movimentos bruscos) e segundo o meu marido, num dia de maior empolgação, ele sentiu que penetrou metade do penis dele!! e esse raio desse hímem ainda esta lá???rsrsrs justo ele, q eu mais temo!!rsrsrs
Fé, uma perguntinha: vc falou sobre massagem com uma "pomadinha" que pomadinha é essa??
Bjos a todas!!
Aline

Anônimo disse...

Meninas!
A minha fisiterapeuta me receitou uma pomadinha, aquela xilocaina, usei muito, só que tem que usar com camisinha!!! srrs
O meu himem era bem dificil de romper, mesmo com todos os exercicos não havia acontecido ainda, e doia muito!
Ai a Fisio me receitou a pomadinha, comprei até sem receita na farmacia, e começamos a usar, foi ÓTIMA!!!! na primeira vez que conseguimos ter penetração total usamos muita, e sangrou muito! Muito mesmo!!!! mas não tive muita dor, foi suportável, sem a pomadinha acho que não teria conseguido, ou teria demorado muito, depois usamos mais umas 4 vezes....
Meninas, acredito que para aquelas que tenham medo do rompimento do himem e que tenham muita dor a pomada ajuda muito!!!
Beijos
Carol

Anônimo disse...

Obrigada Carol!!
acredita que tenho essa pomada em ksa, em comprei mesmo sem indicação médica e morria de medo de usar..rsrsrsr
que bom saber q pra vc deu certo q vou tentar!!
valeu mesmo pela dica!!
bjooo a todas! depois eu conto o q deu..rsrsrs

Mabel disse...

Fé, vc me perguntou se eu estiver de fato grávida ficarei feliz? Ficarei super-híper,mega-power-extra feliz!!! Respondi? rsrs...

Mabel disse...

Tenho uma dúvida. Algumas de vcs dizem que fazem tratamento com fisioterapeuta. Aí, no auge de minha ignorância, pergunto: esse fisioterapeuta é desses comuns mesmo, que trata coluna, perna, etc. ou é algum específico para o vaginismo? O meu gineco é quem me indica uns exercícios para eu fazer em mim mesma, ele nunca me falou em procurar um outro profissional.

Anônimo disse...

Mabel,

A fisio tem que ser especialista, não pode ser qualquer um... geralmente precisam ser usados aparelhos específicos de ginecologia, como a eletroestimulação vaginal, que só uma fisio especialista em uroginecologia teria...

Bom, sou fisioterapeuta, postei ha um tempo atrás aqui, que tinha vaginismo... Fiquei com isso durante 6 longos meses. Fiz só fisioterapia com uma outra fisio especialista no assunto, 1 sessão por semana, durante 2 meses.

Passei por todas as fases...
Não consegui introduzir um cotonete...
depois fugi dos exercícios e coloquei na minha cabeça que talvez sexo não fosse pra mim, e cheguei a perguntar pra Deus porque ele tinha feito aquilo comigo.

Depois fui na fisio, e no começo era realmente torturante, na segunda sessão, ela conseguiu introduzir o dedo eficou virando ele lá dentro... quase morria de dor...

Aos poucos foi soltando... ela começava com exercícios de relaxamento (respiração), exercícios de alongamento e fortalecimento pra musculatura vaginal, usava calor pra relaxar a musculatura, e depois fazia a eltroestimulação que é um conezinho que coloca dentro da vagina e faz ela contrair e soltar sozinha. Ah e fazia bastante massagens por fora, na região que chamamos de períneo.

Em casa foi mais demorado, mas depois de 4 meses conseguimos a penetração, com MUITA dificuldade e em uma só posição.

Sempre tive dúvida se depois que eu ficasse curada, eu teria alguma sequela, de sempre ter um desconforto, ou sempre ter que fazer nas mesmas posições pra não sentir dor...

Mas hoje, estou completamente curada...
e quando digo completamente, quero dizer que não sinto mais desconforto algum...
Faço em todas as posições, deixei de usar lubrificante aos poucos, e iniciei uma vida sexual completamente normal...

É engraçado, hoje qdo tomo o anticoncepcional, sigo bem certinho, com medo de engravidar agora, e lembro que antigamente eu nem me importava de esquecer, ou as vezes pensava: pq tomar essa droga... se nem sexo eu consigo fazer??? rsrsrsrs

Bom gente, estou muito feliz pela cura, mas lembro dos momentos tristes que passei, chorando, com raiva, me achando a mulher mais infeliz do mundo...

Caso alguém não tenha profissional especializado em sua cidade, na área de fisioterapia, e quer trocar idéias de exercícios, e outras coisas mais, podem me escrever email ou add no msn...

Ninguém merece sofrer sozinha, e nunca pensem que não vão conseguir nunca... todas podem e vão conseguir fazer sexo SIM, mas cada uma tem seu tempo!!!

Não esqueçam que somos mulheres, somos guerreiras, e depois de vencerem o vaginismo vcs verão que se sentirão mais fortes e confiantes pra vencer coisas maiores!

beijos e sucesso a todas!

Mabel disse...

"ANÔNIMO", MUITO OBRIGADA POR ESSE SEU ESCLARECIMENTO. MANDA UM E-MAIL PRÁ MIM ENTÃO SOBRE ESSES EXERCÍCIOS. COMO DISSE, O MEU GINECO ME INDICOU UNS EXERCÍCIOS PARA EU FAZER COM O DEDO, MAS TEM HORAS Q NÃO CONSIGO, Q A UNHA ME INCOMODA, AÍ POR CONTA PRÓPRIA COMPREI O PÊNIS DE BORRACHA PRÁ FAZER ESSES EXERCÍCIOS. ESSE MEU MÉDICO NÃO MUITO ACESSÍVEL, ESTOU ANSIOSA PRÁ VÊ-LO, MAS SÓ TEREI CONSULTA NO DIA 14/03, ISSO PQ CONSEGUI MARCAR NO DIA 14/02, OU SEJA, 1 MÊS DE ANTECEDÊNCIA! FICO UNS 2 OU 3 MESES SEM IR NELE, COM UM MONTE DE DÚVIDAS.
O MEU E-MAIL É: mabel.melo@yahoo.com.br.
DESDE JÁ LHE AGRADEÇO!

Anônimo disse...

Mabel
Ja mando o email!

Anônimo disse...

Mabel
Te mando o email amanhã!
beijoss

Anônimo disse...

ao ler esse relatos me emocionei muiot pois tenho certeza que sofro de vaginismo,embora a minha psicologa não fale...sou casada a cinco meses e não conseguimos ainda ter nossa relação sexual.sei que para Deus nada é impossivel..conto com a ajuda e vcs!

Obrigada ,Deus abençõe a todas

thali disse...

Ola garotas... sou casada a quase 2 anos e tbm tenho o fantasma do vaginismo! quero muito ficar curada! ja nao aguento mais!!! e sei q posso compartilhar experiencias e dicas preciosas com vcs!!! amei a iniciativa do blog!!! meu email é thaligat@hotmail.com. quem puder me escrver com dicas eu adoraria recebe-las! beijo garotas!

Mabel disse...

BEM, AS MINHAS SUSPEITAS DE GRAVIDEZ FORAM POR ÁGUA ABAIXO. A MINHA MENSTRUAÇÃO VEIO, INCLUSIVE, 4 DIAS ADIANTADA E MUITO INTENSA MESMO, O QUE NUNCA ME ACONTECEU. AGORA É CONTINUAR A ROTINA DE EXERCÍCIOS. MEU DEUS, DAI-ME PACIÊNCIA E PERSISTÊNCIA!

Anônimo disse...

Amém Mabel!!!
Vc vai conseguir!!!!

Tenho fé disse...

AHHH Que decepção amigas!!!Fiquei tão triste nossa!!!Sabe ontei fui fazer a ecografia transvaginal e não consegui minhas pernas travaram feio não entrou de jeito nenhum,o médico tentou 4 vezes,e saí sem fazer,queria tanto saber como está meu bebê ahhh que raiva até hoje isso me assombra!!!Ele recomendou que eu fizesse a gestacional,e terei que esperar um pouco pra fazer!!!Mabel acalme sua hora vai chegar com fé em Deus!!!

Mabel disse...

OBRIGADA PELA FORÇA, FÉ! MAS TB NÃO SE DESESPERE NÃO, POIS TUDO VAI DAR CERTO PRÁ VC E PARA O SEU BB. E QUE ALEGRIA, VC ESTÁ ESPERANDO UM BB! DEUS ABENÇOE VCS!

Raquel disse...

Oi, Dani!
Pesquisando sobre o meu sofrimento diante da penetração, descobri seu blog. Adorei sua iniciativa e me emocionei muito ao ler todas as histórias de mulheres que passam pelo mesmo que eu. Estou casada há 2 anos e só agora tomei coragem para resolver isto. Fui a uma terapeuta sexual e acho que vou iniciar o tratamento.
Os relatos aqui estão me animando. Acho que ainda há esperança!
Obrigada!

Mabel disse...

Tenho Fé, como vc conseguiu engravidar? Fiquei curiosa!!! Bjs!

Tenho fé disse...

Oiii Mabel eu consegui a penetração completa por várias vezes,com dificuldade ainda,claro,e na primeira penetração engravidei!!BJSS

Mabel disse...

Entendi... eu consigo ainda só a cabecinha do pênis do meu marido, mas mesmo assim com muita dor e um pouco de sangramento. E o pior q sangra na hora e ainda fica sangrando por uns dois dias após essa penetração parcial.

Anônimo disse...

Gente......lendo todos os post aqui vejo como esse universo é grande, e isso me deixa mais aliviada, pq por mto tempo achei q era a unica.
Com a ajuda do Blog eu descobri os dilatadores.......
Namorei 6 anos, mas Como estava de casamento marcado fui deixando a compra pra depois, acreditando que o casamento iria me curar, me casei em outubro e nada....
Então mesmo cheia de contas a pagar resolvi ir a luta e comprar o kit.... comprei de um site q importa foi super rapido com 15 dias estavão comigo........ começei a usar....... e nem acreditei quando consegui penetrar o 1º, o 2º, o 3º, e ontem eu consegui mesmo com alguma dificuldade o 4º, e agora so falta mais um....
Mas os dilatadores pra mim estão sendo tudo, porque alem de trabalhar o fisico.... ele trabalha o psicologico nos fazendo entender que "cabe"... Quem puder comprar os dilatadores não deixem pra amanha, pq pra mim esse é o caminho para a Cura.....
Boa sorte meninas

Anônimo disse...

Olá Mabel

também estou no mesmo barco q vcs. Casei há 3 meses e descobri no casamento que tenho vaginismo. Desde então tenho sofrido muuiiito, choro bastante, escondida do meu marido. No início achava normal, pois sempre tive medo de doer na 1ª vez, mas depois achei estranho e resolvi investigar por conta própria antes de ir a um ginecologista. Descobri sozinha o que tinha, mas depois resolvi procurar uma ginecologista pra tentar me ajudar, nas 2 profissionais que fui me disseram que eu não tinha vaginismo, me disseram isso pois conseguiram introduzir o dedo, o espéculo e o cotonete em mim (foi desconfortável) mas quando chegou num certo limite senti muita dor. Quando esses objetos tocavam meu himem sentia uma terrível dor. Já com o pênis do meu marido não entra nem a cabecinha e é aí que me desespero, fico tão deprimida, mas não demonstro pra ninguém, nem mesmo pra ele. Ele é muito paciente, carinhoso, mas precisa de sexo. Não sei o que fazer, me sinto só, não conheço nenhum sexólogo na cidade onde moro.
Li o seu comentário Mabel e gostaria de saber mais, os exercícios etc.
Preciso de ajuda, não sei por onde começar!
Meu e-mail é tati-23@hotmail.com

Anônimo disse...

Olá Josi

gostaria de me comunicar com vc também através de e-mail, pois descobrir há 3 meses que tenho vaginismo. Meu e-mail é tati-23@hotmail.com.
Me ajude

Mabel disse...

TATI, MANDEI UM E-MAIL PRÁ VC.

AI, PESSOAL, HOJE TENTAMOS COM A XILOCAÍNA E NÃO DEU CERTO. NÃO ESTAMOS ACOTUMADOS EM USAR CAMISINHA, O Q NOS INCOMODOU MUITO E EU CONTINUEI SENTINDO DOR E SANGREI SÓ EM PENETRAR A CABECINHA DE NOVO. ENTÃO PARAMOS, POIS MEU MARIDO FICA NERVOSO COM SANGUE. ÀS VEZES ACHO QUE NUNCA SEREI CURADA DISSO...

Anônimo disse...

Olá Daniela!

Bom, primeiramente eu gostaria de dizer que encontrar seu blog foi um alívio muito grande para mim! Eu preciso muito de ajuda e não tenho a quem recorrer!

Não sei se tenho vaginismo... na verdade, quando eu e meu namorado tentamos a penetração eu sinto muita dor e acabamos nunca conseguindo!

Quando eu tinha uns 4 ou 5 anos, tive um ardor muito grande na hora de urinar e meu pediatra chegou à conclusão de que meu canal era um pouco fechado. Desde então, minha mãe tinha que passar uma pomada em mim e puxar os dois lados no meu canal da vagina, para descolar a pele! Ela fazia isso umas 3 vezes ao dia! Doía muito e eu tinha pavor! Percebe-se meu trauma ne? Eu era muito nova, muito criança e me lembro disso como se fosse hoje!

Ultimamente tenho pensado muito nisso como uma possível causa do vaginismo! Na minha primeira tentativa de perder a virgindade, meu namorado conseguiu romper um pouco o ímen pois eu senti "rasgando" , mas não conseguiu terminar de penetrar, pois eu pedi pra parar. A sensação era muito parecida com a que eu sentia quando era criança!

Desde então eu vivo com essa dúvida! Será que meu problema é só a dor? Ou é mesmo vaginismo?

Gostaria muito de procurar a ajuda de um ginecologista, mas eu só estudo, não tenho renda e minha família é muito conservadora! Não posso pedir a meus pais para pagarem uma terapia pra mim por estar com problemas sexuais! Sim, isso é um absurdo! Mas pode acreditar... existem pessoas com a cabeça muito fechada!

Então, acabo me sentindo sozinha e desamparada... com esse problema nas mãos e sem ter como procurar ajuda!

Andei lendo os posts do seu blog.. e vou tentar fazer as terapias sozinha!

As vezes me sinto um ET! Porque todo mundo consegue ter uma vida sexual plena e saudável e eu não?

Mari

Anônimo disse...

Gente,
essa pomada que vocês estão falando é a EMLA?
Alguém já tentou usá-la e deu certo?
Tenho muita vontade de tentar!

Tenho fé disse...

Tati vou te mandar um email,e vou te ajudar!!Mabel acalme-se vc vai conseguir tbm!!!Bjss

Anônimo disse...

Meninas!

Hoje consegui colocar um dedo inteiro! Foi um alívio grande! Não doeu!
Sei que é pouco ainda... mas me deixou muito mais aliviada e com muitas esperanças!
Nossa, como vocês estão me ajudando!

Muito abrigada!
Beijos a todas!

Mabel disse...

Mari, mas independente de ter vida sexual ou não, devemos ir ao ginecologista, desde a primeira menstruação. Eu, ainda bem nova, tive candidíase e achava q isso era uma DST. Não entendia como eu, sendo virgem, tinha esse problema. Mas a minha ginecologista disse que até bebês podem ter candidíase, pois ela tb é causada qdo a vagina passa muito tempo abafada e era uma época em q eu só usava calça, e isso foi a causa. Tente argumentar isso com seus pais. E será o ginecologista tb que irá diagnosticar o seu vaginismo, caso vc tenha. Procure se informar em algum posto de saúde próxima da sua casa sobre consultas com ginecologistas. Bjs!

Anônimo disse...

Sim Mabel!
Eu frequento o ginecologista desde a primeira menstruação! Ocorre que minha ginecologista fez o teste do cotonete em mim, pra ver se eu tinha vaginismo, e como ela conseguiu inserir o cotonete, descartou essa hipótese!

Mas durante minhas incansáveis pesquisas, descobri que existem mulheres com vaginismo que conseguem inserir o dedo, ob... mas não conseguem o pênis!

Quando eu disse que não podia procurar ajuda, estava me referindo ao pasicólogo e não à ginecologista!

Qual será minha alegação pra procurar terapia, se não uma disfunção sexual!?
Isso tudo leva a outras constatações, como a perda da minha virgindade, o inicio de uma vida sexual aitva... é muito dificil conversar isso com pais!

Mas obrigada pela ajuda!
Beijos!
Mari

Anônimo disse...

Olá , Meu nome é Rosângela , chorei muito com sua história da Josi , principalmente por ter engravidado . Estou casada a 2 anos , mas namorei 10 anos , minha vida é um inferno , pois tenho muito medo de até ir no ginecologista , sinto que meu marido não aguenta mais , temos muitas brigas . já fiz teraía com uma Pscicologa , mas não deu certo . não sei mais o que faço , tenho vontade de desistir , já pensei em varios momentos em acabar com minha propria viada , mas ai me sinto mais covarde ainda . Tenho que me humulhar para meu marido ter mais paciência , mas são mais de 10 anos deste tormento e se ele se quizer se separar , tem tofo direito . Estou com 36 anos e os meus anos para pode engravidar estão se esgotando , mue Deus o que faço ? Alguem que postou é de São Paulo , ou regiaão do AbC , que possa me informar algum terapeuta ? E o site para comprar o kit de dilatores ?
Parabéns pelo blog , assim não me sinto tão sozinha .
rosangelabaracho@globo.com

Anônimo disse...

SOU CASADA HÁ QUASE CINCO ANOS E SOFRO DO MESMO PROBLEMA QUE VCS.TIVE APENAS 4 MESES DE VIDA SEXUAL NORMAL.CASEI VIRGEM,TIVE DIFICULDADE PARA PERDER A VIRGINDADE.DEPOIS DISTO,DESCOBRI QUE TINHA CANDIDÍASE E LEVEI 1 ANO E MEIO PARA ENCONTRAR UMA GINECO(QUE É A MINHA ATÉ HOJE)QUE ME RECEITOU VACINA PARA ESSE MAL.O PROBLEMA É QUE,POR CONTA DA ARDENCIA QUE SENTIA NA PENETRAÇÃO(NA TENTATIVA,MELHOR DIZENDO),DESENVOLVI O VAGINISMO.PASSEI OS ÚLTIMOS 3 ANOS FRUSTRADA,ME SENTINDO UM LIXO.CHORAVA SEMPRE AO FINAL DE CADA TENTATIVA.TINHA VERGONHA;ERA MT HUMILHAÇÃO!E IMAGINAR QUE HÁ ADOLESCENTES POR AÍ QUE FAZEM SEXO DELIBERADAMENTE E VC,QUE É CASADA,QUE AMA SEU MARIDO,NÃO CONSEGUE TER UMA VIDA NORMAL...SENTIA MT VONTADE DE URINAR,TODA HORA.INTERROMPIA O MOMENTO PARA IR AO BANHEIRO E,QND VOLTAVA,JÁ NÃO CONSEGUIA MAIS NADA.ÁS VEZES,PARECIA QUE MEU ÚTERO ESTAVA SAINDO DO LUGAR.SENTIA GASES E UMA QUEIMAÇÃO INTENSA.JÁ USEI MTS POMADAS DE FARMÁCIA E MANIPULAÇÃO(ESTA,FOI RECOMENDADA PELA MINHA MÉDICA PARA MASSAGEM:PROPIONATO DE TESTOSTERONA) E NADA ADIANTOU.SALDO DE HOJE:ESTOU CURADA DA CANDIDÍASE MAS AINDA SINTO UM POUCO DE DOR NA PENETRAÇÃO.NOTEI QUE,QND VIAJEI COM MEU MARIDO NAS FÉRIAS,CONSEGUI NAMORAR TDS OS DIAS!EM CASA,É UM POUCO MAIS DIFÍCIL DE RELAXAR...PENSO EM TANTAS COISAS...NÃO SEI SE ISSO ACONTECE COM VCS,MAS SENTIA A MINHA MUSCULATURA DO PERINEO DOER FORTEMENTE SÓ EM FICAR EXCITADA.EU TINHA COSTUME DE FICAR NA PARANÓIA DE MASSAGEAR O LOCAL ANTES DE TER RELAÇÃO E DE FICAR OLHANDO COM O ESPELHINHO PARA VER SE ESTAVA VERMELHA.FIZ UM TESTE QUE DEU CERTO:PAREI DE FAZER ISSO.TAMBÉM NÃO PROGRAMO MAIS QND VAI ROLAR...ISSO ME DEIXAVA TENSA!ESSA DOR AO ME EXCITAR EU NÃO SINTO MAIS.JÁ É UM AVANÇO NÉ?TAMBÉM CONVERSO BASTANTE COM MEU MARIDO E MOSTRO ALGUMAS DESSAS POSTAGENS DE BLOGS PARA ELE SE FAMILIARIZAR COM O ASSUNTO E TER PACIENCIA COMIGO.EM CASA,COSTUMO FICAR BEM À VONTADE PARA QUE MINHA GENITÁLIA NÃO FIQUE IRRITADA.MINHA GINECO ME ACONSELHOU A PROCURAR UMA PSICÓLOGA.ATÉ FUI EM UMA CONSULTA,MAS NÃO TENHO CORAGEM DE EXPOR MINHA VIDA ASSIM...TENHO QUE RESOLVER ISSO DE OUTRA FORMA.O QUE POSSO DIZER A VCS NESSA BUSCA DA CURA É PENSAR QUE O SEU COMPANHEIRO PODERIA ESTAR COM QUALQUER OUTRA,MAS ESCOLHEU ESTAR COM VC.O AMOR,O DIÁLOGO,O COMPANHEIRISMO E EXERCICIOS NOS AJUDAM A MELHORAR.TAMBÉM APRENDI QUE O ESTRESSE ATRAPALHA E MT A VIDA SEXUAL DE UMA PESSOA.VOU CONTINUAR TENTANDO...NÃO DESISTAM!!!!!

BJS,J.

deniseask disse...

Aline e demais meninas, aki vai meu email: deniseask@hotmail.com, aguardo vcs! Beijos...

Tenho fé disse...

Oiii Rosangela,não desista sua historia e como a minha e eu consegui,Deus é tudo!!!E sua persistenca tbm seja mais forte faça os exercicios que tudo dara certo!!!E anonima tbm vc precisa ser mais forte e não desistir!!!Bjs

Anônimo disse...

Meninas...

vocês conseguiam penetração pelo menos de vez em quando???

Sou virgem.. e não consigo perder minha virgindade... sinto dor, medo!
Será que eu consigo perder a virgindade mesmo sendo vagínica?

Obrigada!
lidi

Anônimo disse...

Oi Lidi.No seu caso,eu te aconselho a procurar ajuda psicológica,a fim de investigar o que te causa medo.Há alguns fatores como educação rígida,por exemplo.Outra coisa seria consultar uma ginecologista e,também,ter mt confiança em seu companheiro.É um momento mt difícil para se viver sozinha...vc precisa de apoio.
bj e boa sorte!
J.

Anônimo disse...

Oi!!Voltei para deixar alguns sites como sugestão sobre o assunto...pesquiso bastante na internet,pois acho que os médicos nunca dizem o suficiente,concordam?Eis alguns links:

http://www.vaginismus-awareness-network.org/kegels_sp.html

http://boasaude.uol.com.br/lib/showdoc.cfm?LibCatID=-1&Search=vaginismo&LibDocID=5293

http://oglobo.globo.com/vivermelhor/mulher/mat/2008/02/22/ginecologistas_explicam_que_pode_provocar_dores_nas_mulheres_no_ato_sexual-425783428.asp

http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?445

http://www.terapiadosexo.med.br/html/rosa_vaginismo.asp

http://www.perineo.net/conteudo/vaginismo.php

http://www.perineo.net/conteudo/neopompoarismo.php

http://mdemulher.abril.com.br/amor-sexo/reportagem/sexo-saude/fuja-dores-hora-h-393874.shtml

Bem,espero que um desses sites seja útil para alguma de vcs.

Bjs,J.

Anônimo disse...

J.
Obrigada pela resposta... realmente eu acho que preciso de ajuda... confio muito no meu namorado.. e sinto desejo por ele!

Minha educação foi realmente muito rigida!

Na hora da penetração fico pensando que aquilo pode me machucar demais, que vai sangrar demais, que eu vou desmaiar de dor...

Vocês também se sentem assim ou é uma neura minha?

beijos
Lidi

Anônimo disse...

Rosangela
Obrigada pela resposta "Tenho Fé " começarei os exercicios sozinha , liguei para uma cliníca de sexualidade e a consulta é R$300,00 , com um médico bem famoso que atá aparece na TV , Dr.Celso Manzano , mas R$300,00 é de mais né . Por enquanto vou continuar tentando sozinha e com meu marido , estou com umnovo ânimo depois de ler estes depoimento e conhecer este blog . Espero que um dia possa contar minha história de vitóra . Bjos .

Tenho fè disse...

Com certeza todas vcs serão vitoriosas como eu,e contarão suas historias de superação,e muito emocionante,tudo que estou vivendo,nossa!!!Bjss

Luz disse...

Oi Dani...vc está bem?
Saudades de ler seus posts, que são sempre bons.
Um bjo.

Luz

Anônimo disse...

Oi Lidi!Vc não pode pensar assim!!Converse com seu namorado e diga que as coisas tem que acontecer no seu tempo.Vcs poderiam começar apenas se tocando,se acariciando...vá devagar!Não tem que doer e nem machucar.Bjs

Anônimo disse...

Josi, onde posso encontrar essas dicas, inclusive a da "portinha"?

Tenho fé disse...

Oiii anonimo o da portinha foi a dica da Dani,tem em algum dos posts dela,mas e assim vc tem que conversar com sua vagina,dizendo assim deixa ele entrar deixa,pro pênis no caso,falando mentalizando,não vai doer,e as outras dicas com minha psicologa e bom vc ter esse contato.Bjss

Anônimo disse...

Oi Josi,
Me casei há 3 meses e desde então descobri que tenho vaginismo, não consigo ter relação com meu marido – é como se o pênis não entrasse absolutamente nada em mim, só consigo fazer exercícios com o dedo e nada mais, mas não vejo resultado algum, tenho lido constantemente os comentários no seu blog e as vezes fico empolgada, mas depois desanimo, minha forças acabam, só tenho chorado, tenho estado muuuuuito sensível e desmotivada, tudo é motivo pra cair no choro, meu esposo é muito paciente e carinhoso, ele tem me incentivado, mas não consigo mais trabalhar direito, tenho andando deprimida e o pior, não tem ninguém aqui na cidade que possa me ajudar, já fui a 3 ginecologistas e nada, não conheço nenhum terapeuta especializado nesse assunto.... me sinto num deserto – completamente sozinha sem direção, sem saber por onde, e como começar, não sei que exercícios fazer nem como. E com o passar dos dias só tenho piorado, tenho medo. Eu te peço, me ajude Josi, por favor!!!

Um abraço, Esperança.

Tenho fè disse...

Com certeza estamos aqui pra te ajudar,não se preocupe vai da tudo certo!!!Eu consegui c uma psicologa,procure um,dpois entre em contato!!!E o blog não e meu e da Dani,so a historia q e minha,mas podemos te ajudar sim!!!Bjss

Daniela Barros disse...

Genteeeee, quanto comentário aqui!
Eu que sempre tento responder os comentários, acho que não vou conseguir nesse post!
Aê, Josi, seu post tá bombando mesmo! hehehehe Que linda vc, grávida!
Bom, o que eu tenho a fazer é agradecer a todas vocês que vem aqui trocar as experiências, ajudar umas as outras e manter meu bloguinho vivo enquanto eu estou ausente.
MUITÍSSIMO OBRIGADA pela presença de vocês no meu blog e na minha vida!
Se alguém que escreveu aqui, quiser uma resposta minha, pode puxar minha orelha e cobrar que aí eu respondo!
Bjs

Daniela Barros disse...

Nossa, que engraçado! Agora que acabei de ler que vi que vc tá dona do blog, Josi! hahaha Mas a anônima tem razão, vc tem acompanhado e respondido os posts com tanto amor e dedicação que ele parece seu mesmo! Muito obrigada por me ajudar a ajudar essas meninas todas, viu? Meu sonho é acabar com o vaginismo do mundo! Me ajuda? hehehe Te adoro, viu? Obrigada de novo!
Bjs

Ah, pessoal!
Tenho uma coisa a dizer a respeito da pomada. Eu sou um pouco radical em relação a isso, então de antemão, me perdoem, mas eu ainda não consigo ter outra ideia a esse respeito. Eu não acho muito certo utilizar a pomada, mas eu entendo quem tenta pq eu já tentei.
É mesmo, no meio da minha lua de mel, eu fui até uma farmácia e comprei uma pomada anestésica, passei lá nas "coisinhas" (hehe) e tentei colocar o pênis do meu marido lá. Que eu me lembre, entrou, mas pra vcs terem uma ideia, meu marido nem lembra se deu certo, de tão chato que foi. Eu passei pomada em tudo (não fiz as tais massagens que a Carol diz) e o resultado foi que eu não senti nada, nem dor, nem prazer. Bom, até aí muitas de vcs vão pensar "quem liga pro prazer, quero é transar com meu marido", é, bebé, mas depois eu tentei de novo e não consegui. E pq? Simplesmente pq a pomada não cura o vaginismo, ela só anestesia a vagina, isto é, vc num sente nada, mas e a minha cabeça? Essa num foi anestesiada e eu continuei com medo como sempre e continuei contraindo e aí continuou num entrando nada!
Na minha opinião, temos que recorrer a ginecos, psicos, fisios, dilatadores... coisas que façam com que a gente realmente supere o vaginismo e não pomadas ou toxina botulínica (disseram isso aqui um dia) que só fazem anestesiar e nos enganar.
Não se enganem, mas não desistam de lutar. A cura existe, custa um pouco, mas uma hora ela chega e eu acredito que todas e cada uma de vcs é capaz de superar este problema!
Bjs
(PS: acho que vou fazer um post disso, aqui nos comentários fica escondido... q cs acham?)

Mabel disse...

Eu tentei com essa pomada (xilocaína) e não anestesiou nada! Não sei se usei a certa. Gastei meio tubo de uma só vez. Mas qual é a pomada exatamente? Pq existem vários tipos de xilocaína e comprei uma em gel (2% geléia para via uretral). Foi dessas q vcs usaram? Contrariando o q vc disse, Dani, preciso testar com essa pomada, nem q seja uma vez. Por favor, me digam o nome e o tipo de pomada corretamente.

Daniela Barros disse...

Tudo bem, Mabel, tá no seu direito, né?
A minha era desse tipo que vc disse que comprou, para usar na uretra, eu não me lembro o nome, só sei que cheguei na farmácia e perguntei: "moço, vc tem alguma pomada de xilocaína" e ele disse "não, mas tenho essa outra que é anestésica do mesmo jeito, pode ser?", eu disse que sim, paguei R$ 12 e fui lendo a bula no caminho de volta pro hotel e lá estava escrito que era 2 ou 3% de anestésico e que servia para quem tinha tido alguma infecção na uretra.
Boa sorte, bjs

Anônimo disse...

Oi gente..eu também sofro com vaginismo..mas tem penetração consigo com dificuldade mas dá..eu achei que ia melhorando com o tempo..mas já fazem dois anos e meio que eu e meu namorado temos relação e sempre é dificutoso para penetrar :(

Anônimo disse...

meninas..gstaria de tê-las em meu msn para trocarmos conhecimento sobre vaginismo..até mesmo para ter com quem conversar ou dar conforto..porque so´quem passa por isso sabe o quanto é ruim..muitas pessoas acham que é frescura infelismente :( me add. aline_laurentina9@hotmail.com

Tenho fè disse...

Ahhh Dani faço questão em te ajudar porque vc me ajudou muito sabe ,nossa como gosto de vc viu...Te considero muito e estou muito feliz,apesar de ainda estar com dificuldades sabe pra penetrar ainda demora é uma luta ,com dor e tensão ainda,mas com paciência conseguimos!!!Estou grávida agora fica mais difícil,fico contraída sei lá,e não consegui fazer ecografia transvaginal Dani que decepção,mas tudo bem!!!Bjss te adoro

Aprendendo com Deus disse...

Ola meninas, sou nova por aqui e tenho dificuldades com blog,rs
se puderem me mandar um email ficarei grata
maystany@hotmail.com
tenho vagiismo e nao sei nem por onde começar, socorroo,rs..preciso mto de ajuda.

Su disse...

Meninas, estou lendo os comentários e fiquei assustada com tanto sofrimento, principalmente com os relacionamentos abalados. Sou vítima do vaginismo e sinceramente, tenho muito pra compartilhar com vocês. Tenho um médico fantástico, que me ajudou e ainda ajuda. Vou criar um blog, por admirar a iniciativa deste blog. Quero poder ajuda-las a encontrar ajuda e a se encontrarem.

Anônimo disse...

Ok...
Acho que essa é a primeira vez que escrevo em algum lugar sobre isso...
Tenho mais de 20 anos, e tento ter uma relaçao sexual des dos 16.
Tive meu primeiro namorado por quase 4 anos, e nesse tempo fui pressionada de todas as meneiras possiveis a conseguir realizar o ato, mas nunca consegui, a pressao e o machismo dele foram tao grandes que fui me traumatizando cada vez mais.
Tive uma educaçao bastante rigida, falar de sexo na minha casa sempre foi, nao faça sexo! E na verdade nem culpo minha mae, pois ele só reproduziu a educaçao extremadamente rigida que teve.
Ou seja... ja tinha uma pressao pscologica muito grande pela minha familia, levando em conta que tenho ainda outras situaçoes familiares de cobranca muito grande, e alem disso tive esse relacionamento super traumatico, onde tive meu corpo exposto a situaçoes que realmente me levaram ao trauma em relaçao ao sexo.
Depois tive um relacionamento maravilhoso, posso dizer que amei aquele homem, mas durante os dois anos que estivemos juntos tambem nao conseguir uma relaçao com penatraçao, nao por dor, mas simplesmente porque nao permitia...embora quisesse, olava tudo mas na hora nunca conseguia.

Faz pouco tempo conheci um rapaz e realmente quis muito ( de novo) mas nao consegui... me senti muito mal, porque ja estou cheia dessa situaçao e realmente queria, desejava aquele homem, e o pior foi que como tivemos contato durante a relaçao(que nao é relaçao pq nao tem penetraçao) ele ainda ficou com medo que eu tivesse gravida porque passei a sentir muitas dores de estomago nas semanas seguintes...
humilhante e ao mesmo tempo desesperador...nem sei como descrever...graças a deus nao foi nada...
e eu sinto que ele se desinteressou por mim devido a toda essa situação...moramos longe e nunca vislumbrei um namoro, mas queria algo mais, gostei realmente dele, e sinto que perdi a chance de uma futura relaçao por isso.


Quando terminei meu primeiro namoro fiz quase um ano de terapia que me ajudou muito, mas nunca cheguei a entrar em detalhes sobre essa situaçao que tanto me incomoda, decidi voltar a fazer terapia, estou procurando ainda um pscologo, mas nada voltado para a area sexual (o que seria ate ridiculo para uma virgem) quero tartar, entender todos esses meus traumas...
E pesquisando na internet cheguei a conclusao que o mal que tenho é essa relatado aqui nesse site...
é muito bom saber que nao sou a unica a sofrer disso, gostaria muito de ter contato com vcs!
Um grande abraço!


ufa...que desabafo...

Tenho fè disse...

Nossa anonimo que barra,mas nada diferente do que já passamos!!Mas seja forte vc vai conseguir,continue c psicologo,ele te ajudadrá bastante!!!Bjs

Isa disse...

Decidi assinar como Isa..
Sou a anonima acima do relato grande...
Obrigada por me responder Tenho fè..
Quero muito conseguir falar com pessoas que passam ou passaram coisas parecidas...acho que issovai me ajudar muito!
beijos

Anônimo disse...

Oi Isa.. se quiser add no msn para conversar... também sou nova aqui, para mim seria muito bom ter alguém para compartilhar os sofrimentos e também as vitórias é claro!

aline_laurentina9@hotmail.com
bjss

Isa disse...

Obrigada pelo apoio...ja te adicionei no msn...
e gostaria de pedir que quem mais quiser falar sobre isso entre em contato!
Acho que a melhor terapia pode ser entender que nao estamos sozinhas que tem mais gente no mundo capaz de entender os nosso traumas e medos!
estou bem feliz com esse novo começo essa possibilidade de curar algo que eu nem sabia que se tratava de uma doenca!
obrigada!

Beija-Flor disse...

Meninas, dei início ao meu blog. Eu realmente acho que preciso fazer algo para ajudar o máximo de pessoas possível! Sejam bem vindas.

Beija-Flor disse...

http://convivendocomovaginismo.blogspot.com/

Daniela Barros disse...

Oi, anônima 1!
Talvez o seu caso seja dispareunia e não vaginismo. Acho que seria legal vc procurar uma fisioterapeuta uroginecológica pra ela te ajudar com o diagnóstico e uma solução, ok?
Bjs

Oi, Aline!
Tenho msn mas não acesso sempre, então costumo conversar com as meninas pelo gtalk, se vc estiver email do gmail, me adiciona lá e a gente conversa! =)
Bjs

Oi, Josi!
Vc vai conseguir fazer o exame sim! Deve ter sido algum dia em que vc estava muito tensa, pode ter sido a expectativa do momento... fique calma... Eu tb te adoro muito! Quero te dar um abraço toda vez que leio seus comentários! Quem sabe eu não te conheço um dia e conheço seu bb, hein? Quando souber o sexo, me fala, que quero te dar um presentinho!
Bjs

Oi, Aprendendo com Deus!
Seja bem vinda por aqui! Me mande um email contando sua história e dizendo suas dúvidas que eu te ajudarei no que eu puder!
Bjs

Oi, Isa!
Uma coisa que eu aprendi nesses anos de luta contra o vaginismo, é que não é só de penetração que vive uma relação sexual. Tem muita coisa envolvida aí e podemos nos divertir muito de outros modos. Acredito que a penetração não pode ser substituída, mas as outras coisas são importantes pra aumentar a intimidade entre o casal, o conhecimento que cada um tem de si e do outro, a cumplicidade e de quebrar diminuir a tensão e a expectativa com relação a penetração.
Acho que vc deveria sim procurar um psico especializado na área sexual, não tem problema nenhum que vc é virgem, se vc for pensar, quase todas nós (se não todas), foi pro terapeuta sexual, virgem! Qual o problema? Acho que vai ser melhor pra vc encontrar a solução pro seu problema...
Bom, vamos conversando, tá? É bom tê-la aqui dividindo suas dúvidas e expectativas!
Bjs

Dani

Daniela Barros disse...

Oi, Beija-Flor!
Vou colocar o seu blog na minha listinha e assim que der, te faço uma visita, ok?
Bjs
Dani

Beija-flor disse...

Que legal Dani, me visite sim. Hoje escrevi um post muito útil, com uma dica pouco convencional mas bastante simples e eficaz, não precisa colocar nada na vagina pra alargar ou coisa e tal, eu mesma nunca consegui colocar um penis de borracha ou qualquer objeto, sei que as meninas sentem medo como eu. Beijos!

tenho fé disse...

Oiii Dani seria um prazer imenso te conhecer pessoalmente viu!!!Espero que isso realmente aconteça,apresentar meu bebê pra vc,nossa com muito orgulho pra uma pessoa que tanto me ajudou!!!Assim que tiver certeza do sexo do bb te falo sim ta,e será breve!!!Ahhh Dani so estou com um problema,minha libído esta baixíssima não sinto vontade,ainda mais que toda vez que íamos tentar entrava só com bastante dificuldade,então estamos um tempão sem nada!!Oque faço Dani???Bjss

Daniela Barros disse...

Oi, Beija-flor!
Que interessante esse seu novo post! Não posso perder! Vou entrar lá assim que conseguir, tá? Minha vida tá super corrida!
Bjs

Oi, Josi!
O que vc faz agora? Encara!!!! Tem que praticar sempre, Josi, se não volta a ficar difícil e depois cada vez mais... então pratica... se vc tá meio fraca de libido, coloca uma meta mais fácil do tipo "pelo menos uma vez por semana" e aí vai lá namorar o maridão! Sempre naquele esquema de colocar o quanto dá e se divertir de alguma forma. Na próxima vai ser mais fácil e assim por diante.
Pra ajudar na libido, usa a técnica da fantasia, no dia que vc achar que vai dar tudo certo de vcs namorarem, fica pensando nele o dia todo, tenta imaginar vcs namorando, se divertindo e tals, vai ajudar!
Não desiste não, amiga, e aproveita que a barriga ainda tá pequena pra vc se divertir um pouquinho! hehehe Depois vão ter fraldas e noites mal dormidas pra atrapalhar... rs Aproveita enquanto pode!
Bjs

tenho fé disse...

Oiii Dani estou muito feliz!!!Estou esperando uma menina!!Ahhh que linda!!!Bjss

Anônimo disse...

Oi! Eu sou nova por aqui. Tenho 20 anos e namoro há 2 anos e meio. Eu estava desconfiada que eu tinha algum problema, pois quando meu namorado tenta a penetração eu sinto muita dor, alguma coisa me bloqueia mesmo! Algumas vezes eu choro, não consigo me controlar e ele também fica nervoso p.q acha que me machuca. Acho realmente que ele me ama muito, pois tinha uma vida sexual ativa antes de mim e agora nós não fazemos nada e ele é bonito, tem um corpo muito bonito tbm, mas eu simplesmente não consigo.vendo o site eu me identifiquei com as situações, vou marcar o médico e tentar melhorar essa situação!
Obrigada, la.

Anônimo disse...

Tô sofrendo demais com isso. Já consegui penetração total, só que agora voltou tudo de novo e não consigo ser penetrada.

Anônimo disse...

Oi pessoal, eu estou com o mesmo problema. Sou casada a 2 anos, e ainda não consegui chegar ao rompimento do hímem...já usei várias pomada, mas ainda sinto dor...já passei no Genicologista e ele me disse que eu tenho um grau de vaginismo bem baixo, pois ele conseguiu fazer o exame de toque, senti muito desconforto, mas ele conseguiu. Amanhã eu tenho uma nova consulta, não conseguimos ainda, nem a penetração e bem o rompimento do himem...Pessoal o que vcs me indicam a fazer??? Existe algum terapeuta especializado em São Paulo, de preferência mulher...eu moro na zona leste.
Por favor, me ajudem. Beijos e Obrigada

Anônimo disse...

Oi pessoal, eu estou com o mesmo problema. Sou casada a 2 anos, e ainda não consegui chegar ao rompimento do hímem...já usei várias pomada, mas ainda sinto dor...já passei no Genicologista e ele me disse que eu tenho um grau de vaginismo bem baixo, pois ele conseguiu fazer o exame de toque, senti muito desconforto, mas ele conseguiu. Amanhã eu tenho uma nova consulta, não conseguimos ainda, nem a penetração e bem o rompimento do himem...Pessoal o que vcs me indicam a fazer??? Existe algum terapeuta especializado em São Paulo, de preferência mulher...eu moro na zona leste.
Por favor, me ajudem. Beijos e Obrigada
pessoal o meu e-mail é lulugospel@hotmail.com ( Luciana)

Anônimo disse...

oi meu nome é... (vou me chamar de tulipa) tenho 27 anos e descobri q tenho vaginismo tem menos de uma semana. vou fazer 3 meses de casada agora dia 27 e só foi logo depois do casamento q comecei a minha vida sexual. gostaria de saber como posso receber seus conselhos pois achei muito interessante esse tema: "vaginismo tem fim"! me mandem um email meu endereço é mirandatulipa@hotmail.com.br
obrigada
bjs

Anônimo disse...

OLÁ MENINAS!!!NAMORO A 6 SNOA E RECENTIMENTE TENTEI PERDER MINHA VIRGINDADE E NÃO CONSEGUI,DOEU MUUUUUUUUUUUUUUUITO.NÃO AGUENTO MAIS ISSO,ME AJUDEM POR FAVOR!!!!!TENHO 19 ANOS!!!!

Anônimo disse...

ESTOU MORREEEEEEEENDO DE MEDO DE TER VAGINISMO MENINAS.NAMORO A 3 ANOS E SOU NOIVA A 5 MESES.JA TENTEI PERDER MAIS NÃO CONSEGUI A DOR FOI MUITO INSUPORTÁVEL E NUNCA CONSIGO.ME AJUDEM A SABER O QUE FAZER!!!!!!!BEIJOS E MUITO OBRIGADA!!!!!ME RESPONDA COM URGENCIA;111111

Anônimo disse...

VIM AQUI PENSANDO QUE VOCêS JA TINHAM ME RESPONDIDO,MAS AINDA NÃO DEU TEMPO,NÉ?ESTOU ANSIOSA PELA RESPOSTA.....SOU A QUE É NOIVA E NAMORA A 3 ANOS111(ME CHAMEM DE OLIVEA)BEIJOS E OBRIGADA!!!!!!!!

Anônimo disse...

Meninas,
Preciso da ajuda de vocês...
Eu estou realmente desesperada porque não sei mais o que fazer.
Estou num relacionamento há 10 anos (5 de namoro + 5 de noivado). Tenho vaginismo e, como vocês sabem, nunca consegui ter relações sexuais com meu noivo.
Ele sempre foi muito paciente comigo, nunca me cobrou nada. Até ano passado. Começou a cobrança e ele se diz triste porque acha que eu nunca me interessei em me curar, o que não é verdade.
Só que, assim como muitas de vocês, demorei pra aceitar que eu realmente tinha esse problema. Na verdade quando eu realmente constatei que tinha, achei que eu ia conseguir ter relações sexuais quando casasse, quando a gente tivesse mais tempo e privacidade pra fazer o tratamento.
Só que isso aconteceu antes do casamento e agora nem sei mais se o casamento vai acontecer.
O meu grau de vaginismo não é tão grande. Eu sempre consegui usar absorvente interno. Incomodava muito pouco na hora de colocar no começo, mas com o tempo não senti mais dor.
E eu consigo, por exemplo, colocar o dedo, desde que esteja muito relaxada. Mas mesmo assim fico com a sensação de que vai doer.
E eu pedi pro meu noivo me ajudar no tratamento, mas ele disse que não tem mais forças pra tentar. Que ele queria que tudo se resolvesse sem que ele precisasse passar por isso. Mas infelizmente eu não consigo fazer sempre sozinha sabe. Eu sinto que preciso dele pra conseguir relaxar, pq sozinha é muito difícil. Nós já conseguimos ter 1 relação com penetração, mas eu senti bastante dor. Não tanto quanto antes, mas ainda sim foi bastante desconfortável.
Eu tenho tentado quase todos os dias. Consigo colocar um dedo, mas dois dedos só vai o começo e dói, aí paro.
Nós não estamos tendo mais nenhum tipo de contato. Ele mal me beija pq diz que quando faz isso fica com vontade, e ele sabe que não vamos conseguir então ele prefere nem tentar pra não passar vontade.
O que eu faço? Continuo tentando sozinha pra ver se tenho algum progresso pra depois conseguir com ele? Será que, mesmo que eu consiga ter progresso sozinha, vou conseguir quando estiver com ele?
Obrigada pela ajuda :)

Anônimo disse...

Depois de ler tudo fiquei tão triste por achar que tenho isso.
Eu sempre fui orientada que não podia fazer sexo antes de casar e minha mae sempre foi reguladora.
Só q tenho 27 anos e não sou casada, tenho namorado que amo muito mas não consegue me penetrar.
Minha primeira vez não foi com ele e senti muito medo.
Ele me dá muito prazer fazendo estimulação clitoriana porém não consigo fazer por ele e tenho dó.
Moro em um local que nem terapeuta p isso deve existir.
Nem sei que fazer.
Obg a todas pelo depoimento.

gabriela disse...

gente, esse pessoal que usou a pomada, como vcs aplicaram?to pensando em usar tambem..

Anônimo disse...

Olá meninas boa noite!! já tem alguns posts meus aqui, meu nome é Aline, sou casada e convivo com o vaginismo a 3 anos (desde que casei). O post de hoje é mto especial pra mim, ainda não é minha cura mas estou mto confiante de que seja um grande passo rumo a mesma. Desde que descobri o vaginismo tentei todas as formas possiveis de vence-lo: terapia, exercicios com os dedos (meu e de meu marido), exercícios com próteses, até remédios receitados por um psiquiatra eu tomei!!!srsrsrs Mas infelizmente eu não avançava no tratamento!!Conseguia ir até o limite do rompimento do meu himem, que pra mim, era grande motivo de pavor!!Eu simplesmente travava!!na minha cabeça o romper do himem seria uma violência(pra mim seria me rasgar, era isso q eu pensava), ia sangrar mto e doer mto!! sabemos que nem sempre essa realidade é verdadeira, mas nem mesmo a terapia conseguiu me fazer mudar de pensamento...rsrs
Pois bem, já de saco cheio, angustiada, e tudo mais, depois de mais de 3 anos de tentativas frustadas, tomei uma decisão e hoje dei o grande passo que me referi acima: fiz um procedimento cirurgico para romper meu himem! Sei que todos os médicos não acreditam que isso leve a cura, sei que a maioria de nós já ouviu falar que o problema não é o himem e sim a cabeça da gente...mas eu tanto insisti, que minha ginecologista aceitou fazer!! Estou mto feliz e confiante, sei de pessoas que deu certo esse procedimento e tenho certeza que pra mim vai dar tb!!tirou um peso da minhas costas saber que aquilo que eu mais temia, não esta aqui mais!!Não estou me iludindo achando que agora ja vou sair pendurando no lustre com meu marido...rssrr...mas vou relaxar bem mais, inclusive com os tratamentos, que pretendo seguir...inclusive hoje fiquei sabendo que finalmente temos uma fisioterapeuta especializada nessa área na minha cidade, inclusive ja marquei 10 seções com ela....mas dessa vez vou leve, sem medo de ser perfurada, rasgada ou sei lá mais o que, que passava na minha cabeça....rssrsrsr
Se alguém ficou com dúvidas a respeito do procedimento, foi bastante simples viu?? fiz com anestesia local, no consultório da médica mesmo..só senti a picada da anestesia e depois mais nada...foi bem rapido (acho q uns 5 minutos) e agora só esta ardendo um pouquinho, bem pouquinho!!
Bem, é isso!! gostaria de dividir com vcs esse meu momento, pois de fato nunca me senti tão confiante de que agora vai!!!e se não for, eu vou continuar tentando, pois vou fazer de tudo para superar esse fantasma do vaginismo em minha vida!!!
Espero logo estar postando aqui pra vcs a cura de fato...hauahauhauahua
Peço que torçam por mim, pois sempre estarei torcendo por vcs!!
Bjos a todas!Aline

Daniela Barros disse...

Oi, Tenho Fé!
Que beleza uma menininha! Pra quando é? Preciso correr com seu presentinho, hein?rs
Bjs

Oi, anônima 1!
Que bom que o blog te ajudou a procurar ajuda! Vai mesmo, procura um médico e vê se esse mesmo seu problema. O tratamento é cansativo, mas vale muito a pena! =)
Bjs

Oi, anônima 2!
Vc já fez algum tratamento e depois voltou? É isso? Se for, acalme-se, vc já conseguiu resolver uma vez e vai conseguir de novo, o segredo é acreditar, manter a calma e se divertir na hora do sexo!
Bjs

Oi, Luciana!
O ideal é vc procurar algum tipo de ajuda profissional mesmo. Vc tem plano médico? Acho que vc poderia ver com o plano se tem cobertura para fisioterapia uroginecológica e procurar um profissional perto da sua casa. Acho uma boa para o seu caso pq vc num menciona nenhum tipo de pânico, conseguiu fazer o exame... talvez seja um bom caminho a seguir!
Boa sorte!
Bjs

Oi, Tulipa!
Como vc descobriu o vaginismo? O correto é ir ao ginecologista, antes de mais nada, saber se está tudo bem contigo fisicamente e só depois pensar que pode ser algo psicológico como o vaginismo. Procure ajuda médica!
Boa sorte!

Olá, anônima de 19 anos!
Vc tentou só uma vez ou foram várias? Se foi só uma vez, pode ser que vc não tenha problema nenhum, a vagina é elástica mas ela num “nasce sabendo” (rs), ela precisa aprender primeiro e nas primeiras vezes pode doer um pouco ou ser desconfortável. Procure relaxar, tomar um bom banho, fazer uma massagem a dois e caprichar nas preliminares antes de tentar novamente.
Boa sorte!
Bjs

Oi, anônima que está noiva!
Olha, eu acho que o primeiríssimo passo é vc procurar um gineco. Existem algumas infecções vaginais que podem causar dores na hora do sexo. Antes de procurar um tratamento para o vaginismo, é preciso eliminar as outras possibilidades, ok?
Boa sorte!
Ah! E desculpe pela demora na resposta!
Bjs

Olá, anônima do relacionamento de 10 anos!
Num tem como a gente saber se vai dar certo ou não, mas vc tem que tentar, não é mesmo? Eu acho que seria legal vc procurar ajuda médica, já que seu noivo ta cansado demais pra te ajudar. Eu, no teu lugar, procuraria uma fisio uroginecológica, já que ela mesma vai te acompanhar nos exercícios enquanto o terapeuta vai querer trabalhar sua relação com teu noivo, querer entender pq ele não participa e tals, aí acho que vai demorar mais pra conseguir os resultados. Acho que sozinha até é possível, mas é bem mais difícil, por isso acho que o melhor caminho pra vc seria a fisioterapia.
Por outro lado, acho que vc precisa resgatar o seu relacionamento, vcs praticavam sexo oral e outras brincadeiras? Acho que seria legal vc dizer pro teu noivo que pra te ajudar, ele precisa voltar a fazer essas brincadeiras contigo, pra te ajudar a ter mais excitação e te preparar pra hora do “vamo-vê”. Acho que se ele perceber q vc está fazendo um tratamento com um profissional, vai ficar mais seguro e querer investir, pq o retorno é garantido, viu? Pode acreditar!
Bjs

Oi, anônima de 27 anos!
Eu acho que vc deveria procurar um gineco primeiro, pra ver se ta tudo bem contigo fisicamente. Depois procurar saber se tem terapeuta sexual na sua cidade, vc nem sabe! Quem sabe tem e vc ta perdendo de se tratar só pq acha que não tem?
Sei que é difícil, mas tem que correr atrás, ta?
Bjs

Oi, Gabriela!
A pomada anestésica só dá a ilusão de que resolveu o problema, pq ela adormece a área e aí impede vc de contrair. Eu usei uma vez e não achei legal, pq num senti nada nada, por isso não aconselho tentar. É só colocar na ponta do dedo e passar na entradinha e um pouco pra dentro, até a metade do dedo indicador mais ou menos, mas de novo, não aconselho pq não resolve o problema, só finge que resolveu.
Bjs

Olá, Aline!
Vc postou esse comentário em outro post tb, né? Eu me lembro de já tê-lo respondido em algum lugar... se vc não encontrar, depois me fala que eu posto de novo, ta?
Bjs

Anônimo disse...

Olá...estou aqui para relatar minha história!!! Sou casada há 4 anos e meio, e infelizmente, creio que sofro de VAGINISMO...SIM EU DIGO CREIO, PQ ATÉ HJ NÃO TIVE CORAGEM DE IR A UM GINECOLOGISTA, POR VERGONHA!!! E AMANHÃ SERÁ MINHA 1aCONSULTA, depois de anos...estou com medo do que o médico possa pensar...uma mulher de 30 anos, casada há quase 5, e não ter sido penetrada!!! Eu chego até ter orgasmos(vários, inclusive)...mas a penetração não acontece, o que faço????!!! Será que o ginecologista...entenderá meu problema, ou achará que é frescura??? O QUE EU FAÇO?????

Daniela Barros disse...

Oi, anônima!
O ginecologista entender ou não seu problema, infelizmente, é um risco que a gente corre. O negócio é meter as caras, ir ao médico, se ele falar um monte de besteiras, levanta e deixa ele lá falando sozinho e procura outro!
O que não pode é desistir diante do primeiro! É muito importante que vc vá a um médico, q ele te examine e veja se está tudo bem contigo fisicamente antes de concluir que tem vaginismo, ok?
Boa sorte e conte comigo!
Bjs

Anônimo disse...

OI DANIELA...fui ao ginecologista, sou a anônima com vergonha! E REALMENTE FOI UM ALÍVIO!!! Ele me examinou, e realmente, constatou, a princípio, vaginismo!!! Conversei bastante com ele, e ele foi bem atencioso, realmente me passou bastante segurança!! Bom agora tenho que iniciar o tratamento psicológio!!! MUITO OBRIGADA...PELO APOIO!!!

Daniela Barros disse...

Oi, anônima!
Que bom que vc foi ao médico e que ele foi atencioso contigo! E que bom tb descobrir o que a gente tem com certeza, né?
Agora vai atras da terapia! Se der, dê preferência pra profissionais com especialização em sexualidade, tipo terapeuta sexual ou sexólogo, pq eles tratam o emocional e ao mesmo tempo dão exercícios pra vc fazer em casa. Aí é um tratamento mais completo!
Boa sorte!
Bjs

Anônimo disse...

alguem me ajuda por favor? tenho 16 anos e até hoje sou virgem todas as minhas amigas não são virgem mais não! eu tenho um namorado ( pra min ele é o melhor do mundo )agente já tentamos várias vezes com o sexo oral, sentimos prazer sim! mias agora tentamos penetrar só que quando o pênis dele quasi entra na minha vargina dói muito muito mesmo' eu queria uma ajuda pra vêr se isso é normal porque eu tenho vergonha de pedir pra minha mãe me levar no médico e tal'z!
Por favor meninas me ajudem por favor?

Anônimo disse...

Olá anônima de 16 anos (post 15/08/11 as 14:05), olha a questão de todas suas amigas já não serem virgem mais NÃO PODE DETERMINAR que você também tenha que já ter tido relação sexual,ok? O momento de ter a relação sexual deve partir de você, caso você se ache no SEU MOMENTO. Não esquecendo de que você tem 16 anos e uma possível gravidez, DSTs - doenças sexualmente transmissíveis, podem acontecer, então caso queira iniciar sua vida sexual que seja de forma segura fazendo uso em TODAS as relações sexuais de preservativo. O fato de você ter tentando uma única vez a penetração com seu namorado, não determina que você tenha vaginismo. Para esse diagnóstico e até mesmo uma maior orientação para você, ORIENTO procurar atendimento médico ( ginecologista). Não se desespere, faça o caminho inverso, procure ajuda, do mesmo modo, que o fez ao participar do blog. Pode ser ou não vaginismo e pelo blog não haverá como te confirmar essa hipótese, ok?
Bju, fica com Deus.

BELLE*

Anônimo disse...

Olá! Muito legal o teu blog!
Tb sofro disso, mas discordo de uma opinião q li aqui...de que não devemos apelar para tratamento com BOTOX e tal...
Eu já gastei mais de 2 mil reais em tratamentos com terapia sexual e nada...o tratamento é muito lento e caro...
Já li vários artigos sobre BOTOX aplicado aos musculos da vagina que impedem a contração muscular e o sexo rola sem dor alguma...
Me diz pq não tentar se podemos ter a cura em questão de dias???
Estou falando com conhecimento de causa e acho que a maioria das pessoas que já me criticou por esse minha postura são aquelas que se beneficiam destas pacientes como terapeutas sexuais e fisioterapeutas. Não estou dismerecendo o trabalho destas profissionais de maneira alguma, mas pq não tentar algo inovador e de ação rápida, para que protelar tanto sofrimento.
eu ainda não procurei o tratanto pois aqui na minha cidade ainda não achei qem o faça...na verdade enm procurei, por comodismo sei lá...mas cansei, vou a luta!!! Vou esperimentar e venho aqui dar o meu testemunho!!!
Obrigada, bjussss

Anônimo disse...

Gostaria muito que vc me repondesse, fui eu q escrevi o comentário acima...
Me chamo "Mabi" e tb tenho um blog de vaginismo, só que perdi minha senha...hehe

Anne-Fé disse...

Olá meninas,estou casada a 6 meses,e nao consigo ter uma relação com meu esposo.Ele no inicio tinha muita calma,pasciencia,mais com o tempo ele começou a ficar nervoso.E eu comecei a me desesperar,nessa segunda 22/08/2011 fui a ginecologista e o pior ela nao consiguiu colocar nem o cotonete,e ela ainda tipo deu risada o que me deixou + triste,disse que coloca aquilo em uma criança,isso me deixou muito triste.Ela mandou eu procurar uma Sexologa e começar a Fazer Tratamento.Sendo que o que deixou + triste vou as atitudes do meu esposo,ele disse que me daria 3 meses para conseguir a Cura,se nao ele iria se divorciar,quando ele falou isso,eu entrei em desespero chorando e perguntando a DEUS pq isso tinha acontecido logo comigo,e eu amo tanto o meu esposo,queria tanto ter uma vida normal com ele.Eu irei começar meu tratamento,nao importa o tempo que irar durar,mais eu vou alcançar a CURA,se ele vai esperar eu nao sei.+ eu vou lutar até o fim.bjsss meninas.....

Anônimo disse...

Olá Anne,

Você já tinha tentado ter penetração antes de casar?
Olha, quanto ao fato dessa ginecologista, desconsidera isso que ela disse e esse risinho dela. Ria dela que estudou 09 anos (06 anos de medicina + 03 de ginecologia e obstetrícia ) e desconhece por completo a medicina ( pois não se ri de paciente) e a o vaginismo. Conversa com seu marido, que você tem vaginismo, mostra leituras sobre o assunto, que as vezes pelo o desconhecimento, ele pode estar esperando que você assuma uma postura que ainda está pronta ( ainda). O TRATAMENTO para o vaginismo, depende, de mulher p mulher, depende do parceiro, depende de vários fatores pessoais. É algo curável é 100% dos casos e que requer perserverança e paciência para a caminhada. Já li depoimentos de quem se curou em 4 meses e de quem já se curou com mais tempo. A determinação na terapia, realizando os exercícios são primordiais. Estou em terapia há 3 meses e eu tb nem conseguia colocar um cotonete e hoje estou colocando dois dedos do meu namorado. Então, vejo que evolui e que esse é o caminho. Desesperar não ajuda em nada e o diálogo com o parceiro são fundamentais. Saiba que vc não está sozinha, assim como você existem várias mulheres e o 1º passo você já deu, que foi procurar ajuda e assim dar continuidade a caminhada. Não desanima, várias pessoas já se curaram e nós poderemos ser mais uma dessas,ok? ACREDITE NA SUA CURA QUE ELA VIRÁ COM O SEU ESFORÇO!!
Bju,

BELLE*

Anônimo disse...

Olá Mabi,

Vi seu blog, vc contando que tinha perdido a senha e tals. Embaixo não conseguir abrir as reportagens falando sobre o botox. Olha, minha opinião é o seguinte... sei que no local que aplica o botox perde-se a contração muscular daquela região além de causar hipoestesia(perda da sensibilidade), mas o vaginismo é algo tão amplo. Será que você vai querer por toda sua vida ser penetrada sem sentir nada??????? Acho que no início p se ter aquela tão sonhada penetração, talvez sim. Mas assim por mim, acho que não queria não sabe. Mas você fez terapia durante quanto tempo e realmente colocou em prática as prescrições?? Eu vou perguntar a minha sexóloga se há algum estudo científico que comprove se há benefícios do tto com o botox e te falo aqui,ok? Entendo sua " aflição" é muito dinheiro que se vai, mas tenho recebido retorno com as consultas nas minhas conquistas com a penetração de obejtos, dedos. E até então estou muito satisfeita com o resultado, claro que de vez ou outra, bate aquele desanimo...mas aí é respirar fundo e mandar ver nos exercícios e compartilhar isso com o parceiro, médico que o acompanha ou até mesmo por aqui.
Bju,

BELLE*

AnneFé disse...

Nossas meninas,estou tão anciosa marquei uma consulta para dia 01/09/2011.Com uma Fisioterapeuta mais nao sei se só ela vai poder me ajudar,vou conversar com ela,dependendo vou procurar uma sexologa,andei ligando para algumas clinicas cada consulta custa R$ 200,00 REIAS bem carinho,+ quero tanto ficar curada logo.Tenho Fé que irei conseguir bjss a Todas.

Anônimo disse...

Meninas descobri este blog hoje, no meu desespero de achar alguma ajuda na internet acabei achando vocês...chorei tanto lendo esse blog! Eu me vi em todas as situações colocadas aqui, e ao mesmo tempo me senti muito mais confortável em saber que eu não sou a única no mundo que passa por esse inferno na vida sexual...estava quase desistindo mas depois de ler tudo que vocês postaram aqui me sinto mais forte para correr atrás da cura...Beijos

Daniela Barros disse...

Oi, anônima de 15 de agosto!
Então, muita gente pensa que pode ter vaginismo logo de cara só pq tem algumas dificuldades na penetração, mas isso pode não ser verdade. Muitas amigas minhas tiveram um pouco de dificuldade na primeira vez e depois conseguiram normalmente. Quer dizer, é natural que a vagina resista um pouco à primeira penetração, simplesmente pq ela não está acostumada com isso. O negócio é ir com carinho e com calma, abusar das preliminares pra ficar mais excitada e com isso ter mais lubrificação, o que facilita muito a penetração. Se mesmo depois de muitas tentativas, ainda não for possível ter a primeira vez, o primeiro passo é ir a um ginecologista ver se está tudo bem fisicamente, só depois de tudo isso que pode-se pensar no problema do vaginismo. Tente não ficar impressionada com as histórias que vê aqui, vc ainda é muito nova e sua vida sexual tem tudo pra dar certo, relaxe e tente aproveitar o momento, ok?
Boa sorte!

Oi, Belle!
Obrigada pela ajuda!

Oi, Mabi!
Vc fechou seu comentário exatamente com o que eu queria te dizer. Se vc tem tanta vontade de testar, vc tem todo direito de fazer isso, e se der certo, vc, com certeza, terá abertura de vir até aqui no blog e dar seu testemunho. Afinal eu não ganho nadica de nada com qquer q seja o tratamento que cada uma de vcs busca depois de ler o meu blog, né?
Por outro lado, eu continuo irredutível com a minha postura de que uma doença psicológica jamais e em tempo algum pode ser curada de maneira só física, pelo simples motivo que eu reconheço que eu nunca tive nenhum problema físico, o negócio tava mesmo dentro da minha cabeça. E, pra mim, não tem nada mais libertador do que saber que eu consegui vencer esse fantasma psicológico e que hj sou “normal” por meus méritos.
Desculpe se fui incisiva, mas é esta minha opinião.
Obrigada por vir compartilhar seu ponto de vista aqui no blog, opiniões divergentes são e sempre serão bem vindas!

Oi, Anne-Fé!
Eu entendo exatamente essas coisas que vc diz. É mesmo muito difícil não poder corresponder as expectativas da pessoa que a gente ama e conviver com o medo de perdê-la por isso. Por outro lado, esse medo é bom, pq ele vai te fazer lutar com todas as suas forças pela cura! Vai, procura mesmo a sexóloga e faz todos os exercícios que ela te passar com o máximo de dedicação que vc conseguir, tenho certeza que assim vc vai se curar! E seu marido tb vai gostar de ver q vc está correndo atrás da solução pro seu problema! Boa sorte
PS: A fisioterapia tb é uma ótima opção! Depois vem contar pra gente como foi a consulta, tá?

Oi, anônima de 8/9/2011!
Que bom que o blog te ajudou a recuperar a esperança! Como vc deve ter visto por aqui, é um trabalho duro mas que pode dar resultados se a pessoa se dedicar pra valer! Corra atrás de tratamento e se precisar de mim, pode contar!

Bjs a todas!

Anne-Fé disse...

Meninas voltei.Fui na Fisioterapeuta e também na sexóloga.To fazendo exercícios Segunda e Quarta e na terça de manhã estou indo na sexóloga.A sexóloga me passou para fazer exercícios de contrair e descontrair toda a parte do corpo.Ir para meu quarto ficar relaxada e pensar que descontrair é melhor que contrair,to fazendo direto.Ahhhh não posso me esquecer mandou eu ler esse livro" Quando o corpo da mulher diz não ao Sexo''-Linda Valins-Só que nossa esse livro é muito difícil de encontrar,aqui no rio não achei..+ procurando achei em um sebo la em Minas gerais.fiz o pedido já,estou anciosa para chegar-A menina disse que só tinha 1..parece que não estão editando + esse livro,que pena.Meninas bjs na semana que vem,venho contar a proxima consulta,,,se cuidam e Fé sempre.

Anônimo disse...

olá mim casei vai fazer 3 anos,e não conseguir ter uma relação completa,mim bate um desespero e choro bastante,pensando que não vou nunca conseguir,e já estou pensando em ter um filho,mais estou muito preocupada, confesso.

Anônimo disse...

Tenho 23 anos e meu namorado 20.Praticamente todo final de semana desde que ambos tivemos a primeira vez juntos tentamos transar.Então,o q acontece é q a 1 foi frustrante,cheguei a chorar pq nada dava certo,nessa vez acho que ele teve culpa tbm pq tava um pouco flácido.Nem papai e mamãe nós conseguimos(tbm acredito q por causa da fisionomia dele,ele tem 1.99 e eu 1.68).Acho até q meu hímen se rompeu pq na primeira tentativa doeu a primeira entrada e sangrou um pouquinho inclusive em volta da vagina e eu senti algo bater lá no fundo.Ficamos mais tranquilos e da segunda vez em diante descobrimos que de ladinho entrava uma parte, mas eu sei que 98% não entra pq eu seguro a base do pênis dele e frequentemente sinto o pênis saindo e atingindo por fora o meu clitoris.Ficarei 3 ou 4 meses sem vê-lo daqui a duas semanas e tenho certeza do amor dele por mim.Dói tanto imaginar que eu possa ser a culpada por nós não termos uma relação sexual completa.A minha vagina fica dolorida em volta até acho que é pq o pênis fricciona muito em volta. Na última vez q tentamos dois dias atrás(após de mais de 5 vezes fazendo de ladinho) tentamos a posicao na qual eu fico de quatro e foi novamente impossivel.Estou muito frustrada e inconscientemente tenho arrumado motivos suficientes pra q a gente não tenha q ir a casa dele pra transar(só vamos a casa dele pra transar, então já saio da minha casa sabendo que é pra isso).Sabe,só comentei da primeira e segunda vez com uma das minhas irmas pq é com quem eu tenho mais intimidade, mas depois disso nem falei nada sobre isso. Tô profundamente triste e me sentindo pra baixo.Sempre olho para outras mulheres e imagino '' ahh será que ela pode receber um pênis por completo". O pênis dele não é grande demais nem pequeno, só acho que é um pouquinho grosso(mas não tenho muita referênica), não sei o que fazer. Minha ginecologista é da família, mas acho que na próxima vez q eu for pra uma consulta irei expor minha situação e pedirei pra q ela confirme se perdi ou nao minha virgindade, pq nem disso posso ter certeza :( querendo ou não após ler seu depoimento fiquei contente por saber que há pessoas que passam e passaram por essa situação. Meu namorado e eu nos conhecemos pela internet. Foram quase dois anos até q nos vimos pessoalmente e nos masturbamos depois mais um ano até q eu tivesse comecado a me prevenir(tomar pilula)e nos pudessemos iniciar a vida sexual, pq por preucacao e medo de engravidar so fiz sexo depois de 4 meses tomando a pílula. O pior é que ele vem tentado achar na internet o pq do penis dele sair o tempo todo, acho que ele ta comecando a perceber q na verdade ele nem entra. Não sei o que pensar ou o q fazer mais. :*(

Anne-Fé disse...

Oi,Anônima 28 de Outubro de 2011.Então pelo que vejo na hora da relação sua vagina contrai,vc fica travada então o Penis do seu Namorado não entra,pode ser que você fica tensa demais,eu tenho vaginismo no inicio demorei a creditar que poderia ser isso,só descobrir quando eu fui na ginecologista e ela não conseguiu colocar nem 1 cotonete foi muito frustante pra mim,porém logo procurei ajuda,Hoje estou fazendo Tratamento com uma Sexóloga e já consigo colocar 2 dedos do meu Marido.Conselho vai a uma ginecologista que você não conheça para vc poder ser abrir com ela,e fale sobre o que está acontecendo,ela irá te ajudar.bjss Espero ter Ajudado Fé sempre.

Anne-Fé disse...

Oi,Anônima do dia 25 de Outubro de 2011,Primeiro Passo você tem que procurar ajuda,Ir na Ginecologista e explicar a ela tudo que sente,se na sua cidade tiver uma sexóloga procure pq irá te ajudar demais,eu sou casada a 8 meses e demorei a acreditar que tinha isso meu casamento estava acabando,quando percebi que precisava de ajuda,urgente antes que meu marido me larga-se,foi ai que procurei a ajuda e comecei a fazer tratamento com essa doutora Sexologa.Eu nao conseguia colocar Nada nem 1 Dedo meu.Hoje consigo Colocar 2 DEDOS do meu ESPOSO,tudo é um processo,porém nao deixa de procurar ajudar.Qualquer duvida estou aqui.

beauty disse...

That makes complete sense!It sounds like a great book. Thanks for sharing.

Anônimo disse...

Meninas, namoro ha 6 anos... sim, sempre enrolei, achei que um dia ia conseguir! Tentei de tudo, tudo.
Sempre tive medo de ir ao ginicologista e ouvir o que temia.. algo sério, algo grave.
Criei finalmente coragem e fui.
E ela me diz VAGINISMO e me olha com uma cara de piedade do tipo "sorry"

ja consegui uma unica vez colocar 1 dedo e foi tudo. é foda, é mto decepcionante.

Minha mãe nunca conversou comigo sobre sexo... qdo eu comecei a namorar (era novinha) ela falava que eu tinha que me dar valor, cuidar do meu corpo. Depois achou uma cartela de antconcepcional na minha bolsa.. achou o fim do mundo.
Pois bem, minha primeira atitude foi falar com ela (com mtooo custo) choramos, conversamos. Ela ficou chocada, achava que eu transava ha anos.
Acho que foi um passo importante, um passo que se tivesse sido feito com 16 anos nao teria nunca tido problemas.

Minha pergunta é: eu quero começar o trabalho com terapeuta, mas não tem na minha cidade, só tem tipo 20km daqui e mtooo caro. Vcs acham que um trabalho com um psicólogo "normal" é válido ou tenho mesmo que procurar um sexologo?

Muito obrigada meninas, espero que todas nós possamos melhorar, se Deus quiser nós iremos.

Anônimo disse...

OLA SOFRE DESTE TAL DE VAGINISMO E ESTOU MUITO TRISTE MAIS CONFIU EM DEUS.

Gloss fashion disse...

BOA NOITE BOM SOU LISA E SOFRO DE VAGINISMO ATE CHOREI QUANDO LI ESTES COMÉNTARIOS.ME DEU ESPERANÇA.BJO

Anônimo disse...

A minha historia é a pior de todas tenho 13 anos de casado nunca consegui penetraçao nem dedo nem nada tenho pavor so de pensar em colocar algo dentro da minha vagina,sou muito triste por isso acho que nao tenho soluçao.....

Anne-Fé disse...

Anônimo Do dia 10 de novembro 2011.vc tem algum e-mail.Se tive me mande.Para conversamos.

Anônimo disse...

tenho sim gxol@oi.com.br

Anônimo disse...

ALGUÉM JA USOU XILOCAINA?

Mabel disse...

Meninas, estou passando aqui para dar um "oi". Continuo com o vaginismo, andei abandonando os exercíos que o meu gineco falou para eu fazer, mas estou retomando-os devagar. A novidade é que eu estou fazendo terapia e a minha psicóloga disse para eu não ler mais nada sobre vaginismo, inclusive esse blog. Na hora fiquei chateada qdo ela me disse isso, mas depois fui entendendo o por quê. Mas hoje passei aqui sem ela saber, claro, pois estou com saudades de partilhar com quem já passou ou passa pelo vaginismo. Não conheço ninguém assim, só vcs aqui. E queria perguntar uma coisa tb: alguém sabe onde que no Rio de Janeiro posso encontrar um desses fisioterapeutas uroginecológicos e que aceite Amil? Andei pesquisando uns lugares que são caríssimos (só a consulta inicial era R$ 300,00!!! E esse foi mais barato que vi!) e não aceitam planos. Parece que a Anne faz esse tipo de fisioterapia, é isso mesmo? É que li rapidamente os posts. Por favor, me ajudem! Bjs a todas e não desanimem! Ah, e não contem à minha terapeuta que estou aqui, hein! rsrs...

Anônimo disse...

Olá, tenho vaginismo e gostaria de saber qual o valor do tratamento, é muito caro??

Anônimo disse...

OLA ANNE-FE !!!ESTOU AGUARDANDO SEU EMAIL...PRESCISO DE AJUDA OBRIGADO,,,
GXOL@OI.COM.BR

Anne-Fé disse...

Oi já enviei um E-mail para você.Favor confirme se recebeu.

Anônimo disse...

Anne, sou do Rio e também tenho esse problema. Meu email é nani_vag@yahoo.com.br
Preciso de ajuda e tudo é caríssimo.

Anônimo disse...

Olá!
Tenho 19 anos, e namoro a 4 anos!
Tive um vida sexual normal por mais ou menos seis meses, mas a 3 anos sinto muitas dores na penetração! Já fui a varios ginecologistas e nem um achou um motivo para essa dor, então pesquisando por ai, achei o Vaginismo que parece-me ser o caso! E lendo o blog, penso que como eu ja consegui por meio ano manter relações normalmente, talvez somente com os exercicios melhorasse meu problema! Será?

Anne-fé disse...

Meninas não poderia de deixar de compatilhar minha alegria com vocês depois de quase 5 meses conseguir ter minha primeira relação com meu Esposo e foi ontem dia 31 de Janeiro de 2011.A minha alegria é muito grande chorei muito.E ontem eu vi como valeu a pena tantos exercicios tanta força de vontade.Meninas vcs são capazes tbém.Basta acreditar em vcs,tenha fé e continuem fazendo os exercicios todos os dias;Beijos feliz Ano novo para todas.

Tenho fé disse...

Oiii apareci,é que tive minha filha,ela ja tem 04 meses.Estou tâo feliz,ela é linda !!A VIDA SEXUAL ANDA PARADA,DEVAGAR,MAS VOU VOLTAR COM A TERAPIA!!Inclusive neste momento estou amamentando-a!!Dani saudades d vc viu!!!Bjss

Mabel disse...

Olá, meninas! Tenho feito os exercícios que o meu gineco indicou, mas não vejo tanto avanço. E, por isso, quero perguntar a "Tenho Fé", quais os exercícios que vc faz? Vc poderia me passar por email o passo-a-passo deles, por favor. Meu email é: mabel.melo@yahoo.com.br. Agradeço muito mesmo! Bjs!

Maria disse...

Gente, depois de ler os comentários de vcs au passei a acreditar q tenho isso... e agora o q é q eu faço? Queria saber se tem algo q eu possa fazer ou tenho q primeiramente procurar uma ginecologista?? Não tenho coragem pra falar sobre isso!!! E QUE EXERCÍCIOS SÃO ESTES?? Alguém por favor poderia disponibilizá-los ou informar o site, enfim??????? Desde já agradeço!!

Anônimo disse...

Olá Maria,

Tive vaginismo. Nunca tinha conseguido transar até fazer os exercícios. Procurei ginicologista, mas não resolveram no meu caso. Eram extremamente desinformados. Recentemente eu me curei. Fiz um acompanhamento com sexólogo via msn, já que onde moro não tem este profissional.
O segredo é a disciplina, persistência e respeito com si mesma. Abaixo colocarei algumas dicas do meu tratamento. Mas acho prudente você procurar um ginicologista primeiro.

1º - É importante fazer os exercícios num momento calmo...desligue celular, tv, computador. Coloque uma música. Sei que parece rídiculo, mas as vezes a gente precisa criar algumas fantasias eróticas para conseguir praticar os exercícios. Por isso, caso seja necessário se permita imaginar cenas de filmes...use a imaginação...isso torna as coisas mais fáceis. Consegui fazer isso poucas vezes.

2º - Eu comecei com o dedo indicador. Deve estar limpo. Esta fase é pra você reconhecer o seu corpo.
Introduza o dedo devagar até onde vc aguentar. Se doer para...dá um tempo...minutos...horas e tenta novamente.
O segredo é a disciplina na realização dos exercícios. Não desistir. Eu não consegui de primeira. Mas persisti.

No início eu fazia todos os dias. Depois três vezes na semana.
Quando estava cansada...entedeada eu não fazia.

Importante: Quando você conseguir introduzir o indicador. Não passe para outro dedo. Fique pelo menos uma semana. Faça com o dedo na vagina movimentos circulares, pra cima, pra baixo, direita, esquerda... sempre apertando um pouquinho só. AH!!! passe gel pode ser KY no dedo e na vagina ajuda bastante.

3º - Conseguiu o indicador, passe para o dedo médio. Faça os mesmos movimentos.

4º - Usar velas comum com gel e preservativo.
Comece com a vela nº 06 ou se achar mais fina pode usar. Os movimentos são os mesmos. Abuse do gel. Coloque devagar. Se doer para.
Tira e coloca várias vezes até onde conseguir. Respeite o seu limite.
Tente o tempo que for necessário.

Conseguiu com a vela nº 06 passe para nº 08 até a nº 10.

6º - Comprei vibradores finos... pra começar são ótimos. Tem uns plugs anais que são excelentes. Eu comprei na net.
Dê preferências para os de silicone ou outro material macio. Que tenha a ponta fina.

Os movimentos são os mesmos feitos com os dedos.

7º - Escolha uma posição confortável. Eu comecei deitada de costa. Depois eu fui variando a posição. Sentei... fiquei em pé. Mas tudo no seu tempo. As vezes vc pode ficar vários dias no mesmo no mesmo exercício. Isso não quer dizer que vc não está evoluindo. Esses exercícios é uma forma de desensibilizar a região da vagina. Então, faça com carinho...é um momento seu. Não tenha medo de mudar de posição.

Se começar com o dedo for muito... comece com o cotonete. Isso varia conforme o caso.

Um abraço...sempre passo por aqui


Maria do Céu

Noreen disse...

That makes complete sense!It sounds like a great book. Thanks for sharing.

Anônimo disse...

Noreen,

Passar pelo problema do vaginismo não é fácil.
O mínimo que posso fazer é compartilhar com outras mulheres que passam por esta situação.

Somos a maioria anônimas, porque sentimos vergonha, menos mulher, auto-estima lá embaixo.
As pessoas não entendem e dizem que é frescura.Por isso a demora para encarar o problema e buscar o tratamento.

As vezes, devido ao problema, perdemos coisas importantes em nossa vida, como no meu caso o casamento.

Mas, é preciso levantar a cabeça e buscar ajuda. No meu caso comecei pela net. Graças a Deus eu estou curada. Perdi uma pessoa que eu amo muito. Mas procurei ajuda por minha causa. Eu merecia a cura.

Um abraço

maria do céu

Anônimo disse...

ola...tenho esse tal de vaginismo tb...e gostaria de saber onde compro o dilatador vaginal. Nao consigo encontrar...me ajudem

Anônimo disse...

Olá!!!

Os dilatadores que usei comprei-os em sexshopping na internet. Comprei primeiro uns finos, chamados de plugs anais, são bons para começar. Dê preferência para os de silicone e com a ponta fina, e pra começar ele todo fino ajuda. Com o tempo vc aumenta o tamanho e grossura. Usar sempre com bastante gel e preservativo. Eu comecei o tratamento com vela (essas que tem em casa) com a nº 6, depois aumentei , se achar mais fina pode começar. Não esqueça do gel e do preservativo. Introduza devagar até onde aguentar, não force. Você consegue.
Um abraço... eu me curei

Anônimo disse...

olá amigas, me casei a pouco mais de 2 anos e descobri que tenho vaginismo quando fui no ginecologista fazer papanicolau. Até então meu esposo conversava comigo pra eu relaxar mais, porém não conseguia. Nunca tinha ouvido falar em vaginismo. Quando cheguei no consultório e vi a grossura do coletor que seria introduzido sem tempo de relaxar, quase que sai correndo, quando começou a introduzí-lo tive uma dor tão intensa, que só em pensar...choro e me desespero.
A doutora foi grossa comigo, disse que eu tenho vaginismo e sem olhar nos meus olhos disse pra eu ir fazer terapia. Isso já tem meses e não fui ainda, pois tenho receio de ser alguém que não domine esse assunto, e não me deixe a vontade. Converso muito com meu amado esposo e ele tem sido paciente comigo. Eu não conseguia introduzir nem um absorvente interno do mais fininho, mas fui tentando, hoje consigo introduzir um dedo inteiro facilmente, dois ainda me faz sentir dor, acho que por causa da unha. gostei da idéia da vela com camisinha. vou me esforçar para a cura e o depoimento de vcs irão me ajudar, crendo que minhas orações serão ouvidas por Deus, porque com fé nada é impossível para Ele.

Anônimo disse...

Olá amiga do post acima!!!

fui casada durante 12 anos,com vaginismo. Eu consegui me curar fazendo os exercícios com vela, vibradores. Começa com os finos. Ve a melhor posição pra vc introduzir, pra mim era deitada, depois fui variando sentada, em pé. Use bastante gel e o preservativo. Quando conseguir introduzir a vela, passe para uma mais grossa, sempre no seu tempo. Quando vc ve já introduziu um vibrador de 16 cm kkk. Foi assim comigo... eu me curei... e vc vai se curar também. Para fazer os exercícios escolha um momento tranquilo, isso ajuda bastante. Se estiver cansada, entedeada não faça. Faça com carinho é por você... pra mais ninguém.
Bj

Anônimo disse...

Obrigada amiga do post acima!!! Vou tentar sim! Me preocupo quando engravidar, quando precisar fazer exames que precisa-se introduzir aparelhos. vc já teve filhos? Foi Cesária? Será que os médicos entendem essa angústia?
Pra quem chorava de desespero para introduzir O.B. (o menor que tem), consegui introduzir dois dedos!!!!! Fico feliz de compartilhar isso com vcs. Estou massageando as partes mais rígidas por dentro. Vc comprou os vibradores pela internet?
Abraços no coração de todas!!!!

Anônimo disse...

Oi amiga do post acima!!!

Tua angústia é normal. Eu me curei faz pouco tempo. Mas antes de transar, quando eu já introduzia um vibrador de 12 cm, eu fui numa ginicologista como qualquer mulher e fiz o preventivo e outros exames, como a ultra transvaginal, isso antes de transar com um pênis de verdade kkkk. Foi super normal... fiquei um pouco tensa. Mas não doeu nada. Não tenho filhos. Mas, depois de tanto tempo sofrendo, eu posso dizer que transo e sinto prazer. Amiga, faço todas as posições... a cura é possível sim... faça os exercícios com disciplina. E não desista.

Estou torcendo por vc... bj

Anônimo disse...

ops!! faltou responder... comprei pela net.
Dê preferência aos de silicone ou jelly, com a ponta fina.
Vou colocar algumas sugestões dos que usei, mas primeiro comecei com dedo e com as velas finas.


Usei este primeiro:
http://www.sextoy.com.br/produtos/plug-liso-love

Depois os outros... lentamente. Só passava para outro quando introduzir tudo e com facilidade.
O hímen foi rompido assim, não doeu nada... só sangrou um pouco. Estas são as minhas sugestões.
No site tem outros mais finos, menores... aí vc escolhe. O site é manda logo os produtos e em embalagem discreta.

http://www.sextoy.com.br/produtos/plug-unlimited-de-13cm

http://www.sextoy.com.br/produtos/mini-plug


http://www.sextoy.com.br/produtos/penis-fino-
clear-de-13cm

http://www.sextoy.com.br/produtos/plug-pequeno-uva



Estes foi o último
http://www.sextoy.com.br/produtos/penis-lena-lilas-de-16cm

o site é este:

http://www.sextoy.com.br

O segredo é persistir... um abraço

Anônimo disse...

Como usar a pomada de xilocaina?Usa com camisinha,pode passar na vagina?Faz efeito mesmo? Obrigado

Anônimo disse...

Meninas,
Namoro ha quatro anos e pouco. Durante muito tempo apenas namoramos e nem pensava em transar com meu namorado. Ele, muito paciente, sempre esperou o momento que eu acreditava que um dia chegaria, porem esse momento nao chega...
Ha cerca de um ano e meio, resolvi que tinha chegado a hora e que realmente queria tentar, afinal, tenho um namorado que e maravilhoso e que me ama muito.
Mas, como muitas de vcs, nao consigo. Simplesmente nao consigo! Doi horrores!
Nao temos a oportunidade de ficarmos sozinhos em nossas casas, moramos com familias grandes, entao meu amor reservou uma suite linda, em um hotel luxuoso, com flores em cima da cama... enfim, tudo perfeito para uma noite romantica, com a pessoa que amo...Mas nao aconteceu e chorei muito, extremamente frustrada!!!
Meu namorado entendeu, e depois dessas vezes tentamos outras varias vezes, quase todas em sucesso... Em setembro do ano passado, conseguimos, parcialmente. Ele conseguiu penetrar cerca de metade do penis, apos usarmos lubrificante e xilocaina, o que pra mim foi muito doloroso, mas ao mesmo tempo feliz!
Pensei, nossa finalmente consegui, e pior que isso nao pode ser, pois a tendencia e sempre melhorar, certo? Errado. Para minha total tristeza, depois disso nao conseguimos mais. Seja com gel lubrificante, xilocaina, o maximo que conseguimos, ja com dor, e com que ele penetre o dedo em mim...
Nao sei mais o que fazer. Ele com razao comecou a me cobrar, falando que nao aguenta mais, que daqui a pouco fazemos cinco anos e nada.
Nao sei o que fazer, ja pensei em tantas coisas! Chego a duvidar do meu amor por ele, porque eu penso que se todas conseguem quando se ama alguem, pq so eu nao consigo? Pq qq mulher que nem ama alguem consegue e eu n?
Pesei que de repente nao sinto tanto desejo, mas eu gosto muito quando ele me toca e quando ficamos so nas preliminares.
Entao hoje, pela primeira vez, estou tentando admitir que posso e devo sim ter vaginismo e vou tentar procurar ajuda.
Isso pq estou tentando imaginar como falar isso com alguem, pq na minha casa esse tipo de conversa nao e possivel. Outro dia falei com meu namorado que tinha visto na net sobre vaginismmo, pois so aqui posso desabafar... Ele diz que nao tenho nada, que e psicologico. Mas ja percebi que n e apenas um medo normal...
Hj discutimos mais uma vez e sei que ele esta certo em querer transar e eu descobri que tb quero!E se antes era mais para mostrar o meu amor por ele,vejo que hj eu quero por mim! Pq tenho quase 25 anos e quero sim ter uma vida sexual saudavel! E hj encaro que esse desejo nao e nenhum problema, mas uma coisa tao normal!!! Que eu nao tenho!
Agora vou me arrumar, pq ele quer sair pra conversar. Nao sei se quer dar um tempo, terminar. Mas independente do que acontecer, decidi que preciso de ajuda e quero agradecer a todas vcs que compartilham suas experiencias e opinioes, pois vi que nao sou a unica (juro que durante um bom temppo achei que fosse!!!!)
Vou tomar coragem e procurar ajuda profissional. E isso, principalmente, depois de td que li aqui, no blog da Grazi(que inspiracao), no da soaria e agora nesse que ainda n conhecia!!!
Muito obrigada a todad vcs meninas! Vcs ja estao me ajudando!

Bom, podem me chamar de nina, caso queiram comentar!!!

Abs,

Anônimo disse...

Nina você uso a pomada xilocaina,tenho duvida como usar.Você uso direto da vagina interno ou a redor,ou o seu namorado coloco em cima da camisinha.
Obrigado

Anônimo disse...

olá anônima do post 11 de março de 2012 19:39,

Fui casada 12 anos e nunca tinha consguido transar com meu marido.Sentia medo e dor. Até que ele me deixou. Não aguentou e era um excelente marido. Mas, isso me deu força para me cuidar e procurar ajuda. Encontrei este blog. Comecei fazer exercícios de dilatação da vagina em casa mesmo. Comecei com o dedo, depois usei velas, nº 08, 08, e 10, com lubrificante e camisinha, fazia os exercícios pelo menos três vezes na semana ou todos os dias, num momento tivesse tudo calmo. Depois comprei dilatadores ou vibradores, comecei com plugs anais que são finos, vibradores com a ponta fina, feitos de silicone ou jelly. Usei os dedos fazia movimentos pra cima, pra baixo, de um lado pra outro. Quando já estava confortável 2 ou 3 semana passei pra vela e fui assim até conseguir introduzir um vibrador de 16 cm. Isto durou três meses. Num dia meu ex-marido apareceu na minha casa e eu falei é hoje. Transamos, não foi muito bom, tava tensa, mas hoje já faz 3 meses da primeira transa e sinto prazer e não sinto mais dor.
A cura é possível...requer disciplina e determinação... poucos homens entende.

Eu consegui...vc vai conseguir...
A terapia que fiz não me ajudou. O que valeu pra mim foram os exercícios.

Abuse do gel ele facilita muito.

Se vc já consegue colocar um dedo já é um avanço enorme.
Faça os exercícios eles ajudam muito porque desensibilizam a área da vagina.

Tenho certeza que vc vai conseguir.
Depois posta o resultado aqui.

Um abraço

Anônimo disse...

Ola anonima do post acima,

Muito obrigada pelas palavras de incentivo!
Resolvi fazer terapia, mesmo que muitas meninas falem que nao adiantou, pois acho que vale a pena tentar esse tipo de ajuda profissional, vai que da certo... tomara!!!
Queria saber dos dilatadores... Moro com meus pais, como eles chegam? Quero dizer, imagino que deve ser algo discreto, nao?
Vou tentar fazendo os exercicios em casa, mas se eu ver que nao esta dando resultado, vou para a fisio.
Conversei com meu namorado, que a principio, nao acha que eu tenho uma doenca, mas ele ta me dando forcas! Um motivo a mais para procurar ajuda!

Abraco.

Anônimo disse...

Anonima do post de 11 de marco,

Boa tarde!

Usei xilocaina ao redor e dentro da vagina.
Mas para mim nada adiantou... De qq forma, acho que qq tentativa e valida!!!

Abs,

Nina

Anônimo disse...

Olá anônima de 15 de março de 2012 13:28

Acho válido vc tentar a terapia, porque existem casos e casos, no meu não funcionou, mas vai que vc funciona.

Agora fazer os exercícios é fundamental. Porque tem a parte psicológica, mas tem a parte física (a vagina). Os exercícios ajuda desensibilizar. Comigo não podia nem chegar perto. E eu tô curada.

Quanto a embalagem dos vibradores. É super discreta. Uma caixa, sem qualquer logomarca. E chega bem rapidinho. Faça os exercícios num momento calmo. Eu fazia antes de dormir ou de pela manhã. Mas cada uma tem o seu tempo.

Estou torcendo por vc... qdo conseguir a cura post pra gente.

Abaixo indico os que usei, já postei eles antes neste blog.


Usei este primeiro:
http://www.sextoy.com.br/produtos/plug-liso-love

Depois os outros... lentamente. Só passava para outro quando introduzir tudo e com facilidade.
O hímen foi rompido assim, não doeu nada... só sangrou um pouco. Estas são as minhas sugestões.
No site tem outros mais finos, menores... aí vc escolhe. O site é manda logo os produtos e em embalagem discreta.

http://www.sextoy.com.br/produtos/plug-unlimited-de-13cm

http://www.sextoy.com.br/produtos/mini-plug


http://www.sextoy.com.br/produtos/penis-fino-
clear-de-13cm

http://www.sextoy.com.br/produtos/plug-pequeno-uva



Estes foi o último
http://www.sextoy.com.br/produtos/penis-lena-lilas-de-16cm

o site é este:

http://www.sextoy.com.br

Anônimo disse...

Oi meninas adorei ter encontrado esse blog sou casada a 2 anos e também sofro com este problema e o pior tenho 27 anos e nunca tive coragem de ir a uma ginecologista pois morro de medo de fazer exame já consegui com muita luta ter relações completas mais com muita dificuldade e sentindo dor e sei que é tudo psicologico pois percebo não ter nenhum problema fisico essa é a primeira vez que exponho meu problema com outras pessoas afinal descobri sozinha o vaginismo pesquisando meus sintomas na internet pois sempre achei muito estranho oque acontecia comigo meu marido é super paciente mais ele não merece isso sei que também depende de mim pra que eu fique curada descobri exercícios através de sites e até consigo fazer mais as vezes eu desisto chego a passar vários meses sem nem se quer tentar e isso me deixa deprimida nestes dois anos consegui algumas vezes mais é muuuuuito dificil e quanto mais eu demoro pra fazer de novo mais dificil fica nossa vou ver se compro esse kit que vcs falaram tomara que de certo.

alizbeath disse...

Hi there, simply become alart to your blog through google, better post keep it up!

Anônimo disse...

Olá anônima do dia 18 de março de 2012 00:14,

Eu fiz os exercícios em casa, sozinha. Mas, fui bastante disciplinada, nunca tinha transado, fui casada, perdi o marido, devido ao problema, mas da separação eu coragem e fiz o tratamento em casa com os vibradores, e hoje estou curada.
Faz os exercícios regularmente que você vai conseguir também. Não desista, faça por vc... o prazer da cura é incrível.

Um abraço

Anônimo disse...

Que bom saber que eu nao sou a unica ,que tenho esse problema .....pois estou casada a 1 ano e nada de sexo tambem tenho 23 anos e tento desde aos meus 16 anos e nada de nada .
toda vez que vou com o meu marido p cama é aquela decepção enorme ,eu choro passo 24horas do meu dia pensando em fazer em concluir isso e para de sofrer dessa forma ,pois a ano passado fui em uma ginecologista e pedi para que ela rompesse meu himen , pois ela rompeu, e pediu para q ficasse 15 dias sem tentar que depois desses 15 dia eu podia fazer , nossss nao via a hora ... deu 15 dias e fui fazer mas uma decepção nao conseguia de forma alguma ...comecei a desanimar ...liguei pra medica e ela nao consegui acredtar que eu nao tinha conseguido , me pediu para que eu procurasse uma psicologa , ela mesmo me indicou uma isso tudo em cidade de fora ,pois nao queria que ninguem soubesse desse problema meu ....pois ai comecei a fazer a terapia fazia 2 vezes por semana e assim foi durnde 1 mes , pois nada de resultado ,ela pedia que eu usasse meu dedo para conhecer os limetes do meu corpo , pediu para que eu comprasse um pinto de borracha , fiz tudo do jeito que ela falou , e mesmo nada , nosss comecei a desanimar o meu marido tbem começou a se desanimar ....nosss tem dia que eu quero morrer , ficar sozinha pra ver se acaba com esse sofrimento , pois isso ja esta virando uma tortura sem fim ....e sabe qual é o pior de tudo vc nao ter com quem conversar uma amiga um alguem que vc pudesse se abrir para desabafar ,isso faz falta ..só de eu escrever para ser um alivio para o meu coração ... pois o meu maior sonho e ser mãe ....mas de que jeito se eu nao consigo evoluir ..se vc tiver alguma dica me ajuda

bju ate

arman disse...

I could tell that we’re on the same interest and obsession. Good to know someone I could share my ideas. Looking forward to know and learn some more from you. . I make fun of been wonder wide this an eye to some beat now.

Anônimo disse...

Olá anônima do post de 25 de março de 2012 10:50

Eu tive vaginismo e acredito na cura.
A ansiedade só atrapalha.
Eu fiz terapia um ano e não adiantou.
Depois eu comecei uma tratamento virtual, fiz durante dois meses e consegui.
Este tratamento foi com o dr. Charles Rojtenberg (charleswb@hotmail.com), ele me passava os exercícios por email ou msn e eu fazia. Ajudou-me a comprar o vibradores e consegui a cura em 4 meses.
Sei que é desesperador, mas os exercícios são fundamentais... eles ajudam a desensibilizar a região da vagina e vc acaba percebendo que não é um bicho de 7 cabeças.
Como já postei neste blog, fui casada 12 anos, tive vaginismo todo este tempo, perdi meu marido, que eu amava, só então fui procurar ajuda.Consegui me curar... a cura é possível...
Mas é preciso ter disciplina. Os meses que fiquei fazendo os exercícios (4) não tentei em nenhum momento sexo com homem.
Chegou um tempo que eu conseguia introduzir um vibrador de 16 cm e só depois que estava segura eu tentei com um homem e, consegui.

Você também consegue.
Tenta... fazer os execícios no início foi horrível, comecei com o dedo, depois usei vela, vibradores... tudo bem devagar, mas todo dia fazia um pouquinho.

Se com o dedo tá difícil... use o cotonete primeiro, mas o dedo permite a gente se conhecer.
Tenta...faz...vc consegue...
Nós somos maiores que o problema.

Um abraço

john disse...

Very interesting information!Perfect just what I was searching for!I like this site very much, Its a really nice position to read and find information.

Anônimo disse...

Oi, não sei se tenho vaginismo, mas tive um parceiro e a perda da minha virgindade não foi exatamente tranquila, senti muita dor e mesmo querendo parar meu parceiro simplesmente falou que todas as mulheres passam por isso que eu iria sofrer mesmo e continuou, chorei muito e fiquei 3 anos sem ter relações. Mas agora estou com um parceiro que confio muito e tivemos nossas primeiras tentativas de relação por que a unica coisa que conseguimos é a penetração, mais nada, ele fala que eu vou apertando, que minha vagina vai fechando, e chega a machuca-lo depois o penis não entra mais, só conseguimos ter 2 relações "completas", resolvi procurar um médico estamos a 2 meses juntos mas somos amigos a muito tempo, o que me deixa mais frustrada é que sou muito apaixonada por ele e não consigo controlar meu próprio corpo, e não quero perde-lo por isso, não sei o que fazer...

Anônimo disse...

olar sei que minha namorada tem este ploblemar gostaria de saber se e coreto usa esta pomada xilocaina ?

Anônimo disse...

bom nao sei se lir todos mas percebir que so tem mulher acompanhondo e gostaria de fala que tem um homem preocupado sim com assa situasao minha namorada tem este ploblemar antes de ler tudo isso agente nao sabe por onde começar mas agora sim obrigado a todas vcs !!!ass:007 ha pergunta sobre a pomada xilocaina foi eu tambem bjs

Anônimo disse...

oolaa 007 ,essa pomada pra mim nao resolveu!!ela ja procurou ajuda de um psicologo?

att mariana

Anônimo disse...

ola mariana vc usou esta pomada mesmo assim vc sentiu dor ?
ha ela ainda nao procurou psicologo porque ela se sente com muita vergonha !!! poriso talvez ela tenha este plobema
Ass:007

Anônimo disse...

usei sim oo7 , mas nem assim consigui a penetração, esse dor é tudo psicologico é uma dor qu nao existe , mais que nos fantasiamos , e por isso fica dificil de entender nos que temos esse problema , que nem no meu caso eu nao tive a penetração , e eu falo sempre que doi , mas nao doi ,pq eu nao tive a 1 penetração pra saber se doi ou nao ,entendeu!!! mas ela ja teve a primeira penetração ? att +

Anônimo disse...

teve sim !!!! muitas vez agente tentou e sempre doi muito nos estamos tentado ha um ano e tem um mes mais ou menos que eu comesei a pesquisar sobre penetracao foi ai que eu discubri o vaginismo pelos sintomas que ela tinha
Ass:007

Anônimo disse...

ola ,mas se doi tanto assim deve ser tambem porque ela nao relaxa , as pessoas que tem o vaginismo ela nao consegue relaxar ela teve muita sorte de ter consguido a penetração , pq é muito dificil pra quem sofre disso ..... mass sabe o que pode ser tenta pesquisar na net , existe varios tipo de vagina , pode ser que a dela seje muito pequena ,pesquisa pra vc ver na net e depois vc me fala se eu nao me engano existe 3 tipos de abertura de vagina e depois me fala . e existe cirurgia por que eu mesmo ja fiz essa cirurgia....att

Anônimo disse...

gente eu e minha namorada conseguimos a penetraçao completa varias vezes em um dia e no outro dia sequinte nao conseguimos mas sera porquer foi um alivio pra gente quando agente conseguio a penetraçao ai tentemos varias vez seguida e conseguiamos todas as vez mas no outro dia ela sentio muita dor eu fiquei sem enteder e a minha namorada tambem ficou muita desepicionada ass007

Anônimo disse...

eu tambem nao consigo perder a virgidade sinto muita dor.sera que sou normal? ja tentei com xilocaina mais mesmo assim sinto muita dor e na minha ultima tentativa ate sangrou mais ainda nada..fico muito triste e meu namorado tambem... :(

JUJU disse...

Minha história...
Olá meninas, Tenhos atualmente 25 anos, hoje sou curada do vaginismo, mas confesso, não foi fácil. Esta é a primeira vez que conto minha história, que com muita luta e ajuda do meu Maridão consegui vencer.
Casei a 3 anos atráz e era virgem... na lua de mel, nada de penetração, a dor era grande, ´foram várias tentativas e nada.
Então ao vir da lua de mel, sem fazer a menos ideia do que estava acontecendo, pois nÕ havia penetração, procurei minha ginecologista que não levou nada a sério... quando penso parece brincadeira... até me oferecer remédio para dormir na hora H ela me ofereceu para não sentir dor, sugeriu também que eu tomasse uma bebida ou alguma coisa assim, não fiz nada disso, mas ia para casa sempre muito frustada e sem a solução.
Anos se passaram 1... 2 anos de casada, e quando estava para completar 3 anos, resolvi procurar outra gineco, que diagnosticou meu problema e me encaminhou para a psico.
Por sinal encontrei uma ótima psico e juntamente com as secões iniciei os exercícios com meu marido (que aprendi na internet).
Era assim... De noite, quando estavamos na cama, eu lubrificava bem o dedo dele (1º o indicador), tentava relaxar e ele tentava penetrar o dedo dele em mim. E assim foi... quando não conseguia, deixava para a outra noite e passava para o segundo dedo somente quando não sentia mais dor. Na quarta seção estavamos tentando penetrar dois dedos juntos (bem lubrificados) e então resolvi tentar a penetração com o do marido.
Eu nem acreditei quando entrou, eu estava por cima dele, entrou uma, duas vezes e assim foi. Acho que estava acostumando com a dor da penetração do dedo que então não senti tanta dor com o do marido.
Daí em diante foi bastante prática e tentando relaxar o corpo o maximo possivel. Teve vezes que não consegui, mas não desisti.
Não foi tão facil quanto parece, senti muita dor... mas, dou graças a Deus pelo meu marido que sempre foi muito paciente comigo, e nunca me cobrou nada. :-)
Hoje, sou curada, tenho a penetração total e sou muito feliz.
Espero ter ajudado vc´s com minha história, não foi fácil, mas quando temos determinação é certo que conseguimos.
Bjinhos para todas.

JUJU disse...

Minha história...
Olá meninas, Tenhos atualmente 25 anos, hoje sou curada do vaginismo, mas confesso, não foi fácil. Esta é a primeira vez que conto minha história, que com muita luta e ajuda do meu Maridão consegui vencer.
Casei a 3 anos atráz e era virgem... na lua de mel, nada de penetração, a dor era grande, ´foram várias tentativas e nada.
Então ao vir da lua de mel, sem fazer a menos ideia do que estava acontecendo, pois nÕ havia penetração, procurei minha ginecologista que não levou nada a sério... quando penso parece brincadeira... até me oferecer remédio para dormir na hora H ela me ofereceu para não sentir dor, sugeriu também que eu tomasse uma bebida ou alguma coisa assim, não fiz nada disso, mas ia para casa sempre muito frustada e sem a solução.
Anos se passaram 1... 2 anos de casada, e quando estava para completar 3 anos, resolvi procurar outra gineco, que diagnosticou meu problema e me encaminhou para a psico.
Por sinal encontrei uma ótima psico e juntamente com as secões iniciei os exercícios com meu marido (que aprendi na internet).
Era assim... De noite, quando estavamos na cama, eu lubrificava bem o dedo dele (1º o indicador), tentava relaxar e ele tentava penetrar o dedo dele em mim. E assim foi... quando não conseguia, deixava para a outra noite e passava para o segundo dedo somente quando não sentia mais dor. Na quarta seção estavamos tentando penetrar dois dedos juntos (bem lubrificados) e então resolvi tentar a penetração com o do marido.
Eu nem acreditei quando entrou, eu estava por cima dele, entrou uma, duas vezes e assim foi. Acho que estava acostumando com a dor da penetração do dedo que então não senti tanta dor com o do marido.
Daí em diante foi bastante prática e tentando relaxar o corpo o maximo possivel. Teve vezes que não consegui, mas não desisti.
Não foi tão facil quanto parece, senti muita dor... mas, dou graças a Deus pelo meu marido que sempre foi muito paciente comigo, e nunca me cobrou nada. :-)
Hoje, sou curada, tenho a penetração total e sou muito feliz.
Espero ter ajudado vc´s com minha história, não foi fácil, mas quando temos determinação é certo que conseguimos.
Bjinhos para todas.

Dayane disse...

Olá meninas amei descobrir esse blog fiquei muito feliz em ver pessoas compartilhando historias como a minha,estou casada a 1 ano e ainda nao consegui ter a panetraçao fico muito frustrada quando tento e nao consigo e o meu marido também ainda nao achei um profissional q possa me ajudar mas continuo procurando quero logo poder realizar esse sonho e poder compartilhar com voces a minha historia !!!
obrigada!!
boa sorte e um grande beijo pra todas!!
Dayane.

arman disse...

Well I am quite satisfied with that opinion given in your site. I think it must be implacable in real life.

Lara disse...

Pessoal aqui ninguém pensa em fazer a cirurgia para romper o hímem. Foi isso que minha ginecologista me indicou...
Um abraço

Anônimo disse...

oi to com vaginismo, mais to insegura de procurar ajuda sei la medo de nao conseguir e me decpcionar .
eu nao consigo ter relaçoes sexual ai fui ao ginecologista ele so me disse que eu tinha vaginismo , me explicou e pediu paa que eu pesquisasse na internet para me aprimora mais no assunto, ai achei aqui o depoimento de vcs e vi a historia da josi
peço uma ajuda de vcs uma opiniao pois estou me sentindo mal e ainda nao conversei nada com ninguem
meu nome e denise

Anônimo disse...

Acho que também tenho isso tem como me indicarem qualquer terapeuta ou qualquer outro profissional.

Anônimo disse...

Chorei demais lendo o depoimento da Josi e os posts do blog. Eu tenho 29 anos e acreditava estar sozinha no mundo com um problema que nem desconfiava ter... Eu tive uma educação religiosa muito severa, e tudo para meu pai é pecado. Eu namoro há quase 3 anos e tive um namoro anterior de 7 anos, e com o anterior eu me escondia atrás da religião... Achava que depois do casamento todos os meus problemas fossem resolvidos... Mas com meu namorado atual não... Eu passo o final de semana na casa dele, já tentamos várias e várias e várias vezes, mas sem sucesso... Ele é muito carinhoso e paciente comigo, mas ele é homem... E ele sente falta... Semana passada eu cheguei ao fundo do poço. Chorei demais, quis abandonar tudo, me conformar que nunca na minha vida ia conseguir uma coisa tão simples, que eu era destinada a morrer seca mesmo... sozinha... Sem ninguém... Eu sou 2 anos mais velha que meu namorado, e eu me sinto uma velha, gorda e imprestável, que não consegue nem perder a virgindade.... Eu não aguentava mais. E, com isso em mente, eu tentei terminar o namoro, disse a ele que merecia alguém muito melhor que eu, o que não ia ser difícil, porque eu jamais iria conseguir superar isso. Mas ele foi muito compreensivo, disse que eu estava sendo egoísta em tomar uma decisão por ele, e que ele gosta de mim, por isso ainda estava comigo. Mas não dá pra continuar nesta situação. Ele me deu um prazo de até o final do ano eu fazer alguma coisa, senão ele não vai aguentar. Ele mencionou o vaginismo, disse para eu procurar a respeito, e foi assim que cheguei até esse blog abençoado, que para mim foi como uma ilha no mar de lágrimas e desespero que estou vivendo.
Nós já tentamos tantas e tantas vezes que eu estou perdendo o tesão, o desejo, a libido... Eu só fico pensando se vou conseguir... Se vamos tentar de novo... Se vou fracassar de novo... eu não aguento mais essa situação! Todas as vezes que tentamos, por mais relaxada que eu esteja, quando percebo que ele vai penetrar eu fico tão tensa que chego a me contorcer e levantar da cama.... Meus joelhos travam... eu não consigo relaxar de jeito nenhum... Eu não sei mais o que fazer...
Eu fico tão aliviada em saber que não sou a única pessoa a passar por essa situação, e isso me dá forças para lutar... Eu gostei das dicas que algumas pessoas deram no blog, eu vou procurar uma ginecologista que me dê atenção, e não vou desistir na primeira tentativa... e vou seguir os conselhos dos exercícios. Muito obrigada pela oportunidade de desabafar, pois não tenho ninguem confiável que eu possa falar nesse assunto. Caso queiram falar comigo, meu email é mulekaloka@ymail.com. Muito obrigada

Ca disse...

Oi meninas....gostaria de compartilhar meu problema com vocês...
Tenho 21 anos, e há 1 ano e meio venho sentindo dores nas relações sexuais.
Perdi minha virgindade ao 15 anos com meu namorado com que fiquei 3 anos..Nunca tive este tipo de problema com ele....aliás...sexo era maravilhoso....mas naquela época...
Porém com meu novo namorado com quem estou há 4 bom....nada de especial(mas sem dor alguma),porém logo após uma crise de candidiase, o sexo começou a ser doloroso....mesmo estando curada da candidiase.
Consigo a penetração, posso estar hiper lubrificada, porém...é muito doloroso..
Não sabia do meu problema até minha ginecologista informa que era dispaurenia...(conseguir a penetração, mas com dor) e já no vaginismo a penetração é impossivel ou quase impossivel....

Fiz fisioterapia com o convênio que eu tinha na época da UNIMED aqui em São paulo...foi super bom...comecei a ver resultados....mas nunca deixei de sentir dor..somente diminuia um pouco a dor.......
Meu namorado é super paciente comigo...me ajuda...falo para ele fazer a penetração devagar até conseguir relaxar....e em muitos casos paramos, porque a dor é insuportavél..

mas fisioterapia ñ foi o suficiente...o nosso problema é também de ordem psicologica, né?
na minha cabeça, sexo lembra dor...e se eu puder fugir do sexo com meu namorado...eu fujo..faço de tudo para evitar...não tenho nem mais vontade....

Gostaria de achar um psicológo/sexologo, que atenda meu plano de saúde AMIL, já que as sessões com psicologo são mega caras, de R$ 150 para cima.
E é impossivel pagar este valor...

Alguém sabe de algum psicólogo que atenda por plano de saude?
e fisioterapia??

se alguém quiser falar comigo, mande um email para caren-floret@hotmail.com, e adoraria saber...se alguém tem psicologas para me encaminhar....pois realmente estou atras...quero melhorar..porque eu realmente já vivi a fase em que o sexo era bom...em que eu tinha vontade...e sei que um dia não sentia dor..porém não consigo me lembrar do momento.,..sem imaginar a dor que é....

Obrigada meninas.....
Bjos.

Lara disse...

Meninas, fiz a himenotomia(cirurgia para rompimento do hímem), pois não conseguia rompe-lo durante a relação. Agora após a cirurgia estou usando xilocaína (que preciso ver com minha ginecologista se não faz mal) e meu marido ky. Nas duas primeiras vezes ele me disse q eu ainda contrai muito, e ele não conseguiu introduzir o pênis. Ontem eu já fiquei mais relaxada e acho q conseguimos, rs. Eu não tenho prazer nenhum, pois estou anestesiada, mas quero fazer assim por um tempo até o meu cérebro ir se acostumando. O meu medo de sentir dor novamente é muito grande, pois aí sei q travo tudo novamente.
Bjs

Lara disse...

Hoje com 34 anos consegui fazer o meu primeiro exame de lâmina. Tudo isso graças a cirurgia para a remoção do hímem. FELIZ!!!!

Anônimo disse...

oi tenho o mesmo problema sou casada á 5 anos eu e meu marido queremos muito um filho ele tem andado muito triste vou procurar um psicologo é muito caro com á fé em DEUS eu vou conseguir, gostei demais desse blog só em saber que não sou a única fico mais aliviada mais vou conseguir, feliz em conhecer vcs.bjs

Anônimo disse...

Adorei o blog, ando muito triste pois não consigo ter relação sexual com meu marido e estou casada há 1 ano e meio. Ele é muito paciente e calmo, mas vejo que está ficando cansado e eu também!! Mas depois de ler estes depoimentos vou procurar a ginecologista e ver no que ela pode me ajudar!! O problema é que já tinha falado com ela da minha dificuldade e da dor intensa, mas ela falou que era normal e só recomendou um lubrificante. Tentei mas não adiantou. Hoje tentei a xilocaína e com ela meu marido conseguiu penetrar o dedo, o que pra mim já foi uma vitória pois não conseguia nada, mas quero me curar disso, ter uma vida normal e ter filhos!!M

Taty disse...

Nossa hj quando li esses depoimentos chorei tanto pq sempre pensei que eu era a única no mundo com esse tipo de problema, nem sabia que tinha esse nome específico: Vaginismo... Até então eu pensava que se tratava apenas de frigidez.. sei lá... os médicos nunca me disseram nada... apenas diziam pra eu ter paciência e relaxar... preciso de ajuda, nunca consegui ter uma relação sexual normal com meu marido, estamos juntos a um bom tempo e até hj nada, preciso de ajuda, sofro muito com isso, minha auto estima é extremamente baixa .... me ajude ... meu e-mail é taty.souza1@gmail.com

maria disse...

,eu nao sei por exato se meu problema é mesmo vaginismo ou é psicologico mai eu sou casada a mais e 1 ano e nunca consegui a tao sonhada penetracao,na verdade eu so sinto o ardido insuportavel e nunca entrou nenhum pouquinho,o penis q o diga.eu descubir o saite a um mes e estou comecando o exercicio com o contonete e ja consegir com 2.mas eu faço só,o mu marido tentou me ajudar na introduçao tanto dos contonetes como dos dedos mais eu nao consigo deixar,nao temendo a dor e sim pelo fato de algo ser introduzido em min por outras maos eu nao se vc consegue me enteder. e isso nao é de agora é de muito tempo a 4 anos atras sem menos saber que existia vaginismo.eu fui fazer os exames de prevencao por 2 veses e nao conseguir deixar a ginecologista introduzir o material em min para recolher o secremento para me diagnosticar,eu nao seu porq eu reagir assim mais foi mas forte q eu.entao eu queria saBER DE VC. o q vc acha q eu tenho de fato com base na sua experiencia de orientar varias meninas e a companhar varios casos aq no blog.o q vc me suegere no sentido de buscar um tratamento para superacao desse problema.vc tambem acha que eu consigo vencer o problema aq em cASA com os exercicios? te agradeço desde já.

Anônimo disse...

To curada glória a Deeeeus!

Princesa disse...

Nossa, ler esses depoimentos é como fazer o caminho de volta do quarto escuro da solidão causada pela ignorância a respeito do problema. Estou muito feliz de ter encontrado neste ambiente virtual um grupo de combatentes e vencedoras do mesmo inimigo que se instalou na minha vida. Três anos de casamento e uma vida sexual fadada ao fracasso. É a primeira vez que "falo" com alguém sobre esse assunto, me sinto incluída e mais que isso, agora, uma pessoa normal que só precisa vencer esse obstáculo. Meu esposo é muito paciente mas,não posso dizer que é feliz com a nossa vida íntima e isso atrapalha todo o resto da nossa história. Encontrei aqui o encorajamento necessário pra ir á luta em busca de tratamento e solução. Obrigada a todas que contribuíram com suas histórias, esse compartilhamento, com certeza Dani, ruma ao fim do vaginismo no "mundo", quero dizer, no nosso mundo, esse que fica devastado quando não conseguimos nos satisfazer ou satisfazer plenamente o nosso parceiro. Um abração à todas vocês!
Princesa

Daniela Barros disse...

Oi, Anne-Fé!
É difícil mesmo encontrar este livro, o meu comprei pelo Estante Virtual, mas vale super a pena! Tem um monte de dicas muito interessantes... Boa sorte por aí! Bjs

Oi, anônima de 25/10/11!
É normal chorar, se desesperar e ainda ter esse medo de nunca poder ser mãe, nós te entendemos pq tb passamos por isso... O que eu te aconselho é procurar ajuda logo, quanto antes começar, antes acaba! Bjs

Oi, anônima de 28/10/11!
Acho que vc deve sim expor sua situação para seu médico. Às vezes, seu problema é só inexperiência dos dois e não vaginismo. Fique calma, procure o médico e na próxima tentativa procure tentar com vc por cima. Quando a gente domina a situação fica mais fácil. Além disso, com as pernas mais abertas acho que vai aliviar essa sua ardência em volta da vagina! Tente tb conduzir o pênis dele pra entradinha da sua vagina (tente se conhecer antes, pra isso vc pode fazer o exercício do espelhinho que eu aconselhei aqui no blog). E se ficar flácido, brinquem de outra forma, até que ele se anime de novo, ok? Boa sorte! Bjs

Oi, Anne-Fé!
Obrigada por colaborar aqui enquanto eu não estou! =)

Hi, Beauty!
Thanks for commenting!

Oi, anônima de 06/11/11!
Eu respondi isso ainda agorinha pra outra pessoa… A importância de ser sexólogo ou terapeuta sexual é que ele combina o tratamento da parte psicológica com exercícios físicos. Isso faz com que, ao mesmo tempo que vc trate o trauma ou bloqueio (se é que existe algum), vc vá fazer exercícios que te façam acreditar no poder da vagina e dessensibilizá-la. Se seu psico “normal” procurar te ajudar com estas questões tb, ou então vc fazer os exercícios em casa em paralelo com a terapia, pode sim ter um ótimo resultado! Bjs

Oi, anônima de 07/11/11!
Tem que confiar em Deus e ir a luta, viu? Infelizmente o problema não se cura sozinho... Bjs

Oi, Gloss Fashion (Lisa)!
Que bom que te deu esperança! Agora bora procurar ajuda! Se precisar, estamos aqui! Bjs

Oi, anônima de 10/11/11!
Não tem história pior nem história melhor, estamos todas no mesmo barco! A boa notícia é que tem solução sim. É só procurar tratamento e lutar firme! Boa sorte! Bjs

Oi, Mabel!
Tem que fazer os exercícios direitinho! E se a psico mandou vc parar de ler a gente, então para! rs Ela deve ter um bom motivo para isso... Sobre a fisio, liga no teu plano e pergunta, normalmente eles ajudam, o meu plano eles indicaram os locais, liguei pruns 10 e consegui um que fazia! O negócio é persistir!

Oi, anônima de 27/11/11!
O tratamento depende de como vc quer fazer, tem gente que faz com psico, com gineco, com fisio... Pra saber quanto vai sair só pesquisando mesmo na sua região! Bjs

Oi, anônima de 28/12/11!
Num dá pra “adivinhar” se só os exercícios poderiam te ajudar... eu acho que uma boa solução pra vc seria procurar ajuda de uma fisio uroginecológica, vc já ouviu falar? Acho que ajudaria... Bjs

Oi, Anne-fé!
Parabéns pela conquista! Me manda um e-mail contando sua luta pra gente postar aqui? Bjs

Oi, Tenho Fé!
Tb estou com sds de vc... Agora vc já deve estar acostumada com a bb, tá na hora de voltar a dar atenção ao maridão, hein? Bjs

Daniela Barros disse...

Oi, Mabel!
O tratamento é lento mesmo... mas o negócio é insistir e aos poucos vc verá os resultados! Bjs

Oi, Maria!
É legal procurar o gineco pq as vezes a dor na relação sexual pode vir de algum problema físico (infecção, por exemplo) e não ter nada a ver com o vaginismo...

Oi, Maria do Céu!
Obrigada pelo apoio! E parabéns pela história de cura e de amor por vc mesma! :D Bjs

Oi, anônima de 14/02/12!
Infelizmente há um monte desses ginecos imbecis e despreparados! Mas não desanima não, a terapia especializada tem grandes chances de te ajudar sim, ainda mais combinados com os exercícios que vc já está fazendo... Persista e vc consegue! Bjs

Oi, anônima de 15/02/12!
Obrigada por me ajudar a ajudar (rs) as mulheres que passam aqui, viu? É bom ter vcs aqui me apoiando durante os meus sumiços... rs Bjs!

Oi, anônima de 04/03/12!
Eu nunca aconselho a pomada de xilocaína, mas quem ainda insiste em usar, coloca a camisinha no marido depois passa, pode ser no pênis (de camisinha) ou na entrada da vagina. Num pode passar sem camisinha se não dessensibiliza o pênis, aí amolece e acabou a brincadeira! Rs Bjs

Oi, Nina (anônima de 11/03/12)!
Mas vaginismo é uma reação física a um bloqueio psicológico mesmo! Acho legal demais vc querer buscar a cura por vc mesmo! A gente merece ter uma vida sexual plena e feliz, num é? Eu tb acho! Então vai, corre atrás, procura ajuda, psico, fisio uroginecológica e td mais! E vem compartilhar suas dúvidas e conquistas com a gente, tá?

Oi, anônima de 15/03/12!
Quando eu comprei os dilatadores vieram numa caixa tipo de papelão, bem discreta mesmo, nem dá pra imaginar o que tem lá dentro! Ah! E no meu caso, a terapia ajudou e muito, viu? Bjs

Oi, anônima de 18/03/12!
O problema é mesmo que a gente desanima, aí dá um passo pra frente e dois pra trás... Acho que seria uma boa, de repente, procurar ajuda profissional, aí vc tem o compromisso de “apresentar resultados” na seção e isso faz com que vc se “obrigue” mais a fazer os exercícios...

Hi, Alizbeath
How nice that you liked it.

Oi, anônima de 25/03/12!
Entendo exatamente o seu sofrimento pois já passei por tudo isso. Infelizmente a gente começa a terapia e quer que o problema se resolva em dois tempos, mas não é assim! Tem um tempo para as coisas acontecerem... tem gente que resolve em 3 meses, outras demoram um ano, outras até mais ou menos! Depende de cada uma! O importante é confiar no tratamento, se dedicar e persistir! Aos poucos vc vai vendo a evolução e logo atinge o objetivo... Mas precisa continuar o tratamento pra evoluir... Vamos nos falando. Bjs

Hi, Arman!
Thanks for commenting!

Oi, anônima de 31/03/12!
Obrigada pela ajuda!

Hi, John!
Thanks for commenting!

Daniela Barros disse...

Oi, anônima de 10/04/12!
O primeiro passo vc já deu que é procurar ajuda. Depois que vc encontrar um médico que entenda o seu problema, siga direitinho as orientações dele e vc vai conseguir resolver o problema.

Oi, anônimo de 22/04/12 (007)!
Não existe muito isso de correto e incorreto. Tem coisas que dão certo para algumas mulheres e não dão para outras. Eu não sou muito a favor da pomada anestésica pq acho q a solução não está em entorpecer a pobre da vagina, mas sim acostumá-la à situação. Mas vc pode tentar, de repente funcione para diminuir a ansiedade da sua parceira e isso seja suficiente para vocês conseguirem ter a relação. Ah! E acho bem legal vc tb estar procurando como ajudar sua namorada, viu? Parabéns pela iniciativa... Sobre a dor depois de muitas penetrações completas. Será que ela não pegou uma infecção e isso que está incomodando?

Oi, anônima de 23/06/12!
Não fique triste. Primeiro de tudo procure um gineco pra ver se está tudo bem fisicamente com vc, de repente é uma infecção ou coisa do gênero que está te incomodando...

Oi, Juju!
Obrigada por dividir sua história aqui tb!

Oi, Dayane!
Continua procurando a ajuda Dayane, logo quero ver a sua história aqui, hein? Bj

Hi, Arman!
Thanks for commenting!

Oi, Lara!
Já ouvi falar de mulheres que fizeram esta cirurgia sim. Pra algumas deu certo, pra outras nada mudou, mas se sua gineco indicou e se vc achar que deve fazer, a decisão é sua...

Oi, Denise (anônima de 27/07/12)!
Eu entendo sua insegurança em procurar ajuda, mas acho que é importante sim. Se vc já tem o diagnóstico do vaginismo, melhor ainda! Procure um sexólogo ou terapeuta sexual, tenho certeza que ele irá te ajudar muito! Bj

Oi, anônima de 03/08/12!
Eu achei o meu terapeuta na net, mas, se vc tiver convênio, vc pode ligar no plano e pedir para eles te indicarem tb...

Oi, anônima de 07/08/12!
Eu entendo tudo isso que vc está dizendo, pq eu era igualzinha! Até já pensei em virar lésbica ou ser freira só pra “resolver” o problema! E chorava e me sentia péssima, fraca, incapaz... Mas vc está certa, procure um profissional (gineco, psico ou fisio) e comece o tratamento. Faça tudo que ele indica direitinho e insista nos exercícios (mesmo quando estiver difícil) e logo vc conseguirá mudar esta situação! Força aí! Bj

Oi, anônima de 14/08/12!
Ia te dizer exatamente isso, pra vc combinar as sessões de fisio com terapia... tenho certeza que vai te ajudar! Pra achar uma que atenda o seu convênio, ligue no plano e peça indicações, eles tem a lista dos profissionais e vão te indicar um próximo a sua residência, assim fica bem mais fácil! Boa sorte por aí! Bj

Oi, Lara!
Então vc resolveu tirar o hímen mesmo! Parece que para vocês está funcionando, né? Que ótimo! Continue praticando com a pomada e aos poucos vc vai tirando ela... Uma dica é assim: vc namora com a pomada e depois de umas 3 horas, namora de novo, agora sem a pomada. Sua vagina não vai estar anestesiada, mas estará mais dilatada pq vcs acabaram de fazer, entendeu? Acho que pode te ajudar! E parabéns por ter conseguido fazer o exame tb! Agora aproveita bastante essa nova fase! Bj

Oi, anônima de 29/08/12!
Procura o psico sim, é caro, mas se vc fizer o tratamento direitinho, pode se livrar logo desse problema e da despesa tb! rs Bj

Daniela Barros disse...

Oi, anônima de 09/09/12!
Procure a gineco sim, de repente vale a pena vc trocar de profissional, eu fui em muitos até achar alguém que conhecia e entendia o meu problema... Boa sorte! Bj

Oi, Taty!
Mandei email! Bj

Oi, Maria!
Já respondi essa sua mensagem umas 5 vezes em outros posts, por favor, olhe lá, tá? Bj

Oi, anônima de 13/11/12!
Glória a Deus mesmo! Parabéns pela conquista! Me manda um email contando como foi a luta pra eu publicar aqui no blog e dividir sua vitória com as mulheres que ainda estão no caminho? Bj

Oi, princesa!
É esse meu objetivo mesmo, acabar com o vaginismo no mundo! rs E vc tem razão, até estamos conseguindo acabar com ele em muito mundos por aí, resolvendo a vida de muitas mulheres que agora estão felizes e realizadas! Espero logo que vc tb seja uma dessas, viu? Venha sempre dividir suas angústias e conquistas com a gente! Bj

Anônimo disse...

Nossa quanta história e eu achando q era a única!
sou casada há 4 anos, descobri há tres semanas que o que eu tenho se chama vaginismo. Nunca consegui uma penetração 100%. Talvez 5 cm. Engravidei em setembro e agora em dezembro fazendo o primeiro ultrasom o médico pediu para realizar o transvaginal. Fiquei traumatizada com aquele equipamento. Fora que ele ñ conseguiu ver meu bb e disse mais, ñ conseguiu ver nada pq eu ñ deixei!! Procurei outro ginecolosgista, bem conceituado na cidade e lá fui, fora do convênio pra ver se ele era mais gentil. Realmente mais calmo, mais como ñ conseguia me consultar (espéculo) disse que nunca tinha visto alguém com medo e perguntou se eu tinha relação. Fiquei com tanta raiva. Mais td bem, estava preocupada com meu bb. Nesse dia o sangramento já tinha começado. Falou que tinha que realizar o transvaginal. Fiquei com medo mais fui pra outra caminha. Sorte o equipamento era bem diferente do primeiro, e com um pouco e dificuldade ele conseguiu fazer. Pena meu bb estar sem vida. Vim pra casa arrasada me sentindo tão culpada por tudo que prometi procurar ajuda. Foi quando descobri esse blog e o nome vaginismo. agora tenho que super mais um problema, que foi o aborto, mais com fé me Deus, sei que vou vencer!!
bjus meninas (desculpem, mais estou tão feliz de ñ ser a única no mundo como eu sempre pensei que fosse).

Anônimo disse...

Esse blog me esclareceu muito, namorei há 8 anos e 1 ano estou casada e não consigo ter penetração, não sabia sobre o vaginismo. Além de tudo tenho depressão e sindrome do pânico,n a infância sofri abusos por parte de um parente. Faço tratamento psicológico, mas nunca me abri achei que era por culpá, por ter uma família religiosa e eles não aprovarem isso fora do casamento. Sinto que estou ferrada, mais um problema para cuidar...

Anônimo disse...

Oiii Nossa Fiquei super surpreso ao ver que com prática tudo se resolve... Mas eu queria falar um pouco sobre o meu relacionamento e pedir ajuda:
Sou Homem namoro uma bela moça há cerca de um ano... fazemos sexo eventualmente,mas ela sente dores constantes, pedi que fosse ao ginecologista onde ela acabou descobrindo que tinha vaginismo sendo encaminhada a um psicologo.Desde então ela passou a buscar ajuda,mas ao ver dela (minha namorada) de nada adiantou as idas ao psicologo... além da dor ela também não sente prazer , nem com masturbação (algo que eu acho estar relacionado com algum trauma, tipo abuso), pedi que insistisse mas ela se sente tão triste e acaba n tendo animo pra mais nd, se diz numa vida sem sentido, parecendo estar em estado depressivo. Eu a amo, mas já pensei em terminar pra que ela n se torture mais, e acabo n terminando pq sei que ela precisa de mim ao seu lado.
Peço ajuda, é comum não haver prazer no vaginismo? oq devo fazer?
e Obrigado pela atenção

Anônimo disse...

Nossa fikei muito emocionada pq eu achava q só eu q n consegue perder a virgindade, namoro a dois anos e nada=/ so fiko nas preliminares ja comprei KY e nada ;/ agora vou tentar com a xilocaina pra ver se vai da certo, eu espero q sim neah.. bjs amei esse blog

Anônimo disse...

Olá Meninas,

Minha história é semelhante a muitas de vocês. Tenho 31 anos e desde os 18 anos tento romper o meu hímen, mas não consigo, sinto dores terríveis, sangra, arde e a penetração se torna impossível.

Lembro que quando eu tinha 23 anos, namorei uma pessoa por 03 anos e em um determinado momento esta pessoa desistiu de continuar o compromisso porque não conseguíamos ter uma vida sexual ativa.

Em decorrência desta situação e após tentar milhares de vezes e não conseguir, leia-se ai um agravante - eu não sabia que tinha vaginismo e à época nenhum ginecologista conseguiu identificar o vaginismo - decidi não tentar mais ter relações sexuais, fiquei traumatizada pensando que era a única do planeta que tinha nascido com um "lacre de fabricação blindado" ...risos...., o que me impedia de falar à respeito com outras pessoas.

Durante este período de "hibernação" foquei minha vida no trabalho e formação acadêmica, consequentemente, me tornei uma empresária de sucesso, viajei muito, atingi uma excelente condição financeira, realizei muitos sonhos e vontades, mas, de outro lado, sempre tive partezinha de mim que se sentia insatisfeita, vazia, aquela sensação de situação mal resolvida....

De um tempo para cá resolvi que está na hora de acabar com esta sensação e encarar o problema de frente, foi aí que pesquisando encontrei este Blog e comecei a acompanhar os relatos.

Pesquisando também verifiquei que é dificílimo encontrar profissionais especializados em vaginismo.

Sou de Curitiba/PR e gostaria de saber se alguém conhece alguma Clínica ou já tenha consultado com um(a) ginecologista, fisioterapeuta e psicólogo(a) que atendam pacientes com vaginismo.

Fico no aguardo.

Agradeço a todas por compartilharem conosco os seus momentos e anseios mais íntimos, pois, isso dá força para seguir em frente...

Abraços,

Sil

Anônimo disse...

Olá!
Também sofro por ter vaginismo.
Depois de várias tentativas e não encontrando a solução, decidi em fazer uma himenotomia. Será que esse procedimento resolverá meu problema?
Bjs e parabéns pelo blog.


Anônimo disse...

Meninas, por acaso vocês sabem como se consegue fazer essa himenotomia? Não acho nada sobre esse assunto, gostaria de saber como funciona essa, se é só querer fazer e pronto, ou se tem que passar por exames e tal comprovando que não tem outro jeito de romper essa "parede". Eu sofro dessa doença terrivel e sinceramente não sei o que fazer. Eu estou com meu marido a 5 anos, mais nos casamos faz só 1 ano, e eu sempre quis casar virgem, era uma coisa que eu tinha na cabeça, e ele por me respeitar muito, concordou. Quando nos casamos e fomos para a lua-de-mel eu achei que era só chegar, fazer e pronto, nunca passou pela minha cabeça que esse tipo de coisa poderia existir; eu descobri que tinha essa doença uns 6 meses depois, pois criei coragem e fui procurar saber o que tinha de errado comigo. O pior é ouvir da medica que não tem nada de errado com seu corpo, e sim com sua cabeça. O que eu não compreendo é porque isso acontece, não tem motivo; eu amo meu marido, esperamos 4 anos para poder ter relações, era nosso maior desejo. A lua-de-mel foi dos nossos sonhos, e na hora H não deu... eu fico frustrada com isso, ja fui em umas 3 ginecologistas, estou criando coragem para ir em uma psicologa, terapeuta sei la o que... o que eu queria mesmo era que tudo isso fosse só um pesadelo. Se tivesse um jeito de romper isso sem precisar ficar frequentando medico, se eu conseguisse saber como fazer essa cirurgia e desse certo, eu ficaria imensamente feliz. Se alguem souber me ajuuuda.

Bjos: Flor de Lis

Anônimo disse...

Olá meninas! Acho que desde ontem tenho lido todos os comentários deste post, bom saber que não estamos sós com esse problema...
Descobri que tinha vaginismo há cerca de 1 mês, há um ano atrás tive um namoro de mais de 3 anos, por ele ser meu primeiro namorado e eu ser a primeira dele ambos não tinhamos muita experiência no assunto, demoramos cerca de 1 ano para tentar a penetração e sempre penetrava muito pouco (somente a cabeça do pènis), e isso somente acontecia quando eu ficava de pernas fechadas com ele em cima de mim. Ele não mostrava ser nada anormal, só fazia referência a vagina ser muito apertada, como ele não fazia nenhuma preliminar em mim, achava tb que era normal porque eu não estava totalmente relaxada e fomos deixando isso passar até que um dia acabei o namoro porque descobri que ele estava me traindo.
Passado este epsódio, quase um ano depois, conheci outro rapaz, e nunca imaginei na vida sentir algo tão forte como senti por ele! Tudo parecia ser perfeito até o dia que fomos tentar a relação sexual. Ele foi perfeito comigo, nada comparado ao cubo de gelo do meu ex, caprichou nas preliminares, e eu estava super tranquila pensando que tudo ia ocorrer normalmente, até que no momento da penetraçao esta não ocorreu... Tentamos a noite toda! De todas as posições, de todos os jeitos e nada!!! Ele super se estressou comigo, me disse coisas tão rudes, como por exemplo: "Isto não é normal, toda mulher faz!" e "Vc nunca pensou que foi por causa disso que teu ex te traiu?". Chorei tanto, me senti a pior pessoa do mundo, eu era uma mulher incapaz de dar prazer a qualquer homem! No dia seguinte tentamos mais uma vez e foi mais desastroso ainda, depois disso ele ficou super frio comigo e no mesmo dia que acabei com ele descobri que ele já estava com outra, antes disso acontecer ele me jurava amor eterno todas as horas do dia, que amor!!!!
Decidi mudar de ginecologista porque a minha nunca conseguia fazer o exame ginecológico alegando que eu ainda era inexperiente, eu achava que tinha himem complacente porque sentina muita dor e ardor na hora H.
A segunda ginecologista que fui utilizou um espéculo de virgem em mim e disse que só pelo fato de conseguir me tocar com o espéculo eu não tinha vaginismo, disse que só faltava eu relaxar na hora da relação.
Não satisfeita procurei outra ginecologista, esta foi bem mais compreensiva e disse que eu não sofresse mais por este meu último namorado porque ele não merecia.
Ao me examinar ela não conseguiu fazer o exame ginecológio, mas confirmou o que a outra médica havia dito da parte física estar perfeitamente normal, então ela emitiu o parecer que eu estava com vaginismo.
Me explicou o problema e me passou o exercício de me tocar com uma luva e ir tentando aprofundar o dedo, estou nessa há quase 3 semanas e não vi nenhum avanço!
Moro no interior e não tenho acesso a profissionais especialistas desta área, desde que descobri isso (final de dezembro/2012) choro todos os dias, pois tenho 30 anos e nunca tive uma relação sexual completa na vida, nem meu hímem foi rompido!
Todos acham que é frescura, conversei com minha irmã e ela me chamou de "fresca"!
Não tenho namorado para me ajudar nesta batalha como a maioria de vocês, fato este que achei muito bonito da parte dos homens...
Ser virgem até os 20 anos pode soar até "bonitinho", mas após os 30 anos os homens correm! Eles querem a facilidade, ninguém está indo atrás de problemas!
(...)
Bjs: Barbie

HELENA disse...

Olá meninas. Bom dia.

Como a maioria das colegas eu também me emocionei muito com as histórias contadas aqui.

Sou casada a quase 07 meses e não consigo ter penetração.
Já faço exercícios em casa com os dedos e lubrificantes, só que quando tento ter relação com meu marido é sempre uma frustação, pois sinto muita dor!!!!

Hoje marquei uma consulta com uma nova ginecologista que também é sexologa. Estou muito anciosa e aflita pois só consegui marcar para dia 12 de março.

Moro em cidade pequena e fica tudo mais difícil.

Alguém poderia me informar o nome de uma pomada anestésica realmente eficiente, pois a xelocaína e o KY não foram eficazes...acho fracas demais, queria uma que deixasse tudo anestesiado!!!!

Ahhh se pudessem me falar de outros tipos de exercício também ficaria grata!!!

Me ajudem por favor!!!!!! Bjssss

Anônimo disse...

Olá Daniela! Por acaso, procurando entender a minha situação na net, me deparei aqui com a história da Josi, e por conscidência meu nome tb é Josi e tenho passado por dias tremendamente difíceis em minha vida pessoal. Casei no final do ano passado (Novembro) e até hoje não consegui ter relação sexual com penetração com meu marido. Sinto-me por vezes frustrada e choro bastante,e ele se sente pior ainda, o emocional de nós dois está super abalado a ponto de arrumar fugas, como limpar a casa até demadrugada para que ele não queira tentar de novo e de novo... Não há problemas quanto a parte dos órgãos genitais e nem falta de nos sentirmos excitados. Tenho orado à Deus, pois já passou pela minha cabeça ser tb algo espiritual, o Senhor é poderoso e tudo que Ele fez é muito perfeito, inclusive o nosso corpo com encaixe perfeito. Fui a minha ginecologista e ela me indicou para uma psicóloga sexóloga, e nada... Mas tanto uma como a outra nunca me falaram desta doença (vagisnismo). Vou voltar a ela e perguntar sobre... Talves seja esse problema que venho tendo, para que um dia, creio em Deus e em seus planos e promessas em todas as áreas da minha vida, quanto ao meu casamento, ter uma relação sexual saudável e prazerosa com meu marido.

Anônimo disse...

Olá Helena,

Já publiquei aqui minha experiência. Estou publicando novamente, quem sabe te ajuda.

Tive vaginismo. Nunca tinha conseguido transar até fazer os exercícios. Procurei ginicologista, mas não resolveram no meu caso. Eram extremamente desinformados. Recentemente eu me curei. Fiz um acompanhamento com sexólogo via msn, já que onde moro não tem este profissional.
O segredo é a disciplina, persistência e respeito com si mesma. Abaixo colocarei algumas dicas do meu tratamento. Mas acho prudente você procurar um ginicologista primeiro.

1º - É importante fazer os exercícios num momento calmo...desligue celular, tv, computador. Coloque uma música. Sei que parece rídiculo, mas as vezes a gente precisa criar algumas fantasias eróticas para conseguir praticar os exercícios. Por isso, caso seja necessário se permita imaginar cenas de filmes...use a imaginação...isso torna as coisas mais fáceis. Consegui fazer isso poucas vezes.

2º - Eu comecei com o dedo indicador. Deve estar limpo. Esta fase é pra você reconhecer o seu corpo.
Introduza o dedo devagar até onde vc aguentar. Se doer para...dá um tempo...minutos...horas e tenta novamente.
O segredo é a disciplina na realização dos exercícios. Não desistir. Eu não consegui de primeira. Mas persisti.

No início eu fazia todos os dias. Depois três vezes na semana.
Quando estava cansada...entedeada eu não fazia.

Importante: Quando você conseguir introduzir o indicador. Não passe para outro dedo. Fique pelo menos uma semana. Faça com o dedo na vagina movimentos circulares, pra cima, pra baixo, direita, esquerda... sempre apertando um pouquinho só. AH!!! passe gel pode ser KY no dedo e na vagina ajuda bastante.

3º - Conseguiu o indicador, passe para o dedo médio. Faça os mesmos movimentos.

4º - Usar velas comum com gel e preservativo.
Comece com a vela nº 06 ou se achar mais fina pode usar. Os movimentos são os mesmos. Abuse do gel. Coloque devagar. Se doer para.
Tira e coloca várias vezes até onde conseguir. Respeite o seu limite.
Tente o tempo que for necessário.

Conseguiu com a vela nº 06 passe para nº 08 até a nº 10.

6º - Comprei vibradores finos... pra começar são ótimos. Tem uns plugs anais que são excelentes. Eu comprei na net.
Dê preferências para os de silicone ou outro material macio. Que tenha a ponta fina.

Os movimentos são os mesmos feitos com os dedos.

7º - Escolha uma posição confortável. Eu comecei deitada de costa. Depois eu fui variando a posição. Sentei... fiquei em pé. Mas tudo no seu tempo. As vezes vc pode ficar vários dias no mesmo no mesmo exercício. Isso não quer dizer que vc não está evoluindo. Esses exercícios é uma forma de desensibilizar a região da vagina. Então, faça com carinho...é um momento seu. Não tenha medo de mudar de posição.

Se começar com o dedo for muito... comece com o cotonete. Isso varia conforme o caso.

Com três meses eu fiquei curada...o tempo varia de pessoa para pessoas...mas, os exercícios me ajudaram muito...paguei o psicólogo virtual durante acho que uns 2 meses...depois fiz sozinha e deu certo.
Estou torcendo por vc


Maria do Céu

Anônimo disse...

Maria do Céu,


Você pode postar aqui o contato da Sexóloga?

Obrigado.

Abraços,

Sil

Anônimo disse...

Ola estou aqui para pedir ajuda...bom eu ja to casada a quase 4 anos e não sei o q tenho pq nao consigo perder a virgindade...sinto uma dor insuportavel...parece q nem tenho entrada...pois o penis nem se encaixa...acho q ja peguei trauma...ja fui numa ginecologista...mas ela não me ajudou em nada...ainda piorou meu psicologico..dizedo q não sabia como meu marido ainda estava comigo.Por isso até ja desisti de ir a um ginecologista pq dão é risada.To muito triste...se meu marido separar de mim..eu vou entender...Se tem alguma ajuda por favor me falem...se não vou morrer assim...pq eu ja desistii...

Anônimo disse...

OI eu acho que tenho vaginismo casei virgem e da lua de mel até hj já faz 1 ano e 7 meses de casada e nao consigo fazer nada , qdo meu esposo começa a chegar perto meus musculos das pernas até a vagina se contraem e nao passa nada gostaria de saber como faço para entrar no blog e o tel de um medico ? Qual o 1 passo q devo fazer ? Muito obrigada

Anônimo disse...

Sou casada a 4 anos, e nunca conseguir ter uma relação sexual...sofro de mais por isso, a vontade é enorme, mas o medo parece-me bem maior, quando meu esposo se aproxima... minhas pernas tremem, eu sinto um medo enorme de ser machucada, o musculo da vagina se contrai de maneira que o penis não entra, e quando a esforço, sangra... estou passando com uma terapeuta, mas tenho medo disso não ter um fim.

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 234   Recentes› Mais recentes»

Postar um comentário

Que bom que vc decidiu compartilhar sua luta comigo! Vamos vencer, tenho certeza!
Agora eu aprendi, então, depois de comentar, pode voltar aqui que vai ter uma respostinha minha, tá?
Bjs